ELECTRONICA I – EASTER EGGS E LIGAÇÕES COM FILMES DE VIAGENS NO TEMPO

capture_decran_2015-08-28_a_15.04.06

Uma grande surpresa para os fãs de Jean Michel Jarre cujo novo álbum “ELECTRONICA I – The Time Machine”, foi lançado recentemente. Quem tiver acesso ao arquivo de áudio  “Continuous Mix“, que veio no Deluxe Box (via pendrive) ou disponível no site oficial através de acesso pelo Fan Box, ou mesmo comprou via iTunes ou Amazon Digital, descobriu que ao analisar o mesmo por um processador de áudio como o “WavPad” que faz a análise espectral da faixa, ira descobir alguns Easter Eggs como: diferentes imagens escondidas, textos e códigos secretos que os fãs necessitaram decodificar para descobrir o que é realmente. Olha o que já foi descoberto:

 

A própria imagem do Jarre (entre as faixas “Close your eyes” e “Automatic 1”):

dlaivison

 

Em algumas delas ao lado do que parece ser pirâmides:

foto dele mesmo

A imagem de um synth VCS 3, o primeiro sintetizador que o artista comprou na vida:

 

vcs3

Mensagem: “Acient Astronauts” (Astronautas da antiguidade) – vinculado ao popular programa de TV “Alienígenas do Passado” e as teorias do escritor suiço Eric von Daniken (Eram os deuses astronautas).

acient astronauts 2

Mensagem: “ Always trust your vision” (Sempre confie na sua visão)

Always trust your vision 2

E também algo parecido com códigos binários e outras coisas….

nco9

Quem acabou descobrindo o significado dos códigos foi um fã polonês chamado Jan Szulew, ao decifrar a mensagem usando códigos binários de 32 bits, ele descobriu coordenadas, que passadas em programas como o Google Earth, indicam em um mapa global a posição exata do Obelisco de Luxor que fica na Place de La Concorde em Paris, lugar onde Jean Michel Jarre realizou seu primeiro concerto na história(14/07/1979) e de quebra o primeiro recorde mundial !

Lc7GRw0

Szulew postou:

“Olá, eu acho que eu fui o primeiro a encontrar a solução final para o enigma escondido no espectograma do “Continuous Mix” de Electronica. As duas cadeias binárias de 32 bits são números de ponto flutuante que representam coordenadas WGS84 (latitude e longitude respectivamente). As coordenadas apontar para o centro exato do Obelisco de Luxor na Place de la Concorde, onde o primeiro grande concerto aconteceu em 1979. Veja quadro em anexo. Eu estou tendo o meu maior “nerdgasmo” no momento.

Eu irei conseguir um prêmio ?

 

 

A resposta veio diretamente de Jean Michel Jarre em seu Facebook oficial, ao compartilhar a informação e congratular o fã:

 

Congratulações ao ser o primeiro a descobrir uma das mensagens secretas! Mensagem na página com seu endereço de e-mail e nós iremos enviar um presente especial” – JMJ equipe.

segredo revelado

Um fã chegou a conversar com Jarre sobre isto e ele riu e respondeu: Eu não estou revelando nada, mas você só tem que resolver isso com a ajuda das pistas fornecidas. Mas eu amo essa abordagem analógica para ser criativa com as frequências digitais.”

DE VOLTA PARA O FUTURO

O outro mistério é com relação ao filme dos anos 80, “De Volta para o Futuro” que este ano completa 30 anos, data celebrada no mundo inteiro. A segunda parte do filme, lançada em 1989, mostrava os personagens do filme, saindo de 1985 e chegando no futuro nem 20/10/2015. A data é praticamente perto da data de lançamento do álbum “Electronica I”, cujo sub-título é justamente “Time Machine” (máquina do tempo), o que chegou a ser questinado por Jarre em entrevistas e chats com fãs.

 

Na data de 21/10 Jarre postou no Twitter:

 

Present Future #BackToTheFuture2 #thetimemachine

devoltafuturo

https://twitter.com/jeanmicheljarre/status/656719921758343168?lang=en-gb

 

Falando para o jornal Polonês Gazeta Prawana, Jarre foi questionado sobre o lançamento coicidir com a data fictícia do filme “De Volta para o Futuro 2” (20/10/2015).

