Diretor de Corais

BRUNO ROSSIGNOL

Bruno Rossignol nasceu em 1958 e é um compositor francês, maestro, pianista e educador musical. Estudou música na École normale de musique de Paris e na Sorbonne (edifício no Bairro Latino de Paris que a partir de 1253 abrigava o College of Sorbonne, parte de uma das primeiras universidades do mundo, mais tarde renomeada Universidade de Paris). Em seguida, dirigiu corais. Foi o primeiro maestro estagiário na Ópera de Paris e do coral da Orchestre de Paris. Foi então maestro fundador do Île-de-France Chamber Choir (primeiro lugar nas competições internacionais de Malta em 1989 e Verona em 1993). Com este conjunto, ele recebeu o Grand Prix des Hauts-de-Seine em 1996.

Foi diretor dos Conservatórios de Jouy-en-Josas de 1989 à 1992, Suresnes de 1992 à 1997, Orsay de 1997 à 2000, Bourges de 2000 à 2005 e Hector Berlioz em Paris de 2005 à 2010. Conduziu o coral adulto do conservatório Paul Dukas em Paris de 2006 à 2010.

De 1988 à 1995, dirigiu os corais dos shows de Jean-Michel Jarre, estando presente nos concertos de Docklands, La Défense, na Torre Eiffel e na turnê Europe in Concert. Participou também das gravações do álbum Revolutions e da apresentação de Jarre nas comemorações do centenário da Torre Eiffel em 1989.

Em 2011, foi nomeado diretor do Conservatoire à rayonnement départemental (CRD) de la Dordogne e diretor artístico do Dordogne Instrumental Ensemble (E.I.D.) com o qual ele atua principalmente na Aquitânia (região histórica que forma o canto sudoeste da França). Ao mesmo tempo, criou o coral Dordogne que se torna o coral Paratge em 2016. No mesmo ano ele assumi a direção do conservatório Jean-Philippe Rameau em Paris.