NO PALÁCIO DE VERSALHES, UM SHOW HISTÓRICO DE JEAN-MICHEL JARRE (COM PROBLEMAS DE TRANSMISSÃO)

Concerto de Jean Michel Jarre no Palácio de Versalhes Foto: © LP / Fred Dugit

No cenário excepcional da Galeria dos Espelhos, o músico e compositor realizou no dia 25 de dezembro, um cativante concerto de Natal, onde passado e futuro se entrelaçaram, perante 800 pessoas encantadas.

26/12/2023 | Por: Renaud Baronian, enviado especial a Versalhes (Yvelines) 

Um cenário histórico excepcional e um espetáculo insano: missão cumprida para Jean-Michel Jarre. No dia de Natal, o músico e compositor de 75 anos, realizou um concerto único no popular cenário da Galeira dos Espelhos do Palácio de Versalhes. Se outros já haviam tocado lá antes dele, o concerto teve um sabor histórico, pois foi a primeira vez que notas eletrônicas foram ouvidas naquele espaço.

A equipe do músico teve, portanto, de trabalhar entre a noite de domingo e as 20:00 do dia 25 para montar uma aparato técnico absolutamente maluco: cadeiras alinhadas ao longo de toda a galeria, palco central para a estrela do dia, equipamentos que permitiram um espetáculo de luzes nas paredes, espelhos e tetos, uma instalação sonora muito particular e cabos que vão de uma ponta à outra bem no alto entre os lustres, para permitir que as câmeras deslizassem por ali como pequenos trens lançados em alta velocidade.

Poucas horas antes do evento, houve um anúncio nas redes sociais da plataforma VRROOM de que o início da transmissão em Realidade Virtual estava sendo adiado por 3 horas após o início do show ao vivo, sem entrar em maiores detalhes dos motivos que levaram a essa decisão:

“🚨 Anúncio importante para os participantes do show VERSAILLES 400 em VR de Jean-Michel Jarre:
O evento de acesso público no VRROOM acaba de ser remarcado e começará às
👉 23h15 CET 👈 de hoje. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente que isso possa causar e estamos aqui para ajudar com qualquer dúvida.
Sua experiência é nossa principal prioridade e estamos ansiosos para lhes proporcionar uma noite inesquecível. Obrigado pela compreensão e apoio!”

A transmissão oficial do canal de TV W9, da rádio RTL e do canal oficial do Jean-Michel Jarre no YouTube também estavam programadas para o mesmo horário, com cerca de cinco minutos de diferença entre uma transmissão e outra.

Concerto de Jean Michel Jarre no Palácio de Versalhes Foto: © LP / Fred Dugit

Com 40 minutos de atraso, Jean-Michel Jarre abriu o baile real com um divertido remix da “Marche (pour la cérémonie) des Turcs”, conhecida referência a Lully, outrora músico e príncipe do lugar. A seguir, para grande surpresa dos fãs, foram tocadas algumas das melhores músicas do compositor, como “Oxygene” e “Equinoxe” nas versões gravadas para a coletânea AERO (2004). No centro da galeria, o músico tocava com seus teclados e máquinas, girando constantemente para que ninguém do público, dividido em dois grupos, ficasse sem receber sua devida atenção.

Não é só Jarre que foi a atração do dia, mas também o que aconteceu graças à magia do show de luzes. Jean-Michel Jarre sabe o que faz e vem produzindo esses efeitos há mais de quarenta anos. Mas talvez nunca antes ele tenha mergulhado em um ambiente tão rico em história, como na Galeria dos Espelhos concluída em 1684. Projetores e difusores de luzes foram alinhados, onde colunas de tela intercaladas permitiram ver o que os espectadores de VR estavam observando: imagens de criaturas estranhas ou um “avatar” tecnológico do compositor tocando em uma galeria virtual em frente a um público heterogêneo com vestimentas de trajes barrocos.

Concerto de Jean Michel Jarre no Palácio de Versalhes Foto: © LP / Fred Dugit

Os olhos do público de Versalhes também se voltaram para o alto: as projeções coloridas de espirais, formas geométricas circulares e gotas de água estilizadas nos afrescos e lustres do teto criaram uma mudança insana em que a história e o futuro se misturavam. Tudo isso, combinado com uma qualidade acústica excepcional graças a uma bateria de alto-falantes altamente técnicos, que foram regulados em um volume não muito alto para não danificar os espelhos, mas com um som muito envolvente. As músicas, mixadas com as imagens e a beleza do local, produziram um efeito mágico e psicodélico.

Um show completo que hipnotizou o público, com muitas pessoas de cabelos brancos na plateia, que batia palmas sentada nas cadeiras da galeria, enquanto a música eletrônica de Jarre tocava. No entanto, nos últimos vinte minutos do show, as pessoas se levantaram em um frenesi, dançando sob os lustres do século XVII. Surreal.

