ELETRONICA II – CONHEÇA OS EASTER EAGGS E MISTERÍOS DO NOVO ÁLBUM

hear of noise

 

Como era de se esperar, o novo álbum “ELECTRONICA II – THE HEART OF NOISE”, o segundo volume do projeto “Electronica”, está trazendo alguns easter eggs escondidos. Foi assim também no primeiro volume.

Quem baixou as faixas em separado ou o “Continuous Mix“ (disponível nas edições de box sets e como bônus no iTunes), e passou a faixa em um processador de áudio como o “WavPad” que faz a análise espectral da faixa (espectometro), descobriu alguns Easter Eggs lá: diferentes imagens escondidas, textos e códigos secretos que os fãs necessitaram decodificar para descobrir o que é realmente. As descobertas:

– Na faixa “Switch on Leon”, colaboração com a banda eletrônica inglesa ORB, podemos ver alguns círculos e botões de um oscilador. Trata-se da imagem dos controles de um oscilador “Moog 1630 e um gerador de onda, de frequências, que modifica os sons gerados pra dentro do mesmo.

Switch on Leon-especograma
O espectometro de um oscilador “Moog 1630”.
Moog 1630
Oscilador “Moog 1630” original.

– Na faixa “Electrees”, colaboração com o compositor de trilhas sonoras Hans Zimmer, podemos ver nos espectrograma da faixa, um código Morse. Ao decifrar o mesmo temos a frase:

Código morse encontrado na faixa "Electrees"
Código morse encontrado na faixa “Electrees”

“In a world of cats and dogs, it’s quite difficult to be a kangaroo…”, traduzindo: “Em um mundo de cães e gatos, é muito difícil ser um canguru…”

Esta frase foi dita por Jarre em 2015, durante uma entrevista para a Playboy TV.

playboy

– Na faixa “Exit”, a colaboração com o delator americano da CIA, Edward Snowden, talvez o easter eggs mais misterioso do álbum. Ao verificar o espectrograma da música, podemos ver um código numérico.

9781781688748:430:11:6

exit

Os primeiros 13 dígitos seria o ISBN, Número Padrão Internacional de Livro. A procura leva ao livro:

 “The Wikileaks Files: The World According to U S Empire” autor: Julien Assange.

Livro onde  são mostradas as revelações de Julien Assange com relação a espionagem ilegal americana.

assange livro

https://www.amazon.co.uk/Wikileaks-Files-World-According-Empire/dp/1781688745/ref=sr_1_fkmr0_1?ie=UTF8&qid=1462452275&sr=8-1-fkmr0&keywords=%22The%20Wikileaks%20Files%3A%20The%20World%20According%20to%20U%20S%20Empire%22%20by%20Julien%20Assange

Os outros números da sequência seria: pagina 430, linha 11…6° palavra!

Quem tem o livro em mãos acha a palavra: “EXPECTATIONS” = ” EXPECTATIVAS”. O descobridor desta palavra, foi o fã holandês Coen Van Der Geest.

expectations

ATOMIUM

bruxelas-2013-38

Detalhe interno teria sido inspirado no ATOMIUM de Bruxelas na Bélgica. No post sobre os mistérios do primeiro volume, havíamos sugerido que a figura interna do álbum, seria semelhante a “Pedestrian Infrastructure”, que gera o vórtex temporal de tempo e espaço para a TARDIS, nave-máquina do Tempo usada no seriado britânico “Doctor Who”. Mas em entrevista em 2015, para o programa da TV belga, “HEP TAXI!”, apresentado por Jérôme Colin, na qual ele pega um passageiro famoso e anda por Bruxelas, Jarre revelou que a inspiração da arte interna do álbum teria vindo do famoso monumento “Atomium” da capital belga e uma das suas figuras arquitetônicas favoritas quando o músico era criança.

Inaugurado em 1958, para a exposição mundial ” Expo 58 “, o “Atomium” possui 103 metros de altura, e representa um átomo elementar de ferro ampliado 165 mil milhões de vezes, com tubos que ligam as 9 partes formando 8 vértices. As esferas de ferro com cerca de 18 metros de diâmetro estão ligadas por tubos com escadas no seu interior com um comprimento de cerca de 35 metros. As janelas instaladas na esfera do topo oferecem aos visitantes uma vista panorâmica da cidade. Outras esferas têm exposições sobre os anos 50. As três esferas, às quais só se tem acesso por tubos verticais, estão fechadas ao público por razões de segurança.

O “Atomium” foi construído em frente ao parque de exposições da “EXPO 58”, em Bruxelas, é considerado por muitos a “Torre Eiffel da Bélgica”.

O sonho de criança de Jarre, também foi um desejo dele para um dia tocar em frente ao monumento, o que realmente aconteceu, em uma data especial, 24 de Agosto de 1993, durante a “Europe in Concert”, para aproximadamente 650 mil pessoas em um concerto outdoor.

jarre-heysel_095-1024x768
Publico assistindo a Europe in Concert(93) em Bruxelas, com o Atomium ao fundo.

Segundo Jarre:

” Isso ainda é um dos meus maiores prazeres. Foi uma das minhas maiores fantasias. Acho que o Atomium é realmente relacionados com esta visão bastante otimista que tivemos do futuro. Quando eu comecei, a fazer música eletrônica, antes mesmo de “Oxygene”, todos nós tivemos esse tipo de visão um pouco inocente deste apetite para o futuro…O Atomium é um dos monumentos no mundo que mais me toca.”

Também o acabamento interno da Edição Deluxe de colecionador do projeto “Electronica”, quando totalmente completo, possui uma arte poster que lembra um dos filmes favoritos e que influenciou bastante o músico no começo da carreira, “2001- Uma Odisseia no Espaço” (1968), dirigido por Stanley Kubrick e baseado no livro escrito por Sir Arthur C. Clarke. Com a enigmática frase : “Nós já estamos lá?”

interno
“Nós já estamos lá ?”

 

2001
Abertura do filme “2001 – Uma Odisseia no Espaço” (1968)

Para saber mais quais foram os mistérios revelados no primeiro volume do projeto Electronica, vá para este link:

 


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0