FORBIDDEN CITY / TIAN’ANMEN SQUARE

2004 foi o ano da França na China e Jean-Michel Jarre, por ser um músico conhecido e muito apreciado no país há vários anos, foi o artista escolhido para realizar um concerto no país. Foi a terceira apresentação do tecladista francês na China, após suas apresentações em Pequim e Xangai (1981) e Hong Kong (1994). As festividades aconteceram na presença do presidente francês Jacques Chirac, que pediu desculpas ao artista por não poder comparecer ao show.

Foram realizados dois concertos em Pequim no dia 10 de outubro. O principal aconteceu na histórica Cidade Proibida e logo em seguida, Jarre entrou em um sidecar e se deslocou até a Praça Tian’Anmen, para um mini-concerto de quatro músicas. O grande destaque do show foi o fato das músicas terem sidas tocadas ao vivo em 5.1 Surround Sound, o que permitiu que o público ficasse totalmente imerso na música. O público foi dividido em vários blocos que foram organizados para que todos pudessem desfrutar do efeito sonoro.

A compilação AERO, que também foi gravada em 5.1, foi o carro chefe do show. Imagens representando vários símbolos da cultura francesa e lugares parisienses foram projetadas em estruturas infláveis ​​de formas geométricas. Como é de costume em seus concertos, Jarre convidou músicos locais para participarem do evento: duas orquestras, um coral, a cantora Cheng Lin e os músicos You Hong Fei, Wang Feng, Yang Shi Yl e Lin Yuan. A Le Tribe veio com Francis Rimbert, a volta de Patrick Rondat e a estreia de Claude Samard que atuou também como diretor musical do concerto.

A CCTV transmitiu o show ao vivo na íntegra para todo o país. Jean Michel teve a coragem de dizer em voz alta e clara em plena Praça Tian’Anmen (local do protesto dos estudantes chineses em 1989), o lema francês ‘liberdade, igualdade e fraternidade’, sob a influência da emoção que, sem dúvida, sentia naquele momento como Embaixador da Tolerância da UNESCO. Ele inclusive repetiu o lema em chinês, para que todos as pessoas que estavam assistindo ao concerto pudessem compreender o que ele dizia.

Tracklist:

Cidade Proibida:

  1. Ouverture France-Chine (Gloria)
  2. Aero
  3. Oxygene 2
  4. Oxygene 4
  5. Geometry of Love
  6. Band in the Rain
  7. Equinoxe 4
  8. Voyage à Pékin (Akropolis)
  9. Chronologie 6
  10. Zoolookologie
  11. Aerozone
  12. Aerology
  13. Chronologie 3
  14. Vivaldi Tribute
  15. Fishing Junks at Sunset
  16. Rendez-Vous 4
  17. Souvenir of China
  18. Rendez-Vous 2

Praça Tiananmen:

  1. Aerology Remix
  2. La Foule (Edith Piaf tribute)
  3. Tian’Anmen
  4. Oxygene 13

Le Tribe: Francis Rimbert, Patrick Rondat e Claude Samard

Músicos convidados: Cheng Lin, You Hong Fei, Wang Feng, Yang Shi Yl e Lin Yuan

Orquestras: Beijing Sympony Orchestra e Chinese National Orchestra 

Coral: National Opera House Choir

Registros:

LIVE À PEKIN / JARRE IN CHINA (DVDs e CD)

JEAN-MICHEL JARRE À PEKIN (Photobook)

Fotos (clique nas imagens para ampliar):