La Defense – 25 years

la defneseLA DEFENSE – 25th anniversary

INTRODUCTION

PORTUGUÊS
  No último mês, pedimos a fãs do mundo inteiro, para participar de um tributo ao concerto Paris La Defense, ocorrido em 14 de Julho de 1990. Ao longo do mês, recebemos diferentes trabalhos de fãs, que vão de homenagens em formas de fotos,montagens, textos, vídeos, covers e muitas coisas legais. Criamos aqui, nesta página do nosso site, um lugar exclusivo onde serão exibidos todos os trabalhos recolhidos dos fãs que participaram deste tributo.
  O dia 14 de Julho de 1990, marcou os encerramentos das comemorações do bicentenário da Revolução Francesa de 1789. No distrito comercial de La Defense, em Paris, o músico francês Jean Michel Jarre e sua equipe de músicos, artistas e técnicos, realizaram um dos maiores concertos abertos que se tem notícia no mundo, que chegou a ter seu registro no Guinness Book, o Livro dos Recordes com mais de 2,5 milhões de pessoas que lá estiveram. Este é nosso tributo para aqueles que lá estiveram, para os que acompanharam na TV em diferentes partes do mundo, para aqueles que viram seus vídeos e anos depois para os que assistiram ao concerto na Internet. Será um marco histórico que os fãs jamais irão esquecer.
ENGLISH
In the last month, we asked fans worldwide to participate in a tribute to Jean Michel Jarre’s concert “Paris La Defense”, held on 14th July 1990. During this time, we received different works of art, ranging from tributes in form of photos, assemblies, texts, videos, covers and many other cool things. We create here a unique place where you see all the works collected by fans who participated in this tribute.
 The day, July 14th 1990, marked the closure of the French Revolution bicentennial celebrations of 1789. In the business district of La Defense in Paris, the French musician Jean Michel Jarre and his team of musicians, artists and technicians, made one of largest open concerts ever staged, which came to have his record in the Guinness Book of Records with more than 2.5 million people present. This is the fans’ tribute to those who were there, those who followed the concert on TV in different parts of the world, those who saw the videos and years later, those who attended the concert on the internet. Last but definitely not least, a tribute to Jean Michel Jarre, concert genious.
 FRANÇAIS
 Le mois dernier, nous avons demandé aux fans du monde entier de participer à un hommage au concert de Paris-La Défense, qui se tiendra le 14 juillet 1990. Pendant tout ce temps, nous avons reçu des travaux très variés de fans, qui vont de contributions sous forme de photos, de montages, de textes, de vidéos, de covers et de tas d’autres choses sympathiques. Nous avons créé ici, dans cette page de notre site, un endroit unique où vous pouvez découvrir tous les travaux réunis des fans qui ont participés à cet hommage.
 Ce jour du 14 juillet 1990 marque la conclusion des commémorations de la Révolution française de 1789. Dans le quartier d’affaires de La Défense, le musicien français Jean Michel Jarre et son équipe de musiciens, artistes et techniciens, ont créés le plus grand concert en extérieur jamais vu dans le monde, ce qui a été inscrit dans le livre Guinness des records, avec plus de 2 millions et demi de personnes présentes. Ceci est notre hommage à ceux d’entre vous qui étaient sur place, ceux qui l’ont suivi à la télévision dans différents pays du monde, ceux qui l’ont vu en vidéo, ou sur Internet. Ce sera une clé de voute que les fans ne perdront jamais des yeux.
ESPAÑOL
En el último mes, pedimos los fans de todo el mundo a participar homenaje al concierto de Paris La Defense, celebrado el 14 de julio de 1990. Durante este tiempo, hemos recibido diferentes trabajos de los fans, que van desde homenajes en forma de fotos, montajes, textos, vídeos, portadas y muchas cosas interesantes. Creamos en esta página de nuestra web, un lugar único donde se ver todas las obras completas de los fans que participaron en este homenaje.
El día 14 de julio de 1990 marcó el cierre de las celebraciones con motivo del bicentenario de la revolución francesa de 1789. En el distrito financiero de La Defense en París, el músico francés Jean Michel Jarre y su equipo de músicos, artistas y técnicos, crearon uno de las mayores conciertos en espacio abierto jamás escuchado en el mundo y que llegó a tener su récord en el Libro Guinness, con más de 2,5 millones de personas que estaban allí. Este es nuestro homenaje a los que estaban allí, a los que siguieron por televisión en diferentes partes del mundo, a los que vieron sus vídeos y años más tarde a aquellos que asistieron al concierto a través de Internet. Será un hito que los fans nunca olvidarán

La Defense brazilian tv broadcast remastered
Opening Animation by Joao Solimeo.
Introduction by Miguel Falabella (Rede Globo TV – Brazil)

“This time the Jean Michel Jarre’s super spectacle occupies the most modern and revolutionary space of the new Paris. The La Defense. The magnificent pyramid built to mark the advent in Europe of high-tech era.
In this concert Jarre exceeds all limits known and moves decisively toward a new horizon of beauty.”

“Cette fois le super spectacle de Jean Michel Jarre occupe l’espace le plus moderne et révolutionnaire de la nouvelle Paris. La commune de La Défense . Le magnifique pyramide construite pour marquer l’avènement en Europe de l’ère de la haute technologie .
Dans ce concert Jarre dépasse toutes les limites connues et se déplace de manière décisive vers un nouvel horizon de la beauté .”

