BRASILEIRO TEM RECONHECIMENTO DE MICHEL GEISS POR MINI SYNTHS

Ronaldo Lopes Teixeira Rolt

O videografista e designer brasileiro, grande entusiasta de música progressiva e eletrônica, Ronaldo Lopes Teixeira Rolt, tem como hobbie, montar miniaturas de teclados, pianos e sintetizadores históricos famosos usados por vários músicos como “Pink Floyd’, “Emerson, Lake e Palmer”, “Yes”, “Vangelis”, “Jean Michel Jarre” entre outros. Seus trabalhos são muitas vezes expostos em exposições pelo Brasil.

Recentemente, uma das suas mais recentes replicas de sintetizadores , foi um ARP 2500, que acabou chamando a atenção nada mais, nada menos que Michel Geiss, da Le Tribe de Jarre de 1976 a 1994. Geiss acabou achando o trabalho de Ronaldo L.T. Rolt, fantástico e compartilhando nas suas redes sociais para que todos pudessem ver.

Estas réplicas são feitas de Madeira balsa e outros materiais, na qual Ronaldo trabalha com muito capricho por alguns dias . E o resultado ele sempre faz questão de compartilhar com vídeos no youtube como estes abaixo usando músicas do Jarre como referência ao sintetizador principal da música.:

 


Ronaldo Lopes Teixeira Rolt é paulistano músico, publicitário e artista da computação gráfica, cria filmes e materiais visuais.  Já colaborou com a MTV, com a TV HBO, e também com a TV Cultura  e por muitos anos como videografista da TV Bandeirantes.  Já ilustrou muitas revistas, inclusive capas para Veja, Superinteressante, Mundo Estranho, Galileu, dentre outras. Ronaldo também fez algumas artes gráficas como uma montagem estilo de pinturas renascentistas, com astros do rock prog . Em uma delas, onde só existe tecladistas, podemos ver Jean Michel Jarre ao lado de Rick Wakeman, Vangelis, Rick Wright, Keith Emerson entre outros.

 

Fonte:  Ronaldo Lopes Teixeira Rolt

Agradecimentos: Michel Geiss

Entrevista: https://www.pinkfloyddream.com/single-post/2017/12/14/Entrevista-Pink-Floyd-Dream-Ronaldo-Lopes-Teixeira-Rolt

2 comentários em “BRASILEIRO TEM RECONHECIMENTO DE MICHEL GEISS POR MINI SYNTHS

  • 3 de fevereiro de 2018 em 10:44
    Permalink

    Jarre tinha que ver isso! E Patrick Pelamourgues também!

  • 30 de janeiro de 2018 em 17:55
    Permalink

    Muito legal! Além disso, não sabia que era brasileiro o artista daquela Santa Ceia dos tecladistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 3 =