WAITING FOR COUSTEAU (mundo)

EN ATTENDANT COUSTEAU (França)

Lançamento: 11 de junho de 1990

Composto e executado por Jean Michel Jarre

Selo: Disques Dreyfus

Gravadora: Polydor / Polygram International (1990); Sony Music / Epic (1997); Sony Music / Columbia (2015)

TRACKLIST:

LADO A:
Calypso (8:23)
Calypso Part 2 (7:10)
Calypso Part 3 (Fin De Siècle) 6:29

LADO B:
Waiting For Cousteau (46:53)

SINGLES:

“Calypso”

Calypso (Extended version) 7:10

Calypso 2:53

Calypso Part 2 3:50

VIDEOCLIPE:

“Calypso”

LE TRIBE e PRODUÇÃO:

Jean Michel Jarre: Sintetizadores, teclados, produção e mixagem

Amoco Renegades: Steel drums

Direção musical dos Amoco Renegades: Jit Samaroo

Guy Delacroix: Baixo

Fiona de Montaignac: (Assistente) Produção

Chistopher Deschamps: Bateria

Michel Geiss: Teclados, mixagem

Ted Jensen: Masterização

Renaud Letang: Assistente de engenharia e mixagem

Bruno Mylonas: Engenharia e mixagem

Patrick Pelamourgues: Masterização

Dominique Perrier: Teclados

Denis Vanzetto: Engenharia.

INSTRUMENTOS:

Akai S1000

ARP 2600

Elka Synthex

Fairlight CMI-II

Korg T3

Roland SH-101

Roland D-50

CURIOSIDADES:

– Antes de Jean-Michel Jarre gravar o álbum, Xavier Bellenger convidou o seu amigo de longa data e ex-le tribe Michel Geiss para assistir ao show de uma banda de steel drums chamada “Amoco Renegades” em Paris. No final da apresentação, Geiss comprou uma fita cassete da banda que estava sendo vendida no local do show. Algum tempo depois, Jean-Michel estava procurando ideias para o seu próximo álbum, algo feliz e alegre. Quando ele descreveu o que tinha em mente, Geiss disse: “eu tenho um cassete em casa que você deveria ouvir”. À medida que a música ia tocando, mais animado Jarre ficava. Ele disse: “isso é exatamente o que eu estava procurando! Vamos chamá-los!”. E pouco depois, Calypso foi gravada em Trinidad com essa banda em um estúdio.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 11058597_10206137953705897_5670885283162992900_o-1024x666.jpg
Jarre, Charlotte e os Amoco Renegades em Trinidad

Jarre com os Amoco Renegades ensaiando “Calypso” em Trinidad + entrevista:

– O álbum é uma homenagem ao cientista oceanográfico francês Jacques Cousteau (1910-1997), amigo pessoal de Jean Michel Jarre.

– O título original do álbum seria “Cousteau on the Beach” e os primeiros promos para a imprensa estavam assim nomeados. Esse título chegou a ser impresso na quarta faixa na mídia das primeiras tiragens do CD na Austrália e na única faixa do lado B do vinil na Colômbia. A mudança para “Waiting for Cousteau” foi devido às imagens de Cousteau estarem sempre relacionadas ao mar ou dentro dele, e não na praia, pois o próprio oceanográfico acreditava que as praias são, na verdade, um grande desastre ambiental. O novo título foi referência à uma famosa peça de teatro de Samuel Becket dos anos 1950, intitulada “Waiting for Godot”.

“Cousteau on the Beach” na quarta faixa do CD australiano
“Cousteau on the Beach” no vinil colombiano

– A faixa-título é uma composição no estilo ambient music e uma versão editada da música que ele produziu para a Concert d’Images, uma exposição de fotografias e objetos selecionados dos concertos de Jarre no ano de 1989.

– Em vinil e fita cassete, a faixa do título foi editada para apenas 22 minutos devido à falta de espaço nesses formatos.

– O álbum foi carro-chefe do lendário concerto no La Defense em 14 de Julho de 1990.

ARQUIVO “JARREFAN”

MICHEL GEISS E SEUS “CAUSOS” DA LE TRIBE E ALÉM…

HISTÓRICO: APRESENTAÇÕES DE JARRE E AMOCO RENEGADES NA TV FRANCESA

LANÇADO NOVO BOX COM ÁLBUNS DE ESTÚDIO