Jarre na “Nuit Blanche” em Paris

affiche200No ultimo dia 03 de Outubro de 2009, no Observatório de Paris, capital francesa, ocorreu o evento “Nuit Blanche”. Segundo o Jarrefã francês Jean-Baptiste (http://jeanmicheljarre.unblog.fr), que esteve presente ao evento, relatou que antes do evento principal, os alto falantes do lugar, tocaram algumas músicas de Jean Michel Jarre e do grupo Queen como trilha sonora de espera, como “We Will Rock You”, “Bohemian Raphsody” e “Oxygene 4” , “Equinoxe 5 versão Imagens”, tocadas repetidamente.

Por volta das 21 horas e 15 minutos, a jornalista Paola Antolini deu início a cerimônia, falando sobre os 400 anos das observações de Galileu e o papel histórico do Observatório de Paris em medir a velocidade da luz. Passou o microfone para o astrônomo, Lucien Clergue, que falou sobre as imagens do universo (coloridas e em preto e branco) que eram exibidas no telão. Chegou até a brincar com Jean Michel Jarre, falando que alguns lugares do universo eram agradáveis para se tocar violino, na qual Jarre respondeu, sorrindo: “Você pode vê-lo mais tarde, à noite”. Clergue comete um deslise ao chamar a “Nuit Blanche”(noite branca) de Black Night(noite negra).

Jean Michel Jarre fala então durante 5 minutos sobre o fato de que nossa visão sobre o universo tem se tornado menos “dinâmica” como era nos anos 60, ou seja, durante os primeiros passos do homem na lua e do filme “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, e o futuro de nosso planeta completamente além de nós, como o universo está além da nossa imaginação. Ele também tentou defender o deslize do Sr. Clergue que errou ao falar sobre a “Black Night”, apontando um paradoxo, já que as observações astronômicas requer ambientes de pouca luz e poluição.

A jornalista Paola Antolini informou que Jarre e Brian May forneceram as músicas para o evento de forma gratuíta, pois todos estão fazendo um trabalho voluntário. Foi então a oportunidade que J.M.Jarre teve de explicar a relação que a música do Queen e Brian May tem com a astronomia, já que o guitarrista é apaixonado pelo espaço e está trabalhando atualmente em um doutorado em astrofísica.

A jornalista Paola Antolini então começou uma contagem regressiva para que o músico Jean Michel Jarre e o astrônomo Lucien Clergue acionassem juntos, o botão vermelho para o início da exibição do feixe de raio laser em frente ao Observatório de Paris, que sobe além da núvens indo além de Montmartre.

Alguns filmes astronômicos são exibidos no telão para o público presente. Imagens do Céu, Sol, Aurora Boreal, estrelas e galáxias são exibidas junto com a música de J.M.Jarre: Oxygene 4, Equinoxe 5, e uma mistura de Ethnicolor e Diva. 20 minutos depois, Jarre e junto com a equipe do evento se retiram para dentro do pavilhão para um evento privado.

Jarre na 'Noite Branca'
Jarre na 'Noite Branca'
Noite Branca
Noite Branca

Fonte: jeanmicheljarre.unblog.fr (Merci Jean-Baptiste)

Avatar

Marcos Paulo

Fã Clube criado em 1997 nos primórdios da internet no Brasil. Buscamos sempre a realização de ao menos uma apresentação do Maestro Jean Michel Jarre em nosso país.

2 thoughts on “Jarre na “Nuit Blanche” em Paris

  • Avatar
    7 de outubro de 2009 em 10:05
    Permalink

    Foi uma noite bonita. Vou tentar fazer uma transcrição de seu discurso em francês que você pode usar se quiser … Basta um pouco de paciência.

Fechado para comentários.