Gazeta Prawana : Seu último álbum foi lançado quase ao mesmo tempo, que no passado trouxe para nós o herói do filme “De Volta p/o Futuro 2”, Marty McFly. Seu novo álbum chama-se “Electronica 1: Time Machine”. É a data de lançamento e o título acidentalmente tão próximo a este filme cult, ou queria mudar-nos para o futuro e tentar dizer como ela poderia se parecer?

JMJ: Quando eu percebi que havia uma convergência da data de lançamento do meu álbum com a chegada dos heróis deste filme, isto me arrepiou. O trabalho no álbum começou há cerca de cinco anos atrás e o título inventado absolutamente não foi pensado sobre as conexões com o filme. No entanto, a placas de idéia e veículo de transferência no tempo estão convergindo. As músicas do álbum, afinal, não só se movem no passado, mas também no futuro, como no filme. Enquanto trabalhava em Electronica, eu gostaria de saber como o futuro será e como a música soaria lá ? Pensamentos similares me atormentavam de qualquer maneira, quando eu comecei a minha carreira. Eu estava pensando sobre como serão as coisas no futuro, se seremos capazes de voar, e quais gadgets queria-me divertir. Exatamente como o criador de “De Volta para o futuro”. Infelizmente, eu sinto que agora temos uma época mais escura do que aquela que se imaginava. Um elemento importante do projeto também são histórias sobre tecnologia. Por um lado, isto pode ser uma benção, porque, por exemplo, podemos verificar a informação e dados do mundo ao telefone, ouvir música ou ter contato com os entes queridos. Mas, a tecnologia também pode ser viciante. A composição ” Rely On Me “, cantada por Laurie Anderson fala sobre isto. É uma história de amor escura, porque, infelizmente, muitas vezes as pessoas tocam mais em seus smartphones do que o seu parceiro. Problemas semelhantes relatados na canção gravada com o Massive Attack: “Watching you”.

Outra grande coincidência não é apenas na data próxima, mas no tamanho do arquivo referente ao Continuous Mix, que contem aproximadamente 1,21 gigabytes, um número quase exato ao valor que no filme “De Volta para o Futuro”, corresponde a energia necessária para fazer a máquina do tempo do filme (um carro DeLorean), funcionar, 1,21 gigawatts !!! Nova pegadinha ou grande coincidência ?

coicd

2giga

CAPA E DOCTOR WHO

E falando-se de máquina do tempo, os fãs mais atentos devem ter notado que a Capa e todo material do encarte e booklet interno que envolve “Electronica I – The Time Machine”, tem ligações com o famoso seriado da TV britânica, “Doctor Who”. O destaque do rosto do artista na capa com efeitos de fundo, lembram muito bem as apresentações dos Doutores ao longo dos anos na série de TV.

Electronica kit1

 interno1R-7593002-1445354464-6868.jpeg

eletronica kit2

Para quem conhece ficção-científica, e liga o tema do álbum “The Time Machine” (viagem no tempo) e observar as fotos da capa e encarte, logo vão descobrir algumas semelhanças com o seriado britânico DOCTOR WHO, na qual um viajante do tempo, dá saltos pelo passado e futuro, sempre com a presença de companhias terrestres ao longo dos anos.

Interior da TARDIS de Doctor Who.
Interior da TARDIS de Doctor Who.

 

The Pedestrian Infrastructure , que gera o vortex temporal de tempo e espaço para a TARDIS.
The Pedestrian Infrastructure , que gera o vortex temporal de tempo e espaço para a TARDIS.

Jarre seria o Doutor e cada colaboração uma das companhias de viagem, na qual cada um vive a sua própria aventura com o Doutor.

O interior do encarte, com as fotos das colaborações em cada um dos pequenos círculos, remete diretamente ao interior da TARDIS, a nave-máquina do tempo do Doutor.

E o próprio símbolo interno, mostrando uma figura cercado de esferas em alguma parte galactica do universo e quase a representação verdadeira da TARDIS, chamada de The Pedestrian Infrastructure .

Agradecimentos : Dlaivison / Gazeta Prawana (Polônia) / Forum Zoolook.nl / forum rt22.mybb3.ru (Russia)