QUEM É QUEM NO “ELECTRONICA I – THE TIME MACHINE” – CONHEÇA OS COLABORADORES

capture_decran_2015-08-28_a_15.04.06

“ELECTRONICA I – THE TIME MACHINE” o album de colaboração (2015) que Jean Michel Jarre está lançando pelo selo Columbia Records (Sony Music Germany), tem uma coleção de grandes colaboradores, algo quase inédito na carreira do artista. Conheçamos aqui cada um dos artistas envolvidos nesta produção, criada em dois continentes em vários estúdios,a custo de muitas viagens e muito suor e que levou mais de 3 anos para ser completada.

 

COLABORAÇÕES

colaboradores

M83 (com Anthony Gonzalez– 1980, Antibes- França) – É um grupo de música eletrônica, originário de Antibes, França, formado em 2001 por Nicholas Fromageau (desligou-se da banda em 2004) e Anthony Gonzalez. O nome da banda refere-se à galáxia M83. O gênero musical, pode ser categorizado como Shoegazing, pela utilização de instrumentais altos e letras suavemente cantadas, além de outros estilos como Ambient e Electropop. O M83, foi convidado para o álbum de remixes da trilha sonora do filme “Tron: Legacy” e logo depois para a trilha sonora original do filme “Oblivion”, ambos dirigidos pelo diretor americano Joseph Kosinski. A banda, através de seu lider o fundador, Anthony Gonzalez, colabora com Jarre na música “Glory”, usada como trilha sonora do curta-metragem ” EMIC: An Interstellar Time Capsule Film”, produzido pelo Google e a produção do filme “Interstellar”.

TANGERINE DREAM (com Edgar Froese – Sovetsk, Prússia Oriental, ( 6 de junho de 1944-20 de janeiro de 2015)) – Alemanha – Musico fundador da banda progressiva Tangerine Dream em 1967, Edgar Froese foi um dos precursores na Alemanha do movimento de música eletrônica conhecido como krautrock junto com Kraftwerk, Can e outros artistas. Com ou sem sua banda, Froese compôs para vários filmes de cinema e televisão. Froese infelizmente faleceu em 20 de janeiro de 2015. A colaboração com Jarre é na faixa “Zero Gravity”.

ARMIN VAN BUUREN– (Leiden- Holanda, 25 de dezembro de 1976) é um DJ e produtor musical da Holanda, especialista em trance. Ele foi eleito o DJ número 1 nos anos 2007, 2008, 2009, 2010 e 2012; por votação dos Top 100 DJs da DJ Magazine um recorde de 5 vezes.2 Está atualmente em 3º no Top da DJ Magazine. Desde 2001, van Buuren tem apresentado um programa de rádio semanal chamado “A State of Trance”, que diz ter cerca de 25 milhões de ouvintes por semana em 26 países, o que seria um dos programas mais ouvidos em todo o mundo. Seu álbum de estúdio de 2008, “Imagine”, alcançou o topo da parada musical holandesa, um feito inédito por um artista de música eletrônica na história musical do país. Jarre e van Buuren colaboram na faixa “Stardust”.

LITTLE BOOTS(Victoria Hesketh) – (Reino Unido – Blackpool – , 4 de maio de 1984 ) – Projeto da cantora e instrumentista inglesa Victoria Hesketh. Em 2009 ela foi escolhida pela BBC como a nova promessa da música pop naquele ano, vencendo artistas como White Lies, Florence and the Machine,Empire of the Sun, La Rouxe Lady Gaga. Lançou seu primeiro álbum “Hands” pela Warner Music e desde então vem compondo e produzindo músicas por um selo próprio independente (On Repet). Bastante influenciada por sons rock-pop dos anos 70,80 e 90. Seu terceiro álbum será lançado ainda em 2015. Se apresentou no Brasil durante o Planeta Terra Festival de 2012. Fã declarada de sintetizadores modernos e vintages, geralmente usa o Tenoron e o stylophone em suas apresentações. Ficou tão fascinada com a harpa laser de Jean Michel Jarre, que mandou construir uma para ser usada em algumas apresentações. Sua colaboração com Jarre e na canção pop “If..!”

MASSIVE ATTACK(Com Robert “3D” Del Naja – Bristol, Reino Unido -21 de janeiro de 1965 ) -o MASSIVE ATTACK é uma banda de trip hop inglesa, formada na cidade de Bristol no ano de 1988. Os seus membros são “3D” (Robert Del Naja) e “Daddy G” (Grant Marshall). Jarre e 3D estão colaborando com a faixa “Watching You”. 3D também foi responsável por um dos remixes da mesma.

VINCE CLARKE – (Reino Unido – Londres, 3 de Julho de 1960)- Tecladista e produtor britânico, fundador de várias bandas synth pops eletrônicas como Depeche Mode, Yazoo e atualmente Erasure. Além ser especialista em sintetizadores e um dos pioneiros em música eletrônica dos anos 80,o chamado Synthpop, ele também foi e continua sendo o principal compositor dos grupos que participou. Atualmente o músico mora com a família nos Estados Unidos. A colaboração com Jarre rendeu duas faixas: Automatic (part 1 e part 2).

JOHN CARPENTER – (EUA -Carthage, Nova Iorque, 16 de Janeiro de 1948) – Diretor americano John Carpenter tem uma carreira de mais de 40 anos em produções cinematográficas, que incluem clássicos do genero suspense/terror como: “Halloween”, “Enigma de Outro Mundo”, “Eles vivem”, “Vampiros”, “Fuga de Nova Iorque” entre outros. Geralmente, para baratear o custo da produção, ele mesmo compunha e gravava suas trilhas, usando vários sintetizadores vintages entre os anos 70 e 80. Recentemente, ele lançou seu primeiro álbum solo, “Lost Themes”. A faixa desenvolvida com Jean Michel Jarre, foi “A Question of Blood”, com um som invocando um clima de filme de terror.

