URGENTE: JARRE CANCELA TURNÊ LATINO AMERICANA !!! SHOWS ‘PODERÃO’ SER REAGENDADOS !!!

ATENÇÃO: ESTE POST PODERÁ SOFRER ALTERAÇÕES…

O músico francês Jean Michel Jarre, anunciou em suas redes sociais no último dia 3 de Novembro o cancelamento de sua turnê Latino Americana “Electronica World Tour” que seria realizando a partir de 09 de novembro em Buenos Aires na Argentina e em 14 de novembro em Santiago do Chile.  Em 07 de novembro, o músico novamente usou as redes sociais pra informar que não aconteceria mais os concertos naquelas datas, mas os mesmos poderiam acontecer posteriormente em datas futuras, ainda não definidas e culpou o produtora FÊNIX ENTERTAINMENT GROUP por todos os problemas. O cancelamento da turnê ocorre a menos de uma semana do primeiro show na Argentina. Fãs de todo o continente protestaram contra a produtora Fênix, os sites de vendas Punto Ticket e TopShow e até contra o artista e sua equipe.  No Chile, só restam pouco menos de 10% de ingressos, um grande sucesso de vendas que infelizmente se transformou em uma grande dor de cabeça, para fãs e para a produção de Jean Michel Jarre.

Mudança de data de última hora….

Tudo parecia estar correndo conforme programado. A turnê “Electronica World Tour”, havia sido oficializada em julho com os shows agendados na Argentina e no Chile, com a possibilidade de  um terceiro show totalmente particular em Punta del Este no Uruguai em 18 de Novembro.  Os ingressos começaram a serem vendidos e o músico esteve tanto no Chile como na Argentina fazendo vistoria técnica e dando o aval para os shows entre 04 e 07 de setembro (a primeira visita oficial dele a nosso continente). O Brasil que chegou a negociar com duas produtoras, não conseguiu agendar datas em novembro, devido ao acúmulo de shows no nosso país neste período.

Os primeiros problemas de que algo não estava bem, começaram em 03 de Novembro, na parte da tarde a filial argentina da produtora Fênix Entertainment Group emitiu um comunicado em suas redes sociais informado o adiamento do show de Buenos Aires do dia 09 de Novembro para o dia 18 de Novembro no mesmo lugar, o Estádio GEBA, sem a necessidade de troca de ingressos. Tudo isto estaria acontecendo devido a um problema de logística:

 

Duas horas depois de ter soltado o comunicado, o próprio Jean Michel Jarre postou a informação em seu Facebook Oficial e redes sociais oficiais, cancelando toda a turnê Latino-Americana, devido ao não comprimento do contrato por parte da  ‘Fênix Entertainment Group’.  Jarre também informava que iria entrar com representações jurídicas legais contra a produtora chilena e esperava que seus fãs pudessem ser ressarcidos também. Esta é a declaração completa que estava disponível na página do músico do Facebook:

“Com sinceros e profundos arrependimentos, somos forçados a anunciar que as datas de novembro da turnê de Jean-Michel Jarre na América Latina tiveram que ser canceladas devido à quebra do contrato entre o promotor e o organizador local, Fênix Entertainment Group.

Apesar dos nossos esforços incansáveis ​​e repetidos, bem como as nossas advertências contínuas, o Fênix Entertainment Group não respeitou as suas obrigações contratuais, o que significava que não podíamos contar com os meios necessários para realizar a produção, nem para mobilizar a equipe técnica e humana, incluindo a transferência de Jean Michel Jarre do exterior.

Nossa primeira obrigação, como gerentes e responsável pela produção do passeio de Jean-Michel Jarre, é proteger a nossa equipe fiel, nossos fornecedores técnicos leais e nosso Artista, por defeitos do promotor local. Hoje, menos de uma semana antes do primeiro concerto em Buenos Aires, contratado para 9 de novembro – seguido do concerto em Santiago do Chile no dia 14 de novembro e em Mar del Plata no dia 17 de novembro – Fênix Entertainment Group é o único responsável dos cancelamentos desses concertos.

Apesar da visita em setembro passado de Jean-Michel Jarre a Santiago do Chile e Buenos Aires para promover pessoalmente a turnê na mídia nacional e com mais de mil ingressos vendidos até o momento, o Fenix ​​Entertainment Group não cumpriu suas obrigações e responsabilidades contratuais.

Para todos os fãs e as milhares de pessoas que compraram ingressos, só podemos oferecer nossas sinceras desculpas por esse resultado inesperado e infeliz, que está totalmente além do nosso controle.

Nós asseguramos que fizemos tudo o que tem sido nosso poder para garantir a manutenção de concertos na Argentina e no Chile, de acordo com o cronograma anunciado. Infelizmente, a violação da agenda contratualmente acordada pelo Fénix Entertainment Group nos manteve refém até este último momento

Jean-Michel Jarre e sua equipe agradecem a todos os fãs da América Latina por seu permanente apoio e confiança, bem como a sua lealdade, o que aumentou o sucesso para os concertos. Esperamos sinceramente que o montante dos ingressos seja devolvido e também anunciamos que pretendemos tomar medidas legais devido ao preconceito contra o nome e a imagem de Jean-Michel Jarre “.

