RÁPIDO & RASTEIRO – MAIO DE 2024

JEAN-MICHEL JARRE É O PRIMEIRO GANHADOR DO PRÊMIO ESPECIAL SOZA

A Associação Eslovaca de Direitos Autorais para os Direitos das Obras Musicais (Slovenský ochranný zväz autorský – SOZA) concedeu ao compositor francês Jean-Michel Jarre o Prêmio Especial SOZA pela contribuição vitalícia no campo da proteção dos direitos autorais. A premiação aconteceu no 13 de maio, em Bratislava.

O prêmio especial SOZA é atribuído a autores que, através do seu trabalho e atividade, contribuíram de forma significativa não só para a cultura musical na Eslováquia, mas também no estrangeiro. Este ano, o prêmio especial foi entregue pela primeira vez na história da associação e Jean-Michel Jarre se torna o primeiro a ser premiado, pois desde 1996 só foram atribuídos a autores eslovacos.

A estatueta de bronze de autoria da escultora Jana Brisudová foi entregue ao compositor francês pelo membro do Conselho Fiscal Matúš Jakabčic e pelos membros do conselho Tomáš Mikš e Richard Jajcay. A solenidade foi apresentada pelo editor musical e apresentador de rádio Roman Bomboš. O Prêmio Especial SOZA foi criado como um agradecimento aos autores que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da cultura, inclusive para além das fronteiras da Eslováquia. “Na SOZA, nós ficamos muito felizes que um artista tão importante como Jean-Michel Jarre tenha se tornado o primeiro estrangeiro a receber este prêmio”, disse Matúš Jakabčic, presidente do Conselho de Supervisão da SOZA.

Foram vários os motivos da escolha de Jean-Michel Jarre pela SOZA. Embora seja conhecido no mundo inteiro principalmente como um pioneiro da música eletrônica, autores e criadores de diversos campos da arte também o valorizam por seu envolvimento na proteção dos direitos autorais. Entre os anos de 2013 e 2020, foi presidente da CISAC – Confederação Internacional de Sociedades de Autores e Compositores, que reúne 228 sociedades de 120 países do mundo e representa mais de 4 milhões de autores. “Jean-Michel Jarre trabalhou durante sete anos à frente da maior organização que une autores do mundo. Como a SOZA também é membro desta organização, ele defendeu os interesses dos autores eslovacos nos mais altos cargos”, acrescenta Tomáš Mikš, membro do conselho da SOZA.

Durante seu mandato, Jarre defendeu ativamente a proteção da propriedade intelectual dos autores. Em 2018, desempenhou um papel fundamental na campanha bem-sucedida para a adoção da Diretiva de Direitos Autorais da UE, que visava restaurar o equilíbrio entre criadores e plataformas digitais. Além disso, liderou delegações da CISAC às instituições da ONU e prestou apoio a criadores e empresas em mercados menos desenvolvidos, especialmente em estados africanos.

O próprio Jarre aceitou o prêmio com gratidão e ao recebê-lo disse o seguinte: “Estou muito honrado por ter sido o primeiro artista não eslovaco a receber este prêmio. Isso significa muito para mim. Gostaria de dedicar este prêmio não só a todos os autores, mas especialmente aos artistas que lutam pela proteção dos direitos de autor. Ao mesmo tempo, quero dedicá-lo à organização SOZA, porque estas organizações estão mais frágeis do que nunca na era atual da Inteligência Artificial. É importante perceber que os compositores precisam delas e que é importante proteger também estas instituições.”

Os prêmios SOZA são atribuídos a autores que tenham contribuído significativamente para o desenvolvimento da cultura musical e, sobretudo, a autores de obras musicais pelos resultados alcançados na apresentação pública de obras musicais. A SOZA é uma associação civil que representa autores, editores, arranjadores musicais e letristas. Sua principal tarefa é a proteção dos direitos autorais das obras musicais de propriedade de criadores e editores nacionais e estrangeiros. Hoje, a SOZA tem mais de 3.000 autores nacionais e desenvolve as suas atividades com base na autorização do Ministério da Cultura e com base em 113 acordos internacionais em 125 países do mundo.

