JEAN MICHEL JARRE GANHA “MEDALHA STEPHEN HAWKING”

As conquistas de Stephen Hawking na ciência mudaram fundamentalmente a nossa compreensão do Universo. Como um dos físicos mais conhecidos do mundo, o professor Hawking serve como um ícone da comunidade científica. Como tal, a Medalha de Stephen Hawking Para Ciência e Comunicação, uma honra criada em associação com o Starmus Festival, foi projetada para recompensar contribuições extraordinárias para o campo da comunicação científica. A comunicação científica e a conscientização pública podem ser obtidas através de várias disciplinas como a educação científica, a música, as artes e o cinema. Os vencedores anteriores incluem o compositor de cinema Hans Zimmer (colaborador do Jarre no projeto Electronica) por seu trabalho no filme “Interstellar”, bem como o diretor do filme “Particle Fever” (documentário sobre a história da chamada partícula de Deus), Jim Al-Khallili. Além da Medalha Stephen Hawking, os vencedores também receberam um relógio “Omega Speedmaster Watch” especialmente elaborado em ouro 18k, pela patrocinadora Omega.

Jarre, Neil deGrasse Tyson e Garik Israelian em em Nova Iorque no anúncio da premiação.

Em uma conferência de imprensa realizada no dia 6 de Junho no Cullman Hall of Universe do Frederick P. Rose Center no Museu Americano de História Natural em Nova Iorque, Estados Unidos – uma instituição dedicada a descobrir, interpretar e disseminar conhecimento sobre culturas humanas, o mundo natural e o universo – Stephen Hawking deu as felicitações em uma mensagem pessoal aos vencedores via vídeo:

Os vencedores este ano foram: O cientista americano Neil deGrasse Tyson na categoria Divulgador Científico, o músico francês Jean-Michel Jarre na categoria Música e Arte e a produção do seriado norte-americano “The Big Bang Theory” na categoria Filmes e Entretenimento. Jarre, Neil deGrasse Tyson ao lado do astronomo Garik Israelian, fundador do Starmus Festival, receberam pessoalmente a indicação e falaram com a imprensa no Museu Americano de História Natural de Nova Iorque.

Jean Michel Jarre foi escolhido, pois ao longo da sua carreira como músico, compositor e produtor, ele ajudou a cena pioneira da música eletrônica e seu trabalho sempre teve um foco especial voltado ao espaço sideral. Seu álbum Rendez-Vous tinha planejado incluir uma parte do saxofone gravada pelo astronauta Ron McNair no Space Shuttle Challenger, o que tornaria a primeira música gravada no espaço. No entanto, a explosão Challenger em 28 de janeiro de 1986 significou que Rendez-Vous tornou-se um álbum de tributo para aqueles membros da equipe perdida. Jarre realizou um concerto comemorativo para a missão Challenger em Houston, Texas, em abril daquele ano.

Jarre ao lado de deGrasse, fala da importância do prêmio.

Falando para a imprensa, Jarre disse se sentir “honrado e humilde” por aceitar a medalha:

“É realmente uma grande honra ter sido escolhido pelo professor Hawking e o conselho de Starmus para ganhar a Medalha Stephen Hawking deste ano Para Ciência e Comunicação, para minha música. Desde que lancei Oxygene quarenta anos atrás como um manifesto para a mudança climática e como um alerta para a consciência do futuro do nosso planeta, minha música tem sido muito inspirada e ligada ao espaço, ao tempo e à ciência. Estou orgulhoso, porém humilde, de receber esta medalha em reconhecimento ao meu trabalho “.

Os juízes de Starmus responsáveis pela seleção dos vencedores deste ano, incluem o músico e astrofísico Sir Brian May,o cantor Peter Gabriel, Richard Dawkins e o próprio cientista Stephen Hawking. À luz do prêmio Starmus, o professor Hawking expressou a importância de diferentes campos se unindo para contribuir com a ciência: “Starmus é um festival interdisciplinar importante e único de pessoas que trabalham em diferentes campos: astrônomos, astronautas, cosmólogos, físicos, filósofos, músicos, Artistas, biólogos, etc., que compartilham um interesse no universo, como começou e é agora e como podemos explorar e usar suas muitas facetas”.

Os vencedores irão receber a medalha diretamente do Cientista Stephen Hawking, em 20 de Junho de 2017 na cidade de Trondheim, na Noruega, durante o Starmus 2017.

Neil deGrasse Tyson e Jean Michel Jarre concederam uma entrevista falando com a imprensa sobre a importância do prêmio:

Na reportagem Jarre falou que “ciência, música e artes sempre estiveram ligadas desde a antiguidade, desde o Egito antigo. E a música eletrônica, no meu caso, usa a ciência para comunicar emoções. Para mim, existem dois elementos principais de qualquer tipo de sociedade e civilização que pode ser definido pelo nível nas ciências e nas artes e músicas por assim dizer.”

Apesar de rumores alimentados pelo próprio Jarre durante a divulgação da turnê norte-americana este ano, o músico NÃO FARÁ nenhuma apresentação no STARMUS FESTIVAL em 2017 !!

Fonte: http://www.wired.co.uk/article/stephen-hawking-medal