RÁPIDO & RASTEIRO – NOVEMBRO/2016

OS DOIS VOLUMES DO PROJETO ELECTRONICA RETORNAM AS PARADAS INGLESAS

Devido o grande sucesso da turnê Electronica World Tour em terras britânicas, com Jean Michel Jarre tocando em arenas completamente lotadas, seus dois últimos álbuns, “Electronica  Vol 1 – The Time Machine” e “Electronica Vol 2 -The Heart of Noise”, retornaram ao charts dos mais vendidos em território britânico atingindo as posições:  28º lugar (Vol 1)  e o  13° lugar (Vol 2). Os álbuns já estavam fora dos charts britânicos há algum tempo, no caso do Vol 1, a mais de um ano.

chatuki

Fonte: Chart UK

 

PETE TOWNSHEND COMENTA SOBRE TRABALHAR COM JARRE

PETETOWN

O guitarrista e fundador da banda The Who, a lenda Pete Townshend, comentou ao Vmagazine, sobre seu trabalho com Jean Michel Jarre no álbum “Electronica – The Time Machine”:

“Jean-Michel contactou-me diretamente sobre este projeto [Electronica 1: The Time Machine, com a faixa de colaboração” Travelator (Part 2) “.) Nós nunca nos conhecemos anteriormente e nunca nos correspondíamos antes. Eu conhecia ele principalmente pelos seus estúdios, os seus sintetizadores antigos e os seus incrivelmente audaciosos concertos audiovisuais para milhões de pessoas. Parece-me ser uma espécie de instalação de arte em si mesmo. Quando nos encontramos cara a cara tivemos muito em comum, e tal empatia artística, que imediatamente nos tornamos grandes amigos.

Ele tinha preparado três faixas, que eram como faixas raves, EDM extremo. Tempo super rápido. Meu trabalho era escrever letras. Eu fui inspirado rapidamente por uma imagem de um veículo extraordinário, dirigido pelo Grande Steersman ele mesmo (Deus!) Deste planeta a outro (Deus estava abandonando a Terra à Peste, mas me levando com Ele, é claro). Eu fiz algumas demonstrações vocais, então Jean-Michel veio ao meu estúdio caseiro e fiz os vocais adequados, backing vocals, e algumas partes de ritmo de guitarra. Ele é grande produtor. Ele é incansável e bastante perfeccionista, mas também muito solidário e inspirador.

Jean-Michel é um grande contador de piadas, mas também gosta de falar sobre a evolução da tecnologia em sua própria carreira. Em outras palavras, ele fala muito. Isso não é ego, é simplesmente entusiasmo. Nós dois adoramos falar sobre essas coisas. Quando fomos jantar juntos, minha parceira Rachel disse que era como ouvir dois garotos nerds auto-obcecados falando sobre seus novos brinquedos de estúdio. É claro que também estávamos falando sobre os nossos brinquedos antigos de estúdio, aquelas máquinas velhas que os jovens tecladistas querem tentar tão mal, que agora enviamos para armazéns ou museus. O novo material é simplesmente melhor de muitas maneiras. Há uma ironia lá. Ambos nos lembramos de cortar fitas com lâminas de barbear para fazer nossos maiores sucessos.”

Fonte: http://vmagazine.com/article/powerhouse-producers-dj-khaled-linda-perry-jean-michel-jarre/

PETER BLACK COMENTA SOBRE TRABALHAR COM JARRE

boris

Em entrevista para o site britânico “Electricity Club”, um dos artistas do duo suíço “Yello“, Boris Black, comenta a colaboração e experiência no álbum “Electronica”, de Jean Michel Jarre:

” A experiência com Jean Michel Jarre foi, se você compará-lo com os jogadores de xadrez, como se você envia-se um movimento para o seu amigo em Estocolmo ou Tóquio. Ele estava em Los Angeles e ele me enviou a faixa que gostaria de colaborar com YELLO para o seu álbum. Como nosso movimento, Dieter e eu mandamos de volta para ele algumas vozes e uma história, que Dieter montou, e algumas idéias rítmicas e sonoras de mim mesmo.

Nós não nos conhecíamos até agora, mas foi uma experiência agradável e eu admiro muito sua vida musical. Lembro-me de ‘Oxygene’. Quando eu era muito jovem, eu pensei: “Uau, isso é todo um outro mundo da música eletrônica” – você sabe, que tinha a característica de Krautrock, todos os componentes eletrônicos alemães, tinha na época.

Foi um prazer e uma grande honra para nós estarmos neste álbum, em tão boa companhia, com MASSIVE ATTACK e todas estas grandes pessoas envolvidas no projeto.”

Fonte: http://www.electricity-club.co.uk/yello-interview/

DIETER MEIER (do “YELLO”) – WHY THIS WHY THAT AND WHY? (BalconyTV)

Dieter Meier, a outra metade do duo Yello, resolveu fazer uma versão acústica do tema “Why this why that and why”, do álbum “Electronica – The Heart of noise”, dia 7 de junho de 2016 para o programa Balcony TV da web. Confira aqui:

 

 

JARRE RELEMBRA OS 10 ANOS DO WIKILEAKS

Em 3 de setembro de 2016, Jarre postou no Instagram uma foto do Wikileaks com o texto. Lembrando que Jean Michel Jarre apoia a liberdade de Snowden, um dos maiores delatores que ajudaram a compartilhar informações secretas no Wikileaks e que também colabora com Jean Michel Jarre no álbum “Electronica – The Heart of noise”:

“Feliz 10° aniversário Wikileaks.!

Obrigado por vocês procurarem a verdade e nos ajudar a encontrar quem estão nos vigiando. Nós todos precisamos de vocês @wikileaks”.

wiki10anos

 

JARRE PARABENIZA RADIO EQUINOXE

Os 16 anos da Radio online Equinoxe, foram lembrados com um pequeno post por Jean Michel Jarre em seu twitter no dia 17 de outubro de 2016. A rádio Equinoxe, surgiu na França, para divulgar as músicas e informações sobre Jarre e com o passar do tempo, passou a ajudar a descobrir novos talentos através de divulgação musical dos fãs que foram inspirados por Jarre, Vangelis, Tangerine Dreams, Kraftwerk…

radio-equinoxe

 

SHOW DE JARRE NO BLUE DOT FESTIVAL INDICADO AO UK FESTIVAL AWARDS

uk-festival-awards

O UK FESTIVAL AWARDS, é uma premiação anual que ocorre desde 2004, com votação feita na Internet aberto a qualquer fã que queira votar nos melhores shows e festivais que ocorreram no ano vigente no Reino Unido e Europa.  Este ano o UK FESTIVAL nomeou o “Bluedot Festival”, ocorrido em Jodrell Banks entre os dias 7 a 9 de julho de 2016, em 6 categorias. Entre as nomeações está “Melhor Headline” para o show de Jean Michel Jarre.

A votação foi encerrada e  os vencedores serão nomeados em breve. Aguardem novas informações.

 

Fonte: http://www.festivalawards.com/