In-Doors Tour: Jarre comenta sobre Holanda, Bélgica e Alemanha

A 1ª etapa da turnê “In Doors” está chegando ao final. Com sucesso de público e 90% de aprovação por parte de seus fãs europeus, Jarre e sua Le Tribe estão bastante satisfeitos e esperam continuar a turnê no próximo semestre e no ano de 2010. Jarre vem atualizando o seu blog oficial com frequência e revelou novos detalhes da turnê (www.jarreblog.com).

AMSTERDAM (26/05)
O show de Amsterdam na Holanda, onde existe uma base forte de fãs, contou com a presença da esposa e atriz Anne Parillaud que veio especialmente de Paris para dar apoio ao marido. Eles tiraram o resto da tarde na cidade para passear e sentir a vibração da capital holandesa. Fiona também chegou da Irlanda para dar uma força. À noite, caiu uma chuva forte em Amsterdam fazendo com que ele sentisse uma vibração Wagneriana nas luzes da cidade. Sobre o lugar do show, Jarre explicou que o espaço não permitiu obter o ciclo completo, mas a acústica é provavelmente a melhor medida da casa. Todo mundo da equipe estava bem no show, que foi muito bacana e fácil com um bom público. Eles tiveram um pequeno problema com a harpa laser durante RV-2 a ponto de desbloquear o midi do Synthex e retornar para o final da música.

Após o show, ele se encontrou com o famoso DJ Holandês Armin Van Buuren, que disse ser grande fã de Jarre e que o inspirou a se tornar um músico. Jarre disse que se sentiu bastante honrado com as palavras de Van Buuren. Eles discutiram como a música jarreana influenciou a trace music em todo o mundo, com exceção da França, que é mais ligado ao movimento Electro Music. Jarre disse se sentir parte da família da Trance Music e que espera colaborar com Armin Van Buuren em algum projeto futuro…

Dj Armin Van Buren e Jarre
Dj Armin Van Buuren e Jarre

BRUXELAS (27/05)
Segundo Jarre, o show de Bruxelas na Bégica foi mágico. Depois do show de Londres (22/05), Jarre considerou o show na capital belga, um dos melhores da turnê IN-DOORS. Jarre disse que metade de sua equipe e amigos são belgas e isso pode fazer a diferença também. Um dos cabeças da Roland Europa e seu amigo pessoal Jeroen Raveloot, jantou com Jarre antes do show. Ele trouxe um sintetizador preto AX especialmente produzido para ele feito pela Roland do Japão. Aparentemente a Roland está fazendo várias requisições de AX Synths pretos, desde que apareceu aquela reportagem online da Keyboard Magazine, mostrando Jarre no palco com um protótipo. O show foi mágico, o som estava fantástico e uma iluminação única. Ele transpirou bastante. Após quatro músicas, a blusa dele já estava toda molhada. Jarre sentiu uma total fusão com o público, um grande momento em que todos dançaram como se fosse uma rave. Jarre também gostou do excelente feedback dos fãs após o show o que é bastante encorajador para o futuro.

Jarre e o novo AX-Synth
Jarre e o novo AX-Synth

KOBLENZ (28/05)
Koblenz na Alemanha foi um show um pouco inusitado. A equipe acabou chegando muito tarde e o concerto acabou atrasando quase 2 horas. O por do sol nesta época do ano ocorre mais tarde e o local do show tinha teto de vidro. Quando o show começou por volta das 9:35 PM, ainda havia luz solar e Jarre disse que foi meio estranho tocar para um público vendo todos os fãs na plateia. Mesmo assim, o show também foi mágico como em Bruxelas. Ele disse que agora os músicos vem alcançando um certo nível de controle das músicas tecnicamente. Eles podem realmente improvisar e brincar com os temas. O público alemão foi realmente fantástico. Jarre e a Le Tribe tiveram um bom momento no palco. Tudo ocorreu bem. O som do novo AX-Synth parece ser melhor do que o do primeiro protótipo. A harpa laser trabalhou bem melhor do que na noite anterior em Bruxelas, (onde o Patrick Pelamourgues teve que correr ao palco para tentar um reparo). Para Jarre, esses imprevistos vem provar ainda mais que ele toca realmente a harpa laser e que nada é pré-programado.

Avatar

Marcos Paulo

Fã Clube criado em 1997 nos primórdios da internet no Brasil. Buscamos sempre a realização de ao menos uma apresentação do Maestro Jean Michel Jarre em nosso país.

One thought on “In-Doors Tour: Jarre comenta sobre Holanda, Bélgica e Alemanha

  • Avatar
    3 de junho de 2009 em 12:45
    Permalink

    Excelentes os comentários, buscando retratar de forma muito positiva a atual digressão.

    Tocar ao vivo é isso mesmo, estar sujeito a falhas no equipamento, improvisar, mas ao mesmo tempo, é estar com o público, viver a magia de luzes e cores, conduzir as massas a emoções grandiosas.

    Forte abraço!

Fechado para comentários.