RÁPIDO & RASTEIRO – OUTUBRO DE 2020

JARRE PARTICIPA DE NOVO DOCUMENTÁRIO SOBRE SEBASTIEN TELLIER

O documentário “Many Lives”, dirigido por François Valenza, apresenta as infinitas metamorfoses do músico francês Sébastien Tellier, destacando a carreira de duas décadas do consagrado cantor e compositor francês. “Many Lives” inclui a participação de Tellier na turnê da banda Air em 2001 e sua apresentação para a Chanel durante a Paris Fashion Week de 2014. Revelações e histórias dos amigos mais próximos de Sébastien e de outras celebridades (incluindo Jean-Michel Jarre, Xavier Veilhan e os membros das bandas Air e Phoenix), também fazem parte do documentário, que tem 80 minutos e terá a sua primeira exibição no Doc’n Roll Film Festival, no Barbican Cinema 1, em Londres, no dia 8 de novembro.

Fonte: Doc’n Roll Film Festival

JARRE FAZ CAMPANHA PARA QUE OS MÚSICOS COMPREM INSTRUMENTOS EM LOJAS LOCAIS

O músico francês Jean-Michel Jarre aparece em um vídeo publicado no dia 28 de outubro no canal da revista eletrônica italiana Funweek no YouTube, fazendo uma campanha para que os músicos utilizem as lojas locais para comprarem instrumentos novos. O objetivo é ajudar os vendedores nesse momento difícil que a Europa está passando devido à pandemia do Covid-19. O tecladista americano Jordan Rudess também aparece no vídeo. Ative as legendas para o português:

Fonte: Canal Funweek no YouTube

ENTREVISTA DE JARRE PARA A RÁDIO DUBLAB EM 2017 É PUBLICADA NO YOUTUBE

Dublab é uma estação de rádio sem fins lucrativos com sede em Los Angeles (EUA), que desde 1999 vem transmitindo música de amplo espectro de todo o mundo. A programação da rádio se expandiu para incluir a produção de exposições de arte originais, filmes, lançamentos de discos e eventos, e programas educativos relacionados à saúde, juventude, desenvolvimento, educação e processos criativos. Em 2 de outubro de 2017, o DJ Slayron entrevistou Jean-Michel Jarre para o programa “Analogue Players Club”, mas só agora, três anos depois, a rádio disponibilizou a entrevista em seu canal no YouTube, no dia 12 de outubro (ative as legendas para português):

Fonte: Canal da rádio Dublab no YouTube

TECLADISTA DA BANDA “SORRY BOYS” REVELA HISTÓRIA COM JEAN-MICHEL JARRE

“Sorry Boys” é uma banda de rock polonesa formada em 2006 em Varsóvia, por Tomasz Dąbrowski (guitarra) e Piotr Blak (guitarra e teclados). No dia 20 de outubro, Piotr Blak publicou no seu Instagram, uma curiosidade envolvendo Jean-Michel Jarre:
“Em 2011, coloquei à venda o meu sintetizador vocoder soviético Elektronika EM-26. Veio um homem interessado em comprar. Por curiosidade, perguntei se ele estava colecionando sintetizadores soviéticos. Ele disse que era um presente para o ‘seu chefe’. Eu perguntei se ele poderia me dizer quem iria receber meu sintetizador. Ele disse que se me dissesse, eu dobraria o preço. Eu prometi que isso não aconteceria. Alguns dias depois, meu Elektronika EM-26 foi dado a @jeanmicheljarre. Tenho uma foto da entrega do presente. Nossa história de amizade continuou. Para o Mestre, também trouxe um Polivoks da Minsk e o renovei.
Tenham um bom dia
🌻”

Fonte: Piotr Blak

JARRE TESTA NOVO INSTRUMENTO DESENVOLVIDO POR MICHEL GEISS

O ex-le tribe Michel Geiss publicou no seu Facebook oficial, um texto afirmando que Jean-Michel Jarre está testando um novo instrumento desenvolvido por ele: o “OctoPlus”. Geiss disse que Jarre ficou bastante entusiasmado com o instrumento e acredita nessa mesma reação durante a comercialização, que ele espera que venha em breve.

Fonte: Michel Geiss

EōN É USADO COMO FUNDO MUSICAL DE EXPOSIÇÃO EM LILLE

O Palais des Beaux-Arts de Lille é um museu público dedicado às artes plásticas, arte moderna e antiguidades. É um dos maiores locais do gênero na França, recebendo milhares de visitantes todos os anos para desfrutar de suas coleções de Rubens, Van Dyck, Goya e Delacroix para citar apenas alguns. Apesar da contínua interrupção causada pela pandemia do Covid-19, o museu inaugurou no dia 15 de julho uma nova exposição: a sexta edição do “Open Museum Music”.
No centro desta exposição está uma criação visionária, que foi desenvolvida pelo pioneiro da música eletrônica Jean-Michel Jarre em parceria com a BLEASS (empresa de tecnologia musical que visa a engenharia de instrumentos digitais de alta qualidade para todos os músicos).
A obra de arte, conhecida como EōN, foi projetada para imergir os visitantes em uma experiência audiovisual, graças à música em constante evolução e a uma progressão orgânica sem fim do conteúdo visual.
Para a exposição, o motor de áudio ‘infinito’ da BLEASS foi ampliado, do tamanho de um smartphone, para uma tela de vídeo Sony 4K Bravia de 75” montada na parede ladeada por um par de alto-falantes iX8, a nova gama de alto-falantes compactos da marca APG dedicada à instalação fixa interna.
Embora a pandemia tenha limitado as viagens na França – o que, por sua vez, reduziu o número de visitantes ao museu – a exposição já recebeu milhares de visitantes e tem término previsto para 10 de janeiro de 2021.

Fonte: https://mailchimp.com/

FALECEU JEAN-FRANÇOIS ZURAWIK, UM DOS RESPONSÁVEIS PELAS PROJEÇÕES DO CONCERTO DE LYON

Jean-François Zurawik foi encontrado morto em casa, na cidade de Lyon, em 8 de outubro. De origem da Alsácia (região histórica situada no nordeste da França, na planície do rio Reno), onde possuía uma empresa de eventos, Jean-François Zurawik ou JFZ para seus amigos e colaboradores, foi um dos primeiros na França a usar mapeamento: neste caso, as projeções de imagens gigantes.
Foi essa prática que o levou à Lyon em 1986, onde participou na época, do famoso concerto de Jean-Michel Jarre, que permanece na memória de Lyon. Mudou-se para a capital dos gauleses em 2003, onde se tornou diretor do departamento de eventos e animação.
Em 2005, durante o primeiro mandato de Gérard Collomb, ele assumiu a coordenação da Fête des Lumières. O evento se tornou uma referência internacional em termos de criação de luz efêmera.
Ao selecionar designers de iluminação de alto voo, ele fez deste Festival um evento de alta qualidade artística, testemunhado por um público que varia de três a quatro milhões de visitantes registrados a cada ano.
Este homem caloroso e discreto que nunca se apresentou e permanecia nas sombras da Fête des Lumières, morreu aos 67 anos.
Ainda não está claro como será realizada a edição de 2020, nas circunstâncias atuais da pandemia do Covid-19. Mas provavelmente acontecerá de uma forma muito diferente. Todos que conheciam JFZ pensarão muito nele nesta ocasião.
R.I.P. Jean-François Zurawik

Fonte: Lyon Entreprises

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.