 

O concerto anunciado no comunicado, de Mar del Plata, na Argentina, dia 17/11, seria originalmente o concerto VIP que seria realizado em Punta del Este, no Uruguai, no dia 18/11 mas não conseguiram fechar o contrato. Ele foi reagendado para acontecer em um famoso festival de cinema da cidade argentina. Agora tudo cancelado.

 

Jarre depois publicou outra nota oficial menor:

” Apesar de tantos esforços da minha equipe para que isso aconteça até o último minuto, estou triste hoje por todos os meus fãs e, claro, por mim, não posso tocar como planejado na Argentina e no Chile por razões muito além do meu controle.

Eu realmente espero que as coisas possam ser resolvidas e posso voltar novamente em breve.

com amor

JMJ”

 

Em vista disto, a Fenix enviou um advogado para Paris para contato direto com a Aero Productions, na tentativa de negociar novamente os shows cancelados por Jarre. Foram três dias de tentativas de negociações entre Fenix e a Aero Prod. Enquanto isto, os ingressos continuaram a serem vendidos, mas os membros da le tribe de Jarre e sua equipe, foram dispensados para fazer outros trabalhos, a pedido do artista.  Ao que tudo indica, Jean Michel Jarre não quis receber qualquer emisário da Fenix. E a mesma continuou seu jogo de empurra com os fãs e público não informando sobre o cancelamento dos shows.

No dia 07 de Novembro, Jean Michel Jarre emitiu uma nota conjunta com sua produtora, informando o cancelamento do show, mas disposto a remarcar os mesmos futuramente.

 

“Queridos amigos:

Hoje estou muito triste, irritado e preocupado com a terrível situação que o Fenix ​​Entertainment Group criou com meus shows na América Latina.

Eu consultei meus representantes para explicar a situação para você, para que você compreenda claramente o que está acontecendo, especialmente porque há muita confusão em torno dos cancelamentos.

Minha equipe e eu passamos semanas tentando encontrar uma solução para dar os shows no tempo.

Como eu disse há alguns dias através de uma declaração oficial, os shows anunciados para 9 de novembro e / ou 14 e 18 e novembro não podem ser realizados sob essas circunstâncias.

Estamos tentando re-padronizar os shows no Chile e na Argentina, antes e depois, e nós o manteremos informado sobre o que esperamos sejam notícias positivas.

Mais uma vez, gostaria de lhe dizer o quanto eu estou triste, pessoalmente, estou muito triste com as consequências que todos vocês tiveram que enfrentar e agradeço o apoio que você me deu e a minha equipe encontrar uma solução para vê-los em breve.

Com amor

Jean-Michel”

 

************ *****

 

“Caros amigos de JMJ:

Na última sexta-feira, não tivemos outra alternativa senão anunciar o cancelamento dos shows planejados na América Latina, por razões além do nosso controle. Nós devemos a todos vocês, que se organizaram para compartilhar esses momentos tão aguardados conosco, já que o Fênix ​​Entertainment Group não quer enfrentar a situação real ou comunicar a verdade.

A realidade é que não haverá shows no Chile e na Argentina até que tenhamos certeza de que todo o necessário estará disponível para enviar para a JMJ e nossa equipe de músicos / assessores / produção / iluminação / engenheiros de som / equipamentos de áudio / vídeo / laser … juntamente com as 11 toneladas de equipamentos aéreos (instrumentos / áudio / mesas / luzes / lasers / telas, etc.), para dar os melhores shows que você espera e merece, conforme planejado e concordado com a Fênix.

Na seguinte situação desagradável, a FEG não respeitou os termos acordados por contrato, resultando em que a JMJ e a equipe de produção estavam do outro lado do oceano, com nossa equipe à espera de ser transportada por dias, gerando custos diários por nada.

Estamos trabalhando arduamente para encontrar uma solução para reprogramar os shows e, claro, será o primeiro a ser informado.

Pedimos sinceras desculpas por esta situação incômoda não só para nós, especialmente para todos vocês que organizaram – você e nós somos reféns, e esperamos encontrar uma solução muito em breve.

Fique atento …

Saudações

Aero Productions / JMJ Management”

 

Sem uma resposta final da FÊNIX, produtora do show e sem o cancelamento das vendas, fãs e artista foram feitos de reféns. Uma situação bastante constrangedora por parte dos envolvidos.

Imprensa chilena

Finalmente no dia 09 de Novembro, a FENIX ENTERTAINMENT GROUP, emitiu uma nota oficial de cancelamento do concerto de Buenos Aires.

