JARRE FAZ REVELAÇÕES SOBRE O HISTÓRICO CONCERTO DE MOSCOU E SONHA COM BAIKONOUR

Jarre explica o visual do concerto de Moscou em 1997.
Jarre explica o visual do concerto de Moscou em 1997.

Em entrevista para o site Colta.ru, durante sua visita a Moscou, Russia, na última semana de novembro, para promover o álbum “Electronica I – The Time Machine”, o músco francês Jean Michel Jarre foi indagado sobre o visual incomum, durante o concerto em frente a Universidade de Moscou em 1997 (considerado o maior concerto ao ar livre da história, recorde que Jarre quebrou pela quarta vez).

Projeção de Gagarin durante o Concerto de Moscow em 1997
Projeção de Gagarin durante o Concerto de Moscow em 1997

Durante o concerto no Sparrow Hills (na Universidade de Moscou) você usou uma roupa um pouco incomum – casaco de leopardo e uma boina como Che Guevara, e prendeu uma estrela vermelha de Lenin .

“- Você sabe por que? Isto aconteceu antes do show, fui abordado por uma menina russa, ela me deu uma estrela e me pediu para colocá-la. Claro, eu não poderia recusar. E foi uma ótima idéia! De minha parte, foi um gesto de grande amor por seu país e sua cultura. Eu não quero falar sobre política – não na União Soviética, nem o presente, mas estou muito satisfeito com a grande história do seu país e da alma russa, cheia de contradições, paradoxos e força. Na Rússia, por inteiro – a magnífica arte, arquitetura, sonhos, romances são uma loucura. Sim, a Rússia -um país louco, e isso é algo que eu, como artista me atrai.

Quando perguntando sobre quando ele fará um novo concerto daqueles na Russia , Jarre revelou seu sonho:

– Eu tenho um sonho – quero realizar um show em Baikonur, porque eu amo o espaço e tudo relacionado com ele. Mas isso é impossível sem a participação no projeto da cidade ou região. Você irá ajudar a levar a idéia?

Ainda para outro site russo o RG.ru ele respondeu a mesma pergunta:

E eu ainda espero que este sonho (de tocar em Baikonour) se torne realidade, não é à toa que eu escrevi a música ‘Hey, Gagarin’. A música eletrônica é a mais tecnicamente avançada para ser enviada para o espaço, onde a Rússia, a propósito, é também uma pioneira. E minha em particular. Os cosmonautas também precisam de oxigênio, o mesmo oxygene (sorrisos).

A Soyuz-2 rocket  carrying a Resurs-P satellite rises at a launch pad in the Russian leased Kazakhstan's Baikonur cosmodrome late. The Russian carrier rocket successfully placed on the target orbit the first Resurs-P Earth imaging satellite, the RIA-Novosti news agency reported. (Getty Images)
Centro Espacial Russo em Baikonour, no Casaquistão.

Fontes:
http://www.colta.ru/articles/music_modern/9497

http://www.rg.ru/2015/12/09/zharr.html