EXPOSIÇÃO AMAZÔNIA CHEGA A MADRID

Está chegando a vez dos espanhóis contemplarem a consagrada exposição Amazônia de Sebastião Salgado. A mostra desembarca em Madrid no dia 13 de setembro e ficará montada até 14 de janeiro de 2014, no Centro Cultural de la Villa de MadridTeatro Fernán Gómez.

Uma exposição de fotografias do renomado fotógrafo brasileiro concebida para mostrar a beleza e sensibilizar para a fragilidade do principal ecossistema do planeta. “Amazônia” é o resultado de sete anos de trabalho do grande mestre da fotografia do nosso tempo, que foi o vencedor do “Prêmio Príncipe das Astúrias” em 1998. Salgado capturou a grandiosidade da natureza e sua relação com doze comunidades indígenas em lugares remotos da selva tropical.

Monte Roraima. Estado de Roraima, Brasil, 2018

É uma experiência multi-sensorial que permitirá entrar na exuberância e nos sons da floresta através de fotografias, filmes, da trilha sonora composta pelo músico Jean-Michel Jarre e na ambientação dos sons naturais da Amazônia captados pelo Museu de Etnografia de Genebra.

A mostra é um projeto expositivo único em que fotografias de grande formato se combinam com a música e os sons da natureza, para criar uma experiência imersiva. Desta forma, “Amazônia” quer mostrar a beleza deste ambiente e conscientizar a população sobre a importância de sua conservação. Em suma, é uma oportunidade única de viajar, através da arte, até este recanto fundamental do planeta, descobrir o seu entorno, deixar-se envolver pelos seus sons e dar voz às comunidades indígenas que lá moram.

Tudo isso faz de “Amazônia” muito mais que uma exposição. É uma experiência para mergulhar através dos sentidos, para se perder e descobrir este magnífico enclave natural.

Uma exposição que já foi visitada por mais de 1,4 milhão de pessoas em ParisRomaLondresSão Paulo, Manchester (Rápido & Rasteiro de abril de 2022), Avignon (Rápido & Rasteiro de julho de 2022), Rio de JaneiroCalifórnia, Zurique (até 24 de setembro – Rápido & Rasteiro de junho de 2023) e Milão (até 19 de novembro – Rápido & Rasteiro de maio de 2023).

CARTA DE SEBASTIÃO SALGADO E LÉLIA WANICK SALGADO SOBRE A EXPOSIÇÃO ‘AMAZÔNIA’

“O nosso planeta nunca enfrentou um perigo tão grande como o deste século. Os efeitos causados pelo aquecimento global, a desertificação dos solos, a poluição dos oceanos e a destruição constante da biodiversidade representam um desafio significativo para o ser humano. Esta emergência climática é um lembrete constante da fragilidade do nosso ambiente, cuja estabilidade é essencial para a sobrevivência de toda a vida na Terra. A Floresta Amazônica, conhecida coloquialmente como ‘o pulmão do mundo’ graças à absorção de grandes quantidades de dióxido de carbono, é sem dúvida um fator-chave na luta contra o aquecimento global. No entanto, sua destruição está se acelerando como resultado de incêndios provocados intencionalmente para limpar terras para fazendas de gado e plantações de soja. O envenenamento de riachos e rios por garimpeiros independentes e a invasão implacável de florestas virgens por madeireiros que extraem ilegalmente madeiras nobres valiosas estão exacerbando esta tragédia ecológica e humana, tornando cada vez mais difícil proteger os povos indígenas que vivem neste vasto território. Esta floresta tropical abriga um décimo das espécies de flora e fauna do nosso planeta e representa o maior laboratório natural do mundo. Cerca de 310 mil indígenas vivem nesta região, abrangendo 169 grupos étnicos diferentes e falando nada menos que 130 idiomas. Hoje, este mundo antigo também corre o risco de desaparecer. Foi este horizonte calamitoso que deu origem a este ambicioso e urgente projeto fotográfico. O nosso objetivo não é denunciar o horror da devastação, mas mostrar a beleza incomparável desta região e sublinhar a importância da preservação da floresta e dos seus habitantes. Esta exposição é fruto de sete anos de experiência humana e de expedições fotográficas – terrestres, aquáticas e aéreas – de uma AMAZÔNIA ainda em grande parte desconhecida e infinitamente surpreendente. Através do poder das imagens, aspiramos destacar a majestade da natureza e a nobre simplicidade do estilo de vida da população indígena. Acreditamos que a humanidade como um todo tem a responsabilidade de cuidar do seu patrimônio comum, entre os quais está o milagre da AMAZÔNIA.”

DETALHES DA EXPOSIÇÃO:

Período: De 13 de setembro de 2023 a 14 de janeiro de 2024.
Local: Centro Cultural de la Villa de Madrid – Teatro Fernán Gómez – Plaza de Colón, 4, Madrid, 28001.
Horários: De terça a domingo, das 10:00 às 21:00 (o acesso não será permitido após as 20:00). Fechado às segundas-feiras.
Acessibilidade: espaço acessível para pessoas com necessidades especiais.
Valores: 
Geral: 10,90€.
Menores de 14 anos, portadores do Cartão Jovem, aposentados, pessoas com deficiência, desempregados e famílias numerosas: 7,95€.
Amigos (6 a 14 pessoas): 9,70€ por pessoa.
Grupos (mínimo de 15 pessoas): 8,90€ por pessoa.  
Escolas (mínimo de 20 alunos): 4,95€ por pessoa. 
Acesso gratuito para menores de 3 anos.
Visitas guiadas: preencher este formulário.
Onde comprar: Aplicativo Fever (disponível no Google Play e Apple Store) e site da Fever.

Fontes: www.teatrofernangomez.es|amazoniasebastiaosalgado.com

Views: 54