JARRE NA “15° LA SEMAINE DU SON” NA FRANÇA

Entre os dias 20 de janeiro a 4 de fevereiro na França, aconteceu a 15° edição da “La Semaine du Son” na França.

A “La Semaine du Son” é um evento que ocorre anualmente na França para sensibilizar o público e todas as partes interessadas na sociedade sobre a importância do som e a qualidade do nosso ambiente sonoro. Palestras, debates, workshops, eventos sonoros, concertos, exibições, ações educativas, destacam as questões societárias do som e são acessíveis a todos de graça, exceto a menção expressa no programa.

Este ano o músico francês Jean Michel Jarre, através da UNESCO, órgão mundial na qual é Embaixador da Boa Vontade, foi um dos patrocinadores e chegou a gravar alguns vídeos de divulgação e palestras em dezembro sobre a importância do evento.

J.M.Jarre e Christian Hugonnet

No dia 22 de janeiro, no Ministério da Saúde em Paris, Jarre fez um discurso de abertura, junto com Christian Hugonnet, presidente fundador da “La Semaine du Son”, cujo o tema foi “Audição com saúde”. Jarre falou sobre a abordagem positiva da audição musical de forma segura e seu impacto na percepção auditiva, principalmente nos dias de hoje com os formatos comprimidos de música.

Para levar este flagelo à frente, La Semaine du Son pôde contar com um patrocinador de renome. Um músico de renome mundial com 80 milhões de álbuns vendidos, precursor da música eletrônica, Jean-Michel Jarre domina o assunto na ponta dos dedos: “Mais de um bilhão de pessoas ao redor do mundo possuem dificuldades em ouvir. Como artista, é importante pensar sobre como a música é distribuída. Trata-se de como consumi-la de forma inteligente. Paris sendo um lugar com muitas festas, seria uma questão de favorecer os tampões nos concertos, por exemplo”.

A prova da conscientização, a Carta da Semana dos objetivos sólidos que devem ser alcançados, foi adotada pela Conferência Geral da UNESCO.“O problema da poluição sonora deve ser considerado a montante, enfatizando na prevenção e não mais na cura”, afirma Christian Hugonnet. Com estas palavras, Jean-Michel Jarre concorda de bom grado. “O silêncio entre as notas conta muito na música. Também deve contar em uma cidade, onde o ruído ambiente é o dos motores. O surgimento de transporte silencioso, como carros elétricos, é uma boa notícia”. Por trás de seus óculos escuros, o maestro das multidões abre um sorriso: “Eu sou muito otimista. Eu acho que essa mobilização funcionará”.

No dia 23, durante um discurso à noite, na sede da UNESCO em Paris, Jarre abordou a audiência da semana, falando sobre som e música. Ccomo o som é uma prioridade em nosso mundo, abordando problemas nesta área através da UNESCO, principalmente pessoas que sofrem problemas de saúde relacionados ao som e à audição.

Jarre discursando na UNESCO

“É o nível de som e ruído ambiciosos, em todos os momentos de nossa vida, que é em causa. Mais de 1 bilhão de seres humanos de hoje, já são afetados por problemas de audição, e a situação só piorará, se não abordarmos o problema, por meio da educação e do progresso científico. Isso nos oferece mais e mais ferramentas tecnológicas performantes e também claro, um despertar e a realização de atores-chave no setor cultural, para melhorar nosso relacionamento com o Som.”

Jarre e Christian Hugonnet

Fontes: Jean Michel Jarre / “La Semaine du Son”

http://www.leparisien.fr/paris-75/paris-operation-sensibilisation-pour-la-semaine-du-son-24-01-2018-7520355.php