JARRE NO “THE CLIMATE REALITY PROJECT” APRESENTA TRECHOS DO CONCERTO @DEAD SEA

Durante o mês de Novembro, o músico francês Jean Michel Jarre divulgou em suas redes sociais, que estaria participando este ano do “24 hours, @ClimateReality” organizado pelo “The Climate Reality Project”, uma organização sem fins lucrativos envolvida em educação e advocacia, relacionada à mudança climática. O projeto foi estabelecido em julho de 2011, após a união de dois grupos ambientais: a “Alliance for Climate Protection” e “The Climate Project”, ambos fundados em 2006 por Al Gore (ex-Vice Presidente americano). Entre as suas atividades, o Projeto Climate Reality hospeda um evento anual chamado “24 hours @ClimateReality” e, em 2013, lançou o Reality Drop, uma ferramenta de mídia social.

“Eu estou muito animado para participar do @AlGore e @ClimateReality para # 24HoursofReality este ano! Sintonize, ajude a lutar por soluções climáticas e seja a voz da realidade: http://bit.ly/2AMlmaP. Minha participação será na terça-feira, das 17:00 às 18:00 CET , ao vivo de Paris”

“Não se esqueça de sintonizar # 24HoursofReality, a transmissão começa em breve.

Estou ansioso para estar no show, porque estamos em um momento enorme para o movimento climático! Você pode fazer parte do movimento por meio da transmissão”

Para o projeto “24 hours @ClimateReality” deste ano, no dia 4 de dezembro de 2017, houve uma transmissão de 24 horas de informações sobre mudanças climáticas e entre os artistas que estavam participando além de Jarre, incluem: Annie Lennox, Ellie Goulding, Jason Mraz, Maná, Rag’n’Bone Man, Billy Brag, Nile Rodgers, Belinda Carlisle, Avicii feat. Sandro Cavazza, os atores  Helen Hunt e Calum Worthy, lideres mundiais como a Primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern, o Governador da California Jerry Brown, o presidente do World Economic Forum Founder Klaus Schwab, entre outros.

No dia 5 de dezembro, às 15:40 (Brasília), o músico francês Jean Michel Jarre entrou na transmissão, com a exibição inédita de “The Time Machine” ao vivo do concerto em Massada, realizado em 6 de abril deste ano. Até então, as imagens oficiais deste concerto permaneciam inéditas. Espera-se que a transmissão completa do concerto ocorra a partir de 2018. Após a exibição, Jarre apareceu ao vivo em um estúdio de Paris, falando sobre as mudanças climáticas, a atuação da França e do atual Presidente Emmanuel Macron, e como o concerto do Mar Morto ajudou na causa da questão da água e meio-ambiente na região do Oriente Médio.

 

Fontes: Jean Michel Jarre / 24 hours, @ClimateReality