Jean Michel e David Jarre criam nova empresa de entretenimento

No final dos anos 1980, devido a alta popularidade que Jarre conseguiu com seus shows e vendas de discos, ele criou uma empresa de entretenimento para cuidar dos seus extravagantes mega-concertos. Foi a CICS, que proporcionou grandes shows como La Defense, Swatch the World, Lost City, Europe in Concert e Hong Kong, mas que amargou fracassos como o cancelado concerto do eclipse no México, a segunda parte da Europe in Concert, o fracassado concerto de Dusseldof em 1994, entre outros. Financeiramente, foi mais dívidas do que sucesso e no começo de 1995 a empresa faliu. Jarre enfrentou um processo judicial por causa das dívidas. Uma das sócias da empresa era a mãe do Jarre.
Agora, quase 10 anos depois, Jarre quer tentar novamente. Em sociedade com o seu filho mais novo, o mágico David Jarre, Jean Michel já entrou com registro de uma nova empresa de entretenimento para criar concertos e grandes eventos:

AERO PRODUCTIONS
Escritório: 8 rue de Lévis 75017 PARIS

Jean Michel entra com um capital de 7990 Euros e David Jarre de 10 Euros. Totalizando um total de 8000 Euros investidos. Obviamente, o pai será o sócio majoritário da nova companhia. O que tramará Jarre para o futuro? Será a volta dos mega-concertos ?

A fonte desta informação é a Sandrine que fez questão de apresentar os documentos assinados e todo contrato de criação da nova empresa:

http://www.jarreofficial.com/anglais/actualite/aeroprod.html

fonte: JarreOfficial