O Fenix Entertainment Group informa que o show marcado para hoje pelo artista Jean M. Jarre no Estádio GEBA da Cidade de Buenos Aires está cancelado. Em breve, você será informado dessa forma sobre a possível reprogramação do mesmo e / ou, na sua falta, o procedimento de troca ou retorno dos ingressos.

Desculpem nos pelo inconveniente causado.”

 

Fãs que acabaram indo pessoalmente ao estádio GEBA, acabaram encontrando um situação muito estranha, conforme conta o jarrefã brasileiro Andre Alberton Bergmann.

“… Na bilheteria do estádio duas moças estão explicando para as pessoas que NÃO terá show. Nas grades da bilheteria está colado o cartaz da foto acima.

Tem uma meia-dúzia de fãs pedindo explicações.”

No mesmo dia 09 de Novembro na parte da noite, a Punto Ticket, empresa que vende os ingressos para o show de Santiago no Chile, emitiu a seguinte nota , informando que a data do dia 14 de novembro seria remarcada posteriormente em nova data a ser divulgada em dezembro.

 

 

Declaração oficial Fênix ​​Entertaiment Group

Quanto à data suspensa de Jean Michel Jarre agendada para 14 de novembro na Arena Movistar, gostaríamos de informar que esperamos nas próximas 24 horas dar uma definição sobre a alternativa de uma nova data.

Nós esclarecemos que os tickets já adquiridos serão válidos para a possível nova data.

As pessoas que não podem aguardar a definição da nova data e que desejam devolver os ingressos comprados podem fazê-lo a partir da próxima segunda-feira, 13 de novembro

Obrigado a todos pela compreensão e desculpas pelo inconveniente causado.”

 

As confusões só continuaram, no dia 10/11 na parte da manhã, um novo post no Twitter oficial de Jarre informava a nova data para a Argentina no dia 18 de novembro, com um link para o site Bandsintown, de agendamento de eventos. O mesmo link foi compartilhado no Facebook oficial do Jarre…mas durou pouco para os fãs, duas horas depois os posts e links foram removidos (Hackers ???)

Suposto post de Jarre confirmando concerto depois removido.

 

Confusão atrás de confusão, perdem todo mundo, artista, fã, produção , todos !!!

 

Uma dúvida colocada por muitos fãs, foi que uma simples consulta juridica ou até mesmo no Google, mostraria o histórico corrido de problemas da produtora FENIX ENTERTAINMENT GROUP, com vários outros artistas, dentro do continente ou mesmo internacionais, como Justin Bieber (2013) ou Mariah Carey (2016). Quando entrou em negociações para fazer shows no continente este ano, uma produtora nacional de renome chegou a negociar datas com Jarre no Brasil, Argentina e Chile para 2018, mas a Fenix entrou na jogada e adiantou as datas no continente para novembro, deixando as produtoras nacionais a procura de datas no Brasil no já muito concorrido mês de Novembro, o que acabou não acontecendo. Um verdadeiro tiro no escuro !!!

http://www.iprofesional.com/notas/174218-recital-justin-bieber-suspension-El-caso-Bieber-y-la-polemica-como-reclamar-la-devolucion-del-dinero-si-se-cancela-un-evento

 

 

O cancelamento do show, deixaram muitos fãs revoltados com a produtora do show. Não apenas os fãs argentinos ou chilenos, mas fãs de outros países como vários do Brasil. Pelo menos mais de 100 brasileiros iriam para os shows nos países vizinhos. Muitos não tiveram como cancelar hotel ou passagem e terão que se contentar com um passeio…sem show, outros resolveram arcar com o “prejuízo”, sabendo que o ressarcimento possivelmente…nunca vira !!! Alguns fãs brasileiros chegaram a gastar mais de R$  5 mil reais, trazendo a família toda para ver o show… ISTO É ALGO QUE NÃO SE FAZ.

O cancelamento da turnê Electronica no Chile e Argentina, mostra que a America Latina, tem sido realmente uma grande dor de cabeça para Jean Michel Jarre, pois já se trata do segundo projeto jogado no lixo. Em 1991, Jean Michel Jarre teve que cancelar um concerto nas ruínas de Teotihuacan no México, faltando alguns dias do mesmo acontecer, com ingressos e pacotes aéreos já vendidos, devido ao afundamento do palco principal, segundo relatou o artista anos depois…

ATENÇÃO: ESTE POST PODERÁ SOFRER ALTERAÇÕES…

 

Fontes: Jean Michel Jarre Oficial / Fenix Entertainment Group

http://culto.latercera.com/2017/11/03/jean-michel-jarre-cancela-gira-en-latinoamerica/

http://www.cooperativa.cl/noticias/entretencion/musica/show-de-jean-michel-jarre-fue-reagendado-para-diciembre/2017-11-09/210423.html

Agradecimentos: Andre Alberton Bergmann (fotos de Buenos Aires)

Dlaivison Ribamares / Kanta Devi / Jarre.Cl / Waiting for Jarre – Argentina

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 15 =