Fonte: SOZA

JARRE E BRIAN MAY SÃO RECEBIDOS PELA PRESIDENTE DA ESLOVÁQUIA

No dia 13 de maio, Jean-Michel Jarre e Brian May foram recebidos pela Presidente da Eslováquia, Zuzana Čaputová, no Palácio Presidencial. A presidente compartilhou o encontro nas suas redes sociais:

“Tanto Jean-Michel Jarre quanto Brian May são lendas musicais. Porém, ambos também são divulgadores da ciência e respeitados na comunidade científica mundial. Ontem realizaram um concerto espectacular em Bratislava e hoje, tive o prazer de recebe-los no Palácio Presidencial. Juntamente com o fundador do festival Starmus, Garik Israelian, e representantes da empresa ESET. Com o concerto de ontem, deram início ao festival Starmus, onde as mentes mais brilhantes do mundo, vários vencedores do Prêmio Nobel em diversas áreas, cientistas mundiais, inovadores e artistas se encontram aqui em Bratislava. Aguardo com expectativa que a Eslováquia seja o centro da ciência e do desejo de conhecimento durante toda a semana. Desejo que esse respeito pela ciência e pela arte continue mesmo após a partida destes convidados especiais.”

Fonte: Zuzana Čaputová

JARRE E BRIAN MAY NA ENTREVISTA COLETIVA NA ABERTURA DO FESTIVAL STARMUS

A entrevista coletiva para a imprensa na abertura do Starmus VII ocorreu com discussões perspicazes lideradas pelos ilustres palestrantes Garik Israelian, Jean-Michel Jarre, Brian May, Dr. Jane Goodall, Tony Fadell e David J. Eicher!

Eles ofereceram informações valiosas sobre o tema deste ano, “O Futuro do Nosso Planeta Natal”, lançando luz sobre questões globais urgentes e revelando o emocionante programa que encontrarão pela frente.

Fonte: Starmus|Fotos: Hogne Bø Pettersen

JARRE PARTICIPA DE PROGRAMA DE TV JUNTO COM SEU FILHO, DAVID JARRE

No dia 16 de maio, Jean-Michel Jarre esteve presente no programa de TV “C à vous”, no canal “France 5”, ao lado de seu filho David, fruto de seu casamento com a atriz Charlotte Rampling. Jean-Michel foi convidado para falar sobre o seu papel como patrocinador da primeira edição da competição “Cannes Immersive”. David, um respeitado mágico, foi falar sobre o seu espetáculo “Mosaic”, para o qual está para começar uma temporada pela França (leia mais abaixo 👇). No set, pai e filho compartilharam ternas confidenciais sobre os primeiros truques de mágica de David Jarre. “A primeira vez que ele fez um truque de mágica com você em público, acho que ele tinha doze anos e foi por ocasião da inauguração da sua estátua de cera no museu Grévin, é isso?”, perguntou a apresentadora do programa Anne-Elisabeth Lemoine. “Na verdade, não fiquei particularmente orgulhoso do resultado”, disse Jean-Michel.

Diante do espanto de todos, Jean-Michel Jarre esclareceu imediatamente que se referia à sua estátua de cera e não à atuação do filho. “Quanto à minha aparência na estátua”, enfatizou, sob o olhar divertido de David. “Não tive nada a ver com isso! Não estava ligado à ilusão!”, acrescentou o mágico. E o seu ilustre pai acrescentou: “A magia, no que diz respeito ao meu desempenho, não estava propriamente lá, mas felizmente o David compensou!”, concluiu Jean-Michel.

David Jarre hesitou por muito tempo em fazer música. Cansado de ser constantemente comparado ao pai, finalmente desistiu da escolha profissional. “Eu tocava guitarra e cantava. E assim que compunha músicas, coisas do gênero, foi horrível porque imediatamente eu estava colocando pressão sobre mim mesmo. A comparação é imediata. Você nem sequer se dá tempo para evoluir. Finalmente, percebi que essa não era a minha vocação e a magia, me libertou completamente”. E seu pai não fica menos orgulhoso.

O “Cannes Immersive”, foi realizado no “Cannes Cineum” e na “Université Côte d’Azur”, com uma nova seleção de filmes da edição deste ano do Festival de Cannes que incluiu instalações coletivas de Realidade Virtual, experiências de Realidade Mista, obras de video mapping e holográficas.

