RARIDADES E TESOUROS DA DISCOGRAFIA DO JARRE NO BRASIL (PARTE III)

Agora a última parte do artigo sobre as raridades e tesouros da discografia de Jean Michel Jarre no Brasil. A primeira parte está disponível aqui e a segunda parte aqui.

Em 1994 após o lançamento de Chronologie e do home-video Europe in Concert, Jean Michel Jarre quebra o contrato de quase 20 anos com a Polydor Internacional, quase ao mesmo tempo em que a sua subsidiária brasileira, a Polygram do Brasil, deixa de atuar no mercado brasileiro. Isto significava que a distribuição mundial da discografia do artista estava encerrada a partir daquele momento. Neste período, a Polygram do Brasil mandou recolher das lojas todos os álbuns do artista que foram publicados por ela no país nos últimos anos e era raríssimo encontrar algum álbum do Jarre no período 1994-1997 nas lojas do país. Jarre só voltaria a assinar um acordo internacional de distribuição em 1997 com a Sony Music, que incluía três novos álbuns inéditos e a remasterização e distribuição de seu catálogo antigo (fato que infelizmente não aconteceu no país). A Sony Music do Brasil, colocou no mercado, quase que simultaneamente ao mercado europeu, o novo álbum Oxygene 7-13 e para surpresa geral, o primeiro single comercializado do artista no país:

CD-MAX SINGLE “OXYGENE 8” (1997)

Contendo 5 faixas remixadas por diferentes DJs, este CD Max-Single foi uma grata surpresa para os fãs do artista no Brasil. Foi o primeiro single que um brasileiro pôde comprar nas lojas, apesar de estar disponível apenas em grandes centros brasileiros, e já se tornou item de raridade no mercado. Infelizmente, após o lançamento do mesmo, a Sony Music não lançou os singles seguintes deste álbum no Brasil (Oxygene 10 e Oxygene 7) e nem de nenhum outro álbum do artista.

oxygene 8 brazilian promo front
oxygene 8 brazil big
oxygene 8 disc brazil big

“Oxygene 8” também foi incluída na coletânea “Solaris”, lançada em 2002 pela gravadora “Som Livre”

IMAGES – BOOTLEG (2000)

Por volta de 2000/2001, em algumas lojas de alguns centros urbanos brasileiros e em locais de muito movimento, como a Rodoviária Tietê de S.Paulo e centros de comércio popular, foi vendida uma versão do álbum Images – The Best of Jean Michel Jarre, que foi totalmente desautorizada no mercado brasileiro. Poucas pessoas ficaram sabendo que o produto era um bootleg, isto é, não tinha a permissão da então dona dos direitos do artista, a Sony Music do Brasil. O CD tinha uma capa com a foto do Jarre em má qualidade, como se fosse uma pintura e não uma foto, e não trazia qualquer logo de gravadora, seja Dreyfus, Sony ou Polygram. O fato deve ter acontecido devido à falta de material do artista no mercado nacional, já que a Sony Music do Brasil se recusou a lançar seu catálogo antigo. Então, da-lhe bootleg…Sumiu do mercado da mesma forma que surgiu.

JARRE bootleg
Jarre moreno pelo sol ? Que M#$% é esta?

CDs OXYGENE MOSCOW (2009) e JEAN MICHEL JARRE LIVE (2012) – USA RECORDS

A USA RECORDS, produtora independente com sede no Rio Grande do Sul, comprou os direitos do DVD Oxygene Moscow e relançou o mesmo no mercado brasileiro por volta de 2009. Junto a este lançamento, eles também publicaram um CD deste concerto, sem a autorização oficial da Dreyfus Music ou Aero Productions, mas mesmo assim chegou ao mercado nacional. A USA RECORDS simplesmente remasterizou o som do concerto do DVD para o CD.

MOSCOW-usa

Em 2012, a USA RECORDS repetiu a dose e desta vez, não precisou nem comprar direito algum. Na maior cara-de-pau, eles simplesmente lançaram no mercado brasileiro o DVD “JEAN MICHEL JARRE LIVE”, com o concerto Water for Life exibido na TV marroquina (a versão exibida na TV Europeia era HDTV e até isso eles ignoraram) e, ao que tudo indica, o show do DVD foi ripado do YouTube, com direito a um novo logo da produtora cobrindo o logo da transmissão marroquina. E da mesma forma que fizeram anteriormente com “Oxygene Moscow”, editaram um CD Duplo intitulado “JEAN MICHEL JARRE LIVE”. A falta de cuidado e a falta de capricho da produção nacional deixaram tanto a desejar que eles colocaram um nome genérico para o produto, sem especificar aonde o show foi realizado (Merzouga em Marrocos) ou o nome original do projeto (Water for Life). Foi recolhido do mercado, após uma denúncia do Jarrefan Brazil um ano depois.

PROMO com TÉO & TÉA (2007)

Em 2004, após ter saído da Sony Music, Jean Michel Jarre assinou com a Warner Music e lançou mais três álbuns: Geometry of Love (não lançado no Brasil), AERO e Téo & Téa. Para o lançamento deste último, a Warner Music do Brasil produziu um promo da série VIBE (CDs promocionais de divulgação de artistas da companhia no Brasil): “VIBE #10”, com a faixa 17: “Téo & Téa” e a faixa 18: “Téo & Téa – Benny Benasy Remix”. O encarte do CD promocional, distribuído nas rádios e na mídia do Brasil, tinha um texto sobre o retorno de Jarre. Este promo é bastante difícil de encontrar.

promowarner
promoWarner(brasil)2008

Podem existir novas surpresas na discografia do artista no Brasil? A resposta é uma grande incógnita. Talvez sim, talvez não. Não sabemos ao certo.

Agradecimentos: Sergio “La Cage” Sobarzo (Chile) e Glenn Folkvord (Noruega)

Marcos Paulo

Fã Clube criado em 1997 nos primórdios da internet no Brasil. Buscamos sempre a realização de ao menos uma apresentação do Maestro Jean Michel Jarre em nosso país.