Francis Rimbert dá detalhes do ensaio para Merzouga

Na segunda-feira noite(27/11), nós (Rimbert, Patrick Pellamourgues, Jarre e Samard) estivemos no estúdio fazendo ensaios. Patrick Pellamourgues estava trabalhando no código de tempo do concerto da qual é uma parte muito delicada de se gerenciar. Este código de tempo necessita todo sincronismo dos efeitos visuais com os benefícios do cenário. Durante este período, Claude Samard tem trabalhado com músicos locais, entrevistando e verificando ponto a ponto, nota a nota, de sua orquestração.
Em outro ambiente do estúdio, eu com meu parceiro J.M.Jarre)…ensaiamos até as 3 da manhã para encontrar um argumentação sonora pela qual este concerto terá uma interpretação especifica. É maravilhoso saber que nós estamos aptos a tocar juntos sem uma seqüencia programada, somente com nossos teclados…Isto nos dá algumas idéias para um futuro álbum !…
Os dias estão chegado para termos “em mãos” os progressos do concerto.
Eu lamento muito sobre as dificuldades de muitos dos fãs irem para o
deserto!
Mas este concerto será certamente muito diferente dos outros, por casa desta cenografia revisada.
Ok, Eu estou indo para meus teclados ”

Até breve.