No total, foram selecionados 8 projetos para “mostrar a vanguarda desta nova forma de arte, desafiando convenções estabelecidas, abraçando novas tecnologias e celebrando novos artistas, bem como figuras estabelecidas”. Foram também apresentados 6 trabalhos fora de competição. Estes projetos “exploram a evolução do meio e estabelecem paralelos entre a Realidade Virtual, a produção virtual, o cinema e a narração coletiva de histórias”.

Fontes: Gala.fr|Sortir à Paris

JARRE E O CEO DA “LYNX” FALAM COM O DIRETOR DA “QUALCOMM” SOBRE REALIDADE MISTA E A INTERSEÇÃO ENTRE ARTE E TECNOLOGIA

O diretor sênior de gerenciamento de produtos da “Qualcomm” (empresa norte-americana fundada em 1985 que produz chipsets dos celulares de tecnologia CDMA), Said Bakadir, apresenta neste vídeo publicado no YouTube no dia 1º de maio, uma discussão sobre dispositivos de Realidade Mista e a interseção de arte e tecnologia.

Juntando-se à Bakadir estão o compositor e intérprete de música eletrônica Jean-Michel Jarre e o CEO da “Lynx”, Stan Larroque. Os três discutem o concerto de Realidade Mista Versailles 400, realizado por Jarre no Palácio de Versalhes, onde ele usou o fone de ouvido “LYNX-R1”, equipado com Snapdragon, bem como o que vem por aí em experiências imersivas.

O encontro aconteceu durante o “Mobile World Congress Barcelona” (MWC), o maior e mais influente evento de conectividade do mundo, no dia 26 de fevereiro (mais informações no Rápido & Rasteiro de fevereiro de 2024).

Fonte: canal Snapdragon

JARRE E LI PARTICIPAM DE JANTAR OFICIAL NO ÉLYSÉE

O Presidente chinês, Xi Jinping, foi recebido pelo seu homólogo francês, Emmanuel Macron, num jantar de Estado no Palais de l’Élysée no dia 6 de maio, na sequência de conversas bilaterais que pareceram mostrar progressos em algumas frentes, incluindo o compromisso de Pequim com Moscou.

Entre os mais de 120 convidados para o jantar de Estado, estavam a atriz Gong Li – famosa pelos seus papéis em filmes inovadores e o seu marido, o músico Jean-Michel Jarre. Outras personalidades do cinema incluíram Salma Hayek e Luc Besson.

O diretor executivo da LVMH (holding francesa especializada em artigos de luxo), Bernard Arnault, também conhecido como a pessoa mais rica do mundo, e a sua filha Delphine Arnault, diretora executiva da marca Christian Dior Couture da LVMH, encontravam-se entre os cerca de 60 líderes empresariais convidados.

A presença dos Arnault põe em evidência um ponto de fricção comercial bilateral: a investigação comercial de Pequim sobre as exportações de brandys europeus para a China, a maior parte do qual compreende conhaque francês, incluindo a marca “Hennessy” da LVMH.

Na manhã do dia 6, Macron ofereceu a Xi duas garrafas de conhaque: uma “Hennessy XO” e um premiado “Louis XIII de Remy Martin”, juntamente com volumes raros do dicionário “Victor Hugo”, o primeiro dicionário francês-chinês, e um vaso de vidro esculpido da cidade de Amboise. Os presentes de Xi ao presidente francês incluíram livros em francês publicados na China e uma pintura.

Esta é a terceira visita de Xi à França desde que assumiu o cargo de presidente em 2013 e a sua primeira visita à Europa em cinco anos.

Fontes: South China Morning Post | Purepeople

JARRE GRAVA VÍDEO PARA DIVULGAR CONCERTO EM LA ROCHELLE

No dia 27 de maio, os organizadores do festival de Francofolies de La Rochelle, publicaram nas redes sociais, um vídeo de Jean-Michel Jarre divulgando o concerto que ele realizará no próximo dia 14 de julho (Dia da Bastilha), no palco “Jean-Louis Foulquier”, a partir das 22:00 (horário local). Com um show de uma hora e meia de duração, Jarre será o último artista a se apresentar, encerrando a 40ª edição do festival, junto com a banda de indie rock francesa Phoenix, o pianista Sofiane Pamart, a cantora, compositora e musicista francesa Zaho de Sagazan e do cantor Hervé.

