RÁPIDO & RASTEIRO – SETEMBRO 2015

“ESSENTIAL RECOLLECTION” SERÁ LANÇADO EM FORMATO DIFERENTE NO JAPÃO COM BONUS TRACK

O lançamento da coletânea dos maiores sucessos de Jean Michel Jarre, “Essential Recollection”, terá um lançamento exclusivo no Japão em 28 de outubro de 2015, no formato Blu-spec CD2, que é um CD de alta densidade produzido apenas no Japão, mas que é compatível com qualquer aparelho CD player. A única diferença é que este CD foi criado para ser usado em aparelhos com blue laser (o mesmo usado nos sistemas BluRay de vídeo) ao invés dos tradicionais infra-red laser. O que daria uma qualidade de som bem superior. É uma invensão exclusiva da Sony Corp, e cujos lançamentos são feitos pela Sony Music do Japão. O álbum “ELECTRONICA I”, também está sendo lançado neste formato no território japonês.

“Essential Recollection”, virá com uma faixa bonus a mais que a lançada no mercado europeu, a faixa bonus é ” Together Now (Original Full Mix) “, música em colaboração entre Jarre e Tetsuya ‘TK’ Komuro, lançada no mecado japonês para a Copa do Mundo de 1998 na França.

 

JARRE NOVAMENTE NA MOJO MAGAZINE – NOVEMBRO 2015

MOJO264-cover-Beatles-595

O músico francês Jean Michel Jarre, será novamente entrevistado este ano pela revista MOJO MAGAZINE, que chama ele na capa de “O retorno do Rei Sol do rock sintetizado”. Segundo a descrição da revista a “Primeira estrela eletronica retorna com protegidos ao reboque…ele discutirá sobre grandes shows, os espaços catastroficos e os excessos dos anos 80” – Edição do mês de Novembro.

Jarre já havia sido entrevistado ainda este ano para a edição de Agosto, ele fez as primeiras revelações sobre o E-Project que ser tornou o álbum “Electronica” cujo primeiro volume sai em Outubro próximo.

 

MICHEL GEISS FALA SOBRE “ELECTRONICA”

O ex-le tribe Michel Geiss, ainda continua a dar opinões:

“Surpresa! Acabei de descobrir isto por acaso onde estou creditado.. Ora acontece que eu amo “IF…!” a música mais do que o resto do álbum.”

“If…! É para mim um pedaço otimista e feliz. Para além disso, é bem construído. Mesmo se com tal estilo tenho dificuldade a associar o nome de Jean Michel Jarre, é, em minha opinião, o que pode tornar-se o mais popular do álbum. Neste conjunto de pedaços, há para todos os gostos… Ou quase… Mas pode ser que eu mude de ideia quando eu escutar o resto :)”

“Confesso que eu estava a passar ao lado dd Zero Gravity. Este pedaço faz muito pensar em Tangerine Dream, é certo. Mas para mim, a época dos pedaços baseados em sequências que duram vários minutos está atrás de nós. Dito isto, se há que ama, tanto melhor!”

“Parece-me que um pedaço como Zero Gravity pode ser posto em paralelo com o regresso dos sintetizadores modulares e sequenciadores vintage. No que me diz respeito, eu sou desse período. É talvez a razão pela qual eu aprecio menos este universo de sequenciadores em loop, que já fez parte da minha vida há muito tempo :)”

“Além do mais, tenho tendência a amar os pedaços construídos, como Oxygene IV Equinoxe V, Chronologie…, o que eu não encontro em Zero Gravity. Isso não me impede de apreciar pedaços muito mais longos, como aqueles de Oxygene, de Equinoxe, de Mag.Fields. Para mim, eles têm um universo, uma poesia que me corresponde melhor. Mas não é o meu aviso :)”

Muitos fãs perguntam qual seria a participação de Geiss no álbum: ” Eu não tenho participado. Eu ainda não sei muito bem o que pensar…”

Nos primeiros segundos vemos o sequenciador desenhado por Jean Lochard, (também conhecido por najo) para o senhor Jarre. Esta versão é inteiramente de software e sucede ao matrisequencer e ao digisequencer. Esclareço que é com Jean Lochard que estou trabalhando em um novo synth plug-in com um modo de síntese original.”