“Esta vez el súper espectáculo de Jean Michel Jarre ocupa el espacio más moderno y revolucionario del nuevo París . El La Defense. La magnífica pirámide construida para conmemorar la llegada en Europa de la era de la alta tecnología.
En este concierto Jarre supera todos los límites conocidos y se mueve con decisión hacia un nuevo horizonte de la belleza.”

“Desta vez o super espetáculo de Jean Michel Jarre ocupa o mais moderno e revolucionario espaço da nova Paris. O La Defense. A magnifica pirâmide construída para marcar o advento, na Europa, da era da alta tecnologia.
Neste concerto Jarre ultrapassa todos os limites já conhecidos e avança decididamente em direção a um novo horizonte de beleza.”

 

7 thoughts on “La Defense – 25 years

  • Avatar
    1 de janeiro de 2021 em 02:40
    Permalink

    Estou escrevendo esse review em homenagem ao grande Jarre na noite da virada de 2020 para 2021, enquanto o mago acabou de encerrar o concerto Welcome to the other side. Minha longa jornada de admiração ao trabalho desse magnífico compositor vem desde os meados dos 80, quando ainda na infância ouvia os bolachões de Oxygene, Equinoxe, Les Chants Magnetiques, e Rendez-vous. Sua arte é magnífica, orgânica e magnética, instintiva, mesmo aos ouvidos de uma criança. Aí vieram os mega shows na TV aberta, Destination Docklands lançando o excelente álbum Revolutions e Paris La Defense lançando Waiting for Costeau. Nossa, ver o ídolo na telinha foi a glória pra esse então menino! Milhões de pessoas vibrando nesses espetáculos transformaram Jarre em super herói para mim. E até hoje, ele assim ainda é para mim. Cá estou quase 30 anos após La Defense, com barbas e cabelos despontando ao grisalho, e acabei de assistir ao meu ídolo, jovial, “ageless”, imortal. Arte nova com qualidade incrível, desde sempre, para sempre!
    Salve Jarre, salve 2021! Que venham esperanças de dias melhores, mas já agradeço pela arte do mago para nos inspirar.

  • Avatar
    4 de janeiro de 2020 em 21:46
    Permalink

    Sou fã de Jarre desde 1987, quando em setembro daquele ano a TV Manchete exibiu um Conexão Internacional com Roberto D’Ávilla entrevistando e apresentando o artista. Foi amor à primeira vista pela música de Jarre e já em 1989 eu já tinha todos os álbuns disponíveis, apesar da dificuldade de viver em uma cidade de interior e pelo preço dos discos. Batia boca com amigos e colegas que diziam que os concertos do Pink Floyd eram melhores que os de Jarre. Meu sonho era que ele realizasse um concerto no Brasil. Meu sonho era aprender francês. Meu sonho era ser como ele. Mas… Eu cresci. Veio 1998. Eu havia acabado de comprar o CD Oxigene 7-13 e o ouvia sem parar. A Copa do Mundo seria na França; eu estava empolgadíssimo. A França se presta ao papel ridículo de comprar a final da Copa em cima do Brasil. Desgostei. Deixei Jarre de lado, fui parando de ouvir. Quando ouvia, uma mágoa muito forte me atingia. Com o tempo, com leituras, com estudos, fui vendo, percebendo e entendendo o quanto o povo francês é idiota, de esquerda, tendencioso a ideologias nefastas e deu ao mundo Ocidental a pior desgraça que poderia existir: aquilo a que se chama “revolução francesa”, cujo principal legado é a idolatria a bandidos, disfarçada de defesa da liberdade. Já li e vi entrevistas de Jarre. Já o ouvi dizer que participou das palhaçadas de maio de 68; já percebi que ele é de esquerda, o que o coloca no nível de boçais como Chico Buarque e que tais. Já não quero que ele venha ao Brasil. Não precisa. Já temos imbecis demais aqui. Se vier, vai ser para apresentar músicas em ritmo de samba, funk, baião, xaxado e gritar “Lulá livrê”. Jean Michel, “libertè, egalitè, solidarietè, vai se fuder”, você com sua França que está abrindo as portas (ou as pernas) da Europa para o islamismo. Talvez a britânica Charlotte Rampling esteja certa. Hoje, aos 45, eu aprendi a ouvir apenas o som da música de Jarre, e prestar atenção aos acordes, ao andamento, aos instrumentos, à melodia, sem vincular à pessoa. De vez em quando, apenas um lamento: que pena que é francês.

  • Avatar
    2 de maio de 2019 em 22:04
    Permalink

    O problema são os produtores nacionais que não querem se arriscar com um artista já um pouco duvidoso e cachê alto. Não estamos mais nos anos 80…

  • Avatar
    2 de maio de 2019 em 00:03
    Permalink

    Este cara tem algum problema com o Brasil? Por que nunca veio aqui? Até Chile e Argentina já o prestigiou. O que acontece?

  • Avatar
    28 de julho de 2015 em 10:10
    Permalink

    Bom dia! Tenho 30 cds e 09 dvds (sendo um albúm) que comprei em Berlin !Jarre in china. Gostaria de saber, quantos cds e quantos dvds faltam para fecha a coleção? Obrigado.

  • Avatar
    19 de julho de 2015 em 22:07
    Permalink

    So great to see the view from the ones behind it all,- I remember watching the cablings in the streets the days before and was amazed of the scale of it all. 🙂
    Perfect spot for an event like this.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.