Fonte: Francofolies de La Rochelle

JEAN-MICHEL JARRE DEVE RETORNAR A LE MANS EM 2025

Convidado de honra da última bienal sonora de Le Mans em janeiro de 2024, Jean-Michel Jarre deve regressar em breve à capital de Sarthe. Ainda faltam apurar os detalhes desta segunda visita, mas está previsto que a lenda viva da música eletrônica participe no festival de arte de rua “Plein Champ”, no parque Gué-de-Maulny. No entanto, não será este ano, como inicialmente previsto, mas sim no próximo. As negociações continuam para levar a cabo este processo e as equipes estão a trabalhar na implementação logística, material e orçamental deste projeto, no mais curto espaço de tempo possível.

Poucos detalhes foram divulgados sobre esse novo projeto, mas aparentemente, Jarre deverá apresentar um dos seus trabalhos recentes (provavelmente Amazônia) sob a cúpula sonora adquirida pela cidade de Le Mans, assim como fez com Oxymore em janeiro durante a bienal, por ocasião de uma espécie de masterclass com som envolvente.

Fonte: lemans.maville.com

CLAUDE SAMARD REVELA LANÇAMENTO DO CONCERTO DE BRATISLAVA

No dia 23 de maio, o Le Tribe Claude Samard Polikar escreveu o seguinte texto em seu Facebook:

“Comecei a trabalhar com Jean Michel Jarre em 2004. Desde então fizemos turnês, tocamos em lugares incríveis ao redor do mundo, de Pequim ao Coachella e recentemente em Bratislava (Eslováquia), que considero o melhor show que JMJ já concebeu e realizou. Foi produzido com sucesso para um público de mais de 100.000 pessoas + TV, streaming…. A presença de Brian May foi outra vantagem. Um filme completo ao vivo do show está no Youtube até 3 de junho (veja o link). A versão final de JMJ será lançada posteriormente, é claro.”

https://www.youtube.com/watch?v=GzjG95rB96Q

Fonte: Claude Samard Polikar

MICHEL GEISS REVELA UMA CURIOSIDADE SOBRE O ÁLBUM EQUINOXE

Em 22 de maio, Michel Geiss publicou em seu facebook, uma curiosidade sobre o álbum Equinoxe de Jean-Michel Jarre:

“Uma pequena curiosidade. Na altura do lançamento do álbum Equinoxe, Jean-Michel Jarre procurava uma ideia para um slogan a ser publicado nos Estados Unidos, na revista Billboard (a principal revista de música profissional dos EUA) e para a campanha de pôsteres urbanos. Como o álbum Oxygene já tinha se destacado, sugeri a frase ‘Depois do Oxygene, o Equinoxe está no ar’. Ele aceitou a ideia.
Aliás, de acordo com Jean-Michel, seu pai passava regularmente por um desses grandes cartazes em Los Angeles, na Sunset Boulevard.
Em anexo está uma cópia da página dupla da Billboard (o pôster tinha o mesmo slogan).”

Fonte: Michel Geiss

FILME NOVE E MEIA SEMANAS DE AMOR VOLTA AOS CINEMAS

O filme Nove e Meia Semanas de Amor, dirigido por Adrian Lyne e estrelado por Kim Basinger e Mickey Rourke, retorna aos cinemas brasileiros em junho, após mais de 2 anos de sucesso nos anos 1980.

Baseado no livro de Elizabeth McNeill, o filme narra a história de uma mulher envolvida com um homem misterioso, rico e charmoso, com complicações surgindo durante suas aventuras sexuais.

No elenco estão Mickey Rourke (O Lutador e Sin City: A Cidade do Pecado), Kim Basinger (Los Angeles: Cidade Proibida, Batman e Cinquenta Tons Mais Escuros), Christine Baranski (Chicago, Mamma Mia! O Filme e da série A Idade Dourada), Margaret Whitton (Um Time Muito Louco), David Margulies (Ghostbusters: Os Caça-Fantasmas), Karen Young (Essa Estranha Atração e Tubarão 4: A Vingança) e Dwight Weist (O Nome da Rosa e A Era do Rádio).