Fonte: Facebook Michel Geiss

FREDERICK ROUSSEAU TAMBÉM COMENTA

Respondendo ao mesmo post de Geiss, o ex-le tribe e atual diretor do IRCAM de Paris, Frederick Rousseau comentou:

“Eu achei o marketing, o projeto e os teasers (de Electronica) interessantes….. Mas isso já dura há demasiado tempo…. Os 6 meses de promo diversos é do meu parecer um pouco excessivo….. Estou à espera ansiosamente para ouvir o resultado…. Principalmente a colaboração de Jean Michel Jarre com Laurie Anderson, Hans Zimmer e Pete Townshend….”

Fonte: Facebook Michel Geiss/agradecimentos, Frederick Rousseau

 

JARRE FARÁ PARTICIPAÇÃO EM DOCUMENTÁRIO SOBRE EDGAR FROESE E TANGERINE DREAM

Bianca Froese-Acquaye (esposa de Edgar Froese) e J.M.Jarre
Bianca Froese-Acquaye (esposa de Edgar Froese) e J.M.Jarre

No dia 31/08, a viuva do músico fundador Edgar Froese, Bianca Froese-Acquaye, postou nas redes sociais uma foto ao lado de Jean Michel Jarre tirada em nos estúdios do artista nos arredores de Paris, e falou do projeto de um documentário para o canal a cabo franco-alemão, ARTE TV, sobre EDGAR FROESE & TANGERINE DREAM que será lançado em 2016.

“Acabou de retornou de Paris, onde eu encontrei e tivemos uma grande entrevista com Jean Michel Jarre, para o novo documentário do canal ARTE TV sobre EDGAR FROESE & TANGERINE DREAM! Este é um projeto na qual começou quando Edgar ainda era vivo e eu estou tão feliz que o diretor e eu decidimos continuar e terminar sobre a história visual do Tangerine Dream. Isto será um grande filme, que representará muitos aspectos da banda e entrevistas interessantes, com companheiros, colaboradores, amigos etc. Possivelmente estará disponível para transmissão na primeira de 2016. Mais detalhes virão em breve”.

Bianca Froese-Acquaye

Jarre e Edgar Froese, trabalharam juntos na faixa “Zero Gravity” para o álbum “Electronica I – The Time Machine”

Fonte: Tangerine Dream / Bianca Froese-Acquaye / Zoolook.nl

 

LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE PIONEIROS SONOROS NA FRANÇA

LIVRO DO SOM

O Festival Son & Image de Paris, anuncia o lançamento do livro ” Os mestres franceses da alta-definição do som, de Georges Cabasse à Jean-Michel Jarre”. Jean -Marie Hubert , fundador do Festival, escreveu este livro em colaboração com o fotógrafo Jean -Baptiste Millot . Eles irão apresentar o livro na ocasião da 38ª edição do Festival Son & Image . Este novo livro destaca o trabalho de empresas francesas especializadas em som de alta definição. Este trabalho é realizado em conjunto com Qobuz .

São mais de 100 páginas de fotos dedicadas ao seu trabalho, suas realizações e textos sobre os grandes nomes da França que deixaram uma marca decisiva na história da alta-fidelidade sonora de 1950 até hoje. Os fundadores da alta-fidelidade sonora na França para aqueles que abriram os caminhos para o futuro com novas tecnologias para a sua alta-definição. Este livro traça a história , design, tendências e tecnologias futuras.

O Festival Son & Image será realizado no Novotel Paris Torre Eiffel de 17 e 18 de Outubro de 2015. Preço 18 € + taxas. Durante o festival poderá ser comprado por 10 € + taxas.

 

Fonte

http://www.infodsi.com/articles/158462/maitres-francais-son-haute-definition-georges-cabasse-jean-michel-jarre.html