ELECTRONICA NORTH AMERICA TOUR – JARRE CONQUISTA O OESTE !!!!

 

DENVER – 1STBANK  CENTER (Broomfield) – 24/05

Denver, Colorado fica localizado no meio-oeste americano, entre as padrarias americanas e as Montanhas Rochas(terra do cowboy), na qual vários fãs de várias partes dos EUA, aproveitaram para ir ao show, onde possivelmente haviam grupos de Houston, no Texas, cidade onde Jarre se apresentou pela primeira vez a 30 anos atrás. Teve pessoas, como uma senhora americana e sua filha, que enfrentaram uma jornada de 6 horas de trem de Utah, estado vizinho, só pra estar lá no show. E também pessoas de Nebraska, outro estado perto do Colorado. Com um público um pouco menor até agora, mas que não deixou de ser muito entusiasmado e animado, o que agradou o músico bastante.

 

 

 

Após o show de Denver, Jarre escreveu nas redes sociais:

“Muito Obrigado Denver, foi muito grande estar com todos vocês na noite passada e obrigado pela grande recepção calorosa. Voltando a estrada agora , viajando para San Francisco…”

“A noite em Denver.! Audiência quente! Obrigado Colorado! Vejo vocês em breve.”

 

Denver tonight .! Hot audience! Thank you Colorado! See you soon

A post shared by Jean-Michel Jarre (@jeanmicheljarre) on

 

SAN FRANCISCO – GREEK THEATER (U.C Berkeley) -26/05

Terra da contracultura (lá nasceram os movimentos hippies e GLS) e capital indie americana, San Francisco ainda é hoje, um importante polo cultural independente dos EUA. O show de Jean Michel Jarre não poderia ter sido em outro lugar, no Greek Theater da Universidade da Califórnia – Campus Berkeley, uma arena outdoor, que imita um anfiteatro grego. Talvez uma das menores arenas nesta turnê norte-americana, mas não deixou de ser bem aconchegante.  Jarre ficou inclusive impressionado com o seu camarim, bem inusitado.  Por ser um centro de mentes abertas de todas as tendências do conhecimento humano a Universidade de Berkeley também é o centro de importantes pesquisa musical. Então havia um público não apenas formado por fãs , mas também professores, cientistas, alunos…e músicos de vanguarda.

Decoração das árvores ao redor da arena

Um destaque especial foi a iluminação das árvores que cercam a arena com luzes coloridas. Deu um toque incomum a arena outdoor. O local não estava completamente lotado, as partes do cima da arena haviam lugares vazios, talvez o clima frio da noite, tenha ajudado, pois a temperatura na noite estava bastante baixa. Isto obrigou muita gente a se agasalhar, com casacos pesados e até cobertores.

Desde o princípio do show que começou com uma ovação alegre por parte do público, mostrou que este show não seria diferente do que estamos vendo nesta turnê norte-americana. A multidão foi incrível! Muita energia do público, entusiasmo e barulho em momentos apropriados. A maior parte da seção de assentos planos levantou-se quando convidado por Jarre. Teve muita gente que pulou e dançou, aproveitando alguns espaços vazios. E boa parte da audiência ficou impressionada com os efeitos de laser e luz.

 

Nas redes sociais, Jarre deixou o seguinte comentário:

“Uma noite muito especial no Greek Theater.!! Obrigado a todos. “

My dressing room today at the Greek Theater @greek_theatre #sanfrancisco #losangeles #electronicatour

A post shared by Jean-Michel Jarre (@jeanmicheljarre) on

 

LOS ANGELES -MICROSOFT THEATER – 27/05

Último show da turnê norte-americana, foi um show bastante especial para o artista. Já que Los Angeles, foi o lugar onde seu pai passou a maior parte e o resto da vida. O tecladista francês Jean Michel Jarre, dedicou o seu show ao compositor  Maurice Jarre(1924-2009), seu pai, quando tocou o clássico instrumental Oxygene 2, dizendo aos fãs no Microsoft Theatre que ele esperava que seu pai estivesse olhando para baixo no show.

Ao tocar “Exit” com Edward Snowden no telão, Jarre disse: “Precisamos de pessoas corajosas como ele, porque merecemos conhecer a verdade. Minha mãe era uma grande figura na resistência francesa e eu fui levantado que quando o poder no lugar está gerando ideais ou fatos ou os atos que podem prejudicar nossos direitos humanos básicos alguém devem estar de encontro a ele, assim que eu tenho um pensamento especial esta noite Para Edward. “

Mas para a surpresa de muitos, “Souvenir of China”, acabou sendo cortada deste show.

Outro ponto importante, foi que a platéia, também era formada por vários críticos, artistas, DJs, formadores de opinião em geral e também alguns colaboradores de Jarre no projeto “Electronica” com o cantor Gary Numan, que apesar de sua parceria ” Here For You” não ser tocada ao vivo , ganhou também uma dedicação de Jarre na música “Brick England”, sua colaboração Pet Shop Boys.

No final do show, ao se despedir do público Jarre ainda disse :

“Vejo você em breve….OUTDOOR !!!”

 

Nas redes sociais, escreveu:

“Muito Obrigado Los Angeles ! Meu coração está cheio de amor hoje …!

O último show da minha turnê na América do Norte foi muito especial para mim.. Eu tenho muitos amigos em L.A que eu passei muito tempo durante a gravação de Electronica.

É muito bom ver M83, Gary Numan, Julia Holter e muitos outros amigos depois do show para passar um grande tempo juntos.

Vejo todos vocês em breve !!..

Amor a todos,

JMJ”

Thank you Los Angeles for this fantastic welcome..! I'll remember you all.! #losangeles #edm #hollywood

A post shared by Jean-Michel Jarre (@jeanmicheljarre) on

 

O músico ainda fez questão de atender os fãs que esperavam na porta de fora da arena para autógrafos e fotos.

Jarre atende a pedidos de fãs na saída de show em L.A.

 

Fonte: Jean Michel Jarre

Fotos: Claude Samard, Peter Leske, J.M.Jarre

http://www.tv3.ie/xpose/article/entertainment-news/241244/JeanMichel-Jarre-dedicates-first-Los-Angeles-show-to-dead-dad

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + onze =