Lançado nos cinemas brasileiros originalmente em agosto de 1986, o longa-metragem se tornou o filme com mais tempo em cartaz nos cinemas de São Paulo, ficando até fevereiro de 1989, no Cine Belas Artes. Destacou-se por sua ousadia ao abordar cenas de sexo livre e fantasias sadomasoquistas, além de uma trilha sonora com sucessos como You Can Leave Your Hat On (Joe Cocker), Slave to Love (Bryan Ferry), I Do What I Do (John Taylor), Come to Life (John Taylor/Ellias), The Best Is Yet To Com (Luba), This City Never Sleeps (Eurythmics), Eurasian Eyes (Corey Hart), Cannes (Stewart Copeland), Let It Go (Luba), Love and Happiness (Al Green), The Strayaway Child (Andy Narell), Saviour (Winston Grennan e Black Sage), Strange Fruit (Billie Holiday), Ambient Music I: Music for Airports (Brian Eno), Bread and Butter (The Newbeats), Arpegiator (Jean-Michel Jarre) e Voices (Roger Eno).

O filme estará em exibição a partir de 6 de junho, com distribuição da A2 Filmes.

Fonte: epipoca.com.br

NOVA TEMPORADA DO ESPETÁCULO “MOSAIC” DE DAVID JARRE

Após realizar dois espetáculos no Théâtre de Paris nos dias 11 e 18 de dezembro de 2023 (mais informações no Rápido & Rasteiro de novembro de 2023), David Jarre, ilusionista e mágico mentalista, retorna aos palcos com o seu primeiro espetáculo individual, “Mosaic”. O mágico, que é filho de Jean-Michel Jarre com a atriz Charlotte Rampling, tem um show agendado para dezembro deste ano e dois para o mês de janeiro de 2025. Confira as datas e os locais:

1º de dezembro de 2024 no Le Trianon – Paris (18h00)
21 de janeiro de 2025 no Théàtre Trianon – Bordeaux (20h30min)
22 de janeiro de 2025 no La Comédie – Toulouse (20h30min)

David Jarre é um mágico com mais de 20 anos de experiência na França e a nível internacional. O artista franco-inglês tornou-se mágico profissional aos 20 anos de idade. Fascinado pela magia, foi rapidamente descoberto e passou a atuar para algumas das maiores celebridades do mundo, incluindo Roger Federer, Madonna, Sting, Elton John, Adele, Lady Gaga e muitos outros. Considerado um dos melhores mágicos do mundo com uma carreira internacional, David Jarre tem feito numerosas aparições na televisão desde 2022, principalmente nos programas “Vivement Dimanche” apresentado por Michel Drucker e “C à Vous” apresentado por Anne-Elisabeth Lemoine.

No seu primeiro espetáculo solo, o mágico pretende transportá-lo para um mundo fascinante cheio de ilusões e magia. David Jarre quer que o público seja enganado e surpreendido, criando uma atmosfera especial que deverá cativar a plateia, que descobrirá um espetáculo que promete ser íntimo e poético.

Fonte: Sortir à Paris

FÃ DE JARRE E DE ROCK PROGRESSIVO LANÇA TERCEIRO LIVRO

Jeferson Araújo Pereira trabalhou na Prefeitura de São Paulo durante 37 anos. Aposentou-se em 2021, e desde então está com muito tempo livre para praticar três atividades diárias: ouvir música, assistir filmes e ler/reler os clássicos da literatura mundial.

Jeferson já escreveu para as revistas “Rock Brigade” e “Dynamite” e é um fã de rock progressivo e de Jean-Michel Jarre. Em seu primeiro livro, “As Obras-Primas do Rock Progressivo”, lançado em 2000, escreveu sobre o álbum Music for Supermarkets. Após publicar “120 Filmes Sobre Cinema” (2014), Pereira está lançando agora o livro “Progressivos, Guitarristas & Outras Artes”, onde o rock progressivo (ele cita Jarre, Vangelis, Yes, entre outros) e guitarristas virtuoses são o tema principal. Os títulos de alguns capítulos são autoexplicativos: jazz, cinema, pintura, política, filosofa, literatura e filosofia.

Jeferson está distribuindo o livro de forma gratuita. Quem estiver interessado em adquirir, pode enviar um e-mail para japguitar@uol.com.br. No assunto, escreva: “Eu quero ler o seu 3º livro”. Um arquivo em PDF será enviado aos interessados, pois o livro não foi impresso.

Quem quiser entrar em contato com Jeferson Araújo Pereira, o Instagram dele é @jefprogguitarcinef1

Views: 67