EQUINOXE (1978)

Equinoxe
Equinoxe

Nome: “Équinoxe”

Composto e executado por : Jean Michel Jarre

Ano de lançamento: 1978

Gravado entre Janeiro a Agosto de 1978

Selo: Disques Dreyfus (Disques Motors)

Gravadora: Polydor / Polygram Internacional (1978);

Sony Music France(1997) ;  Sony Music Germany (2015)

Arte-Capa: Michel Granger

País: França

 

TRACKLIST :

Lado A

“Équinoxe Part 1” – 2:25

“Équinoxe Part 2” – 5:00

“Équinoxe Part 3” – 5:09

“Équinoxe Part 4” – 6:54

 

Lado B

“Équinoxe Part 5” – 3:54

“Équinoxe Part 6” – 3:28

“Équinoxe Part 7” – 7:06

“Équinoxe Part 8” – 4:57

 

Tempo total: 39:09

 

SINGLES:

“Équinoxe Part 5”

Single “Equinoxe part V”

 

“Équinoxe Part 4”

Single “Equinoxe part IV”

 

Vídeo Clips:

Equinoxe 4

Equinoxe 5

 

Instrumentos:

ARP 2600 Synthesizer,

EMS Synthi AKS,

VCS 3 Synthesizer,

Yamaha CS-60,

Oberheim TVS-1A,

RMI Harmonic Synthesizer,

RMI Keyboard Computer,

ELKA 707,

Korg Polyphonic Ensemble 2000,

Eminent 310U,

Mellotron,

ARP Sequencer,

Oberheim Digital Sequencer,

Geiss Matrisequencer 250,

Geiss Rhythmicomputer (a custom designed programmable rhythm box),

EMS Vocoder

 

 

Le Tribe:

Engenharia e mixado por Jean-Pierre Janiaud;

Assistente de engenharia: Patrick Foulon

Materizado por Translab

Auxiliar: Michel Geiss  – Desenvolvimento de instrumentos

 

Curiosidades:

Após o sucesso mundial de “Oxygene” em 1977, Jean Michel Jarre recebeu a incombência de criar outra obra prima parecida com o álbum anterior. Apesar de toda a pressão da gravadora, Jarre lançou “Equinoxe” no final de 1978, outro grande sucesso de vendas, como o anterior. Muitos fãs consideram “Equinoxe” como o melhor álbum da carreira do artista.

“Equinoxe” foi o carro chefe do primeiro concerto de Jean Michel Jarre, realizado em 14 de Julho de 1979, levando a quebrar o recorde de público ao ar livre e se tornar o primeiro artista a levar 1 milhão de pessoas para vê-lo na Place de La Concorde em Paris.

“Equinoxe” foi o último álbum a ser composto e gravado no Flat_apartamento, da rua de la Trémoille em Paris, onde Jarre morava desde os tempos de estudante do GPM de Pierre Schaeffer, transformado em estúdio. Com o dinheiro recebido pelas vendas de “Oxygene” e “Equinoxe” ele passa a morar com esposa em Croissy perto de Paris, onde monta um novo estúdio maior.

 

ARQUIVOS JARREFAN:

RARIDADE: JARRE EM 1978 TOCANDO EQUINOXE 3…AO PIANO

 

FIGURA GIGANTE DE “EQUINOXE” É INAUGURADA NA FRANÇA