RENÉ AMELINE – MORRE ENGENHEIRO DE SOM DE “THE CONCERTS IN CHINA”

René Ameline

 

Faleceu na França, o Engenheiro de Som, René Ameline, responsável por fundar o Studios Ferber em Paris, onde foram mixados e gravados vários álbuns importantes da história fonográfica francesa durante mais de 40 anos. Seu trabalho nos anos 70, levou a trabalhar diretamente com os artistas produzidos por Francis Dreyfus e diretamente com Jean Michel Jarre em muitos de seus álbuns e produções, além de outros importantes nomes franceses e mundiais como Cerrone, Karen Cheryl, Françoise Hardy, Marcus Miller, Petrucciani, entre outros.

Ele mixou e gravou álbuns para Christophe, Patrick Juvet, Patrick Rondat e Dominique Perrier. Foi um dos responsáveis pela mixagem e produção dos dois primeiros álbuns do Space Art (banda de Dominique Perrier que chegou a trabalhar no Studio Ferber no começo da carreira): “Space Art” e “Trip In The Center Head‎” (ambos de 1977), criando inclusive a capa do último e anos depois, relançado o mesmo em formato digital e CD (1997).

Em 1973, Ameline, trabalhou no Studio Ferber na mixagem do single “Jolly Dolly” de um novo grupo que acabou não despontando, que tinha Jean Michel Jarre como um dos colaboradores, o “Blue Vamp”.

Na colaboração de Jarre com Christophe, René Ameline mixou os álbuns:

Les Paradis Perdus (1973), Les Mots Bleus (1974), Olympia (1975) e vários singles desta colaboração.

Nos álbuns solos de Jarre, René Ameline foi responsável pela mixagem do single “Magnetic Fields II” (1981) no Studio Fender, junto com Jarre.

Em outubro de 1981, esteve na equipe de músicos e técnicos para os históricos concertos na China, sendo responsável pela gravação ao vivo dos shows e mais tarde pela mixagem do álbum duplo “The Concerts in China”.

 china

Para o álbum “Zoolook” (84), Ameline, foi responsável pelo pela versão remix da faixa “Zoolook” lançada em single e na versão em CD do álbum homônimo. Também montada no Studios Ferber.

René Ameline voltaria só em 1997, para trabalhar com Jarre no álbum “Oxygene 7-13” e no Box especial “Complete Oxygene”, fazendo a mixagem no estúdio de Jarre em Croissy.

Amigo de longa data e colaborador, Michel Geiss, além de Patrick Rondat e a Família Dreyfus, deixaram mensagens de condolência no Facebook:

Michel Geiss:

 René Ameline, um dos nossos grandes engenheiros, simplesmente desapareceu. Longo companheiro de gravações sucesso com Jean-Michel Jarre, no período como escritor / diretor, mas também por seu trabalho notável nos shows na China, ele é lembrado por sua natureza gentil. Sua marca vai permanecer muito tempo em seus álbuns e seu espírito será sempre presente em todos aqueles que o conheciam o Studios Ferber.

Patrick Rondat :

 Sim, um grande cara, tive a oportunidade de conhecê-lo .. durante a gravação de um dos meus álbuns ..; ppff .. não é fácil ..

Família Dreyfus:

René Ameline e Francis Dreyfus, uma associação longa e leal.
René Ameline e Francis Dreyfus, uma associação longa e leal.

Nós te amamos René – Nada será como antes no Studio A. Beijos de seus amigos a mais de 30 anos . Paraíso para nós músicos …..

 Chloé Van Paris, Benoit Van Paris, Laura Dreyfus, Julie Dreyfus & Hélène

A equipe do JARREFAN-BRAZIL, envia uma mensagem de condolências expressando nossa dor para com a família de René Ameline. René sempre será lembrado pelo seu excelente trabalho junto a Jean Michel Jarre em especial a mixagem do histórico álbum “The Concerts in China”.

Discografia de Jean Michel Jarre (com trabalho de Ameline):

Magnetic Fields 2 – Single  (1981) – Mixagem no Studio Ferber.

Concerts in China – gravação ao vivo e mixagem Studio Ferber

Zoolook Rmx (1984) single e versão CD – Studio Ferber

Oxygene 7-13 (1997) – Mixagem – Croissy Studio

Complete Oxygene – (1997) – Mixagem- Croissy Studio

Discografia completa de René Ameline

http://www.discogs.com/artist/81404-Ren%C3%A9-Ameline?page=2

Fontes:  Michel Geiss / Patrick Rondat / Família Dreyfus / discogs.com

Marcos Paulo

Fã Clube criado em 1997 nos primórdios da internet no Brasil. Buscamos sempre a realização de ao menos uma apresentação do Maestro Jean Michel Jarre em nosso país.