“OXYGENE” ENTRE OS FAVORITOS DE DAVID BOWIE

O relacionamento de David Bowie e o produtor musical Tony Visconti era incrivelmente forte. Anthony Edward Visconti (seu nome verdadeiro) é um produtor musical norte-americano e, ocasionalmente, músico, que desde o final dos anos 1960, vem trabalhando com uma grande variedade de artistas, como Paul McCartney, Gentle Giant, Manic Street Preachers, The Moody Blues, Strawbs, Rick Wakeman, Badfinger, T. Rex, Caravan, Thin Lizzy e Morrissey. Bowie e o aclamado produtor, trabalharam juntos em alguns de seus melhores álbuns e compartilharam algumas de suas experiências mais vibrantes. O cantor escreveu uma lista de discos que ele queria ouvir antes de uma viagem para a Suíça. A nota, escrita à mão provavelmente em 1977, durante o período mais emocionante da dupla, mostra o gosto musical eclético de Bowie.

“Ele era um homem extraordinário”, disse Tony Visconti após a morte do cantor em 2016. “Cheio de amor e vida. Ele sempre estará conosco.” Os dois compartilharam vários momentos incríveis juntos e poderiam ser considerados melhores amigos, bem como parceiros na música.

Abaixo, temos o bilhete que ele deixou para o produtor com uma lista de álbuns interessantes que ele simplesmente tinha que ter antes de viajar. A lista tem uma grande variedade de algumas das melhores músicas de 1977 e mostra que Bowie tinha um ouvido inquestionável para o sucesso. Entre os álbuns escolhidos, está Oxygene de Jean-Michel Jarre.

“Prezado Tony,
Eu ficaria muito grato se você pudesse conseguir um de seus ‘Go-fors’ da RCA para comprar esses discos a seguir, de uma loja de discos punk, eu acho (antes de partir para a Suíça esta noite).
Se isso não for possível: me levante às 12 e nós mesmos os pegaremos. Também, que horas os bancos fecham, porque eu quero descontar alguns cheques?
Com amor
B”
(segue a lista)
“P.S. Obrigado pelos cigs.
P.P.S. Definitivamente me levante às 11h30 … Perdi meu passaporte (oh! Cristo).”

O fato de Bowie estar pedindo os discos sugere que eles não foram apenas compras pontuais, mas músicas essenciais daquele momento para o músico e representa uma lista de bandas e músicas que intrigavam e interessavam à Bowie.

Confira abaixo, as favoritas de David Bowie no ano de 1977:

ÁLBUNS:

No More Heroes – The Stranglers
Ultravox! – Ultravox
Oxygene – Jean-Michel Jarre
Mink DeVille – Mink DeVille
The Damned – The Damned
The Quiet Zone/The Pleasure Dome – Van Der Graaf Generator
Exodus – Bob Marley & The Wailers

SINGLES:

Complete Control – The Clash
Uh, Oh, Love Comes to Town – Talking Heads
Terminal Stupid – The Snivellin’ Shits

Fonte: faroutmagazine.co.uk | Reportagem de Jack Whatley

ATUALIZAÇÃO 28/09: Jarre comentou em suas redes sociais sobre o bilhete de David Bowie para Tony Visconti

“Um pensamento especial hoje para o David Bowie, porque encontrei esse bilhete para Tony Visconti… Enviando-o numa missão para conseguir uma cópia do Oxygene”.

Quando Bowie morreu em 10 de janeiro de 2016, Jarre prestou homenagens em suas redes sociais e revelou um encontro que teve com o cantor em Nova York:

FACEBOOK: “A definição de artista multifacetado … R.I.P

TWITTER: “Eu me lembro de uma noite que passei na cidade de Nova York na companhia de David Bowie, um cavalheiro, o Picasso do Rock…Eu nunca esquecerei você Ziggy..”

INSTAGRAM: “Heróis não morrem.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Jean-Michel Jarre (@jeanmicheljarre) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.