Concerto de Jean Michel Jarre no Palácio de Versalhes Foto: © LP / Fred Dugit

É preciso dizer que a maioria do público é completamente devota ao compositor, como Nicolas, de 35 anos. Morador de Foix (Ariège), se mostrou muito animado durante o evento: “Sou fã dele desde 1997, tenho todos os seus álbuns e esta deve ser a oitava vez que o vejo. Mas aqui foi mágico, nesse espaço de prestígio, e o som envolvente foi alucinante. Em maio de 2024, provavelmente irei vê-lo em Bratislava, na Eslováquia…”

Fã de longa data, Amélie, de 57 anos, moradora de Versalhes, estava igualmente encantada: “Temos a tendência de esquecer que Jean-Michel Jarre inventou a música eletrônica, mas com inspirações clássicas. E ele é um músico imenso. Então acho que ele estava no lugar certo nesta noite, nesta fabulosa Galeria dos Espelhos. Ele conseguiu fazer a transição entre o passado e o futuro, e acabou de provar isso…”

Romain, 22 anos, morador de Lille, foi “educado” por seus pais ouvindo Oxygene: “Estou acompanhando meus pais. Eles me fisgaram! Foi graças à paixão deles por Jarre que eu descobri a música eletrônica, sendo mais fã do Daft Punk. Mas tenho que admitir que este show me surpreendeu, especialmente com as projeções de luzes. Além disso, eu nunca tinha visitado o Palácio de Versalhes antes, então foi bom, pois meus pais compraram um ingresso para mim…”

SETLIST:

La Marche (pour la cérémonie) des Turcs
Epica + Oxygene 4 (Renault)
The Opening ((Movement 8)
Oxygene 2 (versão do álbum AERO)
Equinoxe 4 (versão do álbum AERO)
Equinoxe 7 (Electronica Tour)
Industrial Revolution 2
Chronologie 6 (versão do álbum AERO)
The Architect
Oxygene 19
Zero Gravity (Above & Beyond Remix)
Falling Down
Stardust

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O canal de TV W9 e a rádio RTL transmitiram o concerto às 23:10 (19:10 pelo horário de Brasília). Assim que a transmissão começou, os fãs mais uma vez foram surpreendidos com um anúncio inesperado:

“Infelizmente, houve um problema com o Stream do YouTube para o show do Versailles 400 esta noite. Ele não será transmitido como planejado às 23:30. Nós notificaremos vocês assim que estiver no ar nos próximos dias. O vídeo permanecerá no ar por 24 horas. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado. Fiquem atentos a este espaço.”

Para quem tentou entrar no VRROM para acompanhar o concerto em VR, mais problemas. Poucos conseguiram participar. Quem teve a sorte de conseguir fazer login nos servidores do VRROOM, se deparava com uma mensagem preta com um temporizador de areia, pedindo para clicar para participar. E aquela tela preta se transformava no pôster de show. Logo após as pessoas se dirigiam para algum lugar e voltavam ao ponto de partida. Não importava quantas vezes a pessoa tentava, ela sempre acabava onde começava. Alguns saíram do aplicativo e tentaram novamente, mas não conseguiram mais fazer login. Frustração para muitos fãs.

No dia seguinte, a VRROOM se desculpou em suas redes sociais:

“Lamentamos profundamente os problemas técnicos que alguns de vocês enfrentaram durante o show de ontem com Jean-Michel Jarre. Compreendemos a frustração de vocês por não conseguirmos nos conectar e pedimos sinceras desculpas. A participação esmagadora, uma prova da incrível base de fãs de Jean-Michel Jarre, infelizmente levou à sobrecarga dos nossos servidores. Para aqueles que puderam participar, esperamos que tenham gostado do design imersivo de VR e 3D e do desempenho fenomenal. Estamos organizando uma reprise do programa e avisaremos assim que estiver disponível. Obrigado pela compreensão e apoio.”

Também no dia 26, como foi prometido, Jarre postou o vídeo completo do concerto no YouTube. Ao contrário do que foi anunciado, o concerto continuou no ar após 24 horas e não foi divulgado por quanto tempo o vídeo permanecerá no canal do tecladista francês. Além disso, cópias do concerto na íntegra ou de trechos, podem ser encontradas em canais de fãs.

“A transmissão de Versalhes já está disponível no meu canal no YouTube (exceto na França, Mônaco e Andorra, onde vocês podem acompanhar a reprise da trsnmissão no canal de TV W9). Espero que vocês gostem de assistir tanto quanto eu gostei da apresentação de ontem à noite!”

Apesar de todos os problemas, o concerto ao vivo de Jean-Michel Jarre foi um verdadeiro presente de Natal para os fãs de música eletrônica e da história. E pode servir de um aperitivo para os próximos eventos que acontecerão em 2024. Dois concertos já estão confirmados: o de Brastislava para o Festival Starmus e o de Francofolies de la Rochelle, sendo esse último agendado para o tradicional feriado nacional francês do Dia da Bastilha.

Algumas entrevistas do Jarre realizadas poucas horas antes do início do show:

Fontes: Le Parisien|VRROOM|Jean-Michel Jarre|Sophie Jehaes|Ali Alsawaf


Views: 96