AIR – (França) – Duo eletrônico francês, formada no ano de 1995 por Nicolas Godin e Jean-Benoît Dunckel. São os responsáveis pela retomada da música eletrônica na França apartir do final dos anos 90, cujo maior feito foi o lançamento do álbum “Moon Safari”, cujo single “Sexy Boy” se tornou um hit mundialmente. Também colaboraram com a trilha sonora de vários filmes da diretora americana Sophia Copolla (“Virgens Suicidas” e “Maria Antonieta”). Sua discografia atual engloba 8 álbuns. A participação com Jarre é na faixa “Close your eyes”, uma mistura de sons criados em sintetizadores analógicos vintages, synths digitais e vocolder.

LAURIE ANDERSON – (Glen Ellyn,EUA – 5 de junho de 1947 ) – Compositora, instrumentista e cantora, é uma artista experimental norte-americana, conhecida por suas performances multimédias e por numerosos álbuns musicais que realizou. Pertencente a chamada “música de vanguarda americana”.Foi a primeira artista a ser residente da NASA. Colaborou com Jarre nos álbuns “Zoolook”(84) e “Metamorphoses”(2000). Sua terceira colaboração, agora no “Electronica I”, será na faixa ” Rely on me”.

MOBY – (pseudonimo de Richard Melville Hall – Nova Iorque, 11 de setembro de 1965) é um cantor, músico, DJ e fotógrafo estadunidense. É conhecido por singles como “Flower”, “Go”, “Porcelain”, “South Side” (com Gwen Stefani), “We Are All Made of Stars”, “Why does my heart feel so bad” e “Lift Me Up”. É um dos maiores nomes da eletrônica americana dos últimos anos. Moby toca teclado, guitarra e baixo. Seu nome deriva da obra Moby Dick de Herman Melville, que foi seu parente. Trabalhou com vários outros artistas em colaboração, produção ou remixes, como a cantora Debbie Harry do Blondie (New York, New York). Colabora com Jarre com a faixa: “Suns have gone”.

GESAFFELSTEIN – (pseudonimo de Mike Lévy- Lyon, França – 15 de fevereiro de 1984) é um produtor musical e DJ Francês. Lançou vários remixes para as músicas de Tiga, Miss Kittin, ASAP Rocky e Lana Del Rey. Produziu duas faixas do álbum Yeezus, o sexto trabalho do rapper Americano Kanye West.[1] “Black Skinhead” e “Send It Up” também foram produzidas pelos Franceses Daft Punk e Brodinski. Gesaffelstein lançou seu primeiro álbum de estúdio chamado ALEPH em 28 de outubro de 2013, foi lançando pelas gravadoras Parlophone e EMI.[2] O álbum estava em produção desde 2011. O seu remix de “Shockwave” do também Francês The Hacker está na trilha sonora do jogo Grand Theft Auto V. Colabora com Jarre com a faixa “Conquistador”.

BOYS NOIZE – (pseudonimo de Alexander Ridha – Hamburgo, Alemanha – 22 de Agosto 1982) – D.J. e produtor eletrônico alemão, segue o estilo pelo qual David Guetta é conhecido, fazendo parcerias com artistas como Snoop e Santigold, e angariando fãs de fora do underground da música eletrônica. Mas os remixes dele, que passam por Depeche Mode e Justice – e com seus próprios e excelentes discos de eletro, o clássico Oi Oi Oi e o novo Out of the Black – são muito mais Daft Punk do que Black Eyed Peas.

FUCK BUTTONS – (Reino Unido) – Duo eletrônico britânico formato por Andrew Hung e Benjamin John Power, na cidade inglesa de Bristol em 2004. É daquelas entidades musicais com elementos inconfundíveis em seu som, carregando influências de artistas como Aphex Twin e Mogwai. Pouca gente bota uma tensão calculada em cima de batidas eletrônicas como os dois ingleses.Trabalharam em remixes de músicas para MOBY, Manic Street Preachers,Atari Teenage Riot, entre outros.

LANG LANG – (Shenyang – CHINA – 14 de junho de 1982) Menino-prodígio, Lang Lang começou a estudar piano aos 3 anos. Ganhou o primeiro lugar na competição de piano de sua cidade natal aos 5 e entrou para o Conservatório Central da China aos 9. Aos 11 foi premiado na Alemanhda e, aos 13, venceu o II Concurso Internacional Tchaikovsky de Músicos Adolescentes. Em 1997 foi morar nos Estados Unidos, onde se aperfeiçoou com Gary Grafmann, no Curtis Institute, na Filadélfia, e, a partir de 2003, com Daniel Barenboim. O reconhecimento internacional veio em 1999, quando executou o Concerto para Piano Nº 1 de Tchaikovsky com a Sinfônica de Chicago, no Festival de Ravinia. Com 14 CDs gravados, incluindo um repertório difícil e eclético, e fazendo mais de 100 apresentações por ano em todo o mundo, o pianista chinês Lang Lang, é a sensação do momento na música erudita.

PETE TOWNSHEND – (Londres,Reino Unido – 19 de maio de 1945) – Um dos mais importantes guitarristas da história do rock, um guitarrista, cantor, compositor e escritor britânico, mais conhecido por seu trabalho com a banda de rock The Who. Sua carreira com o conjunto se estende por mais de quarenta anos, durante os quais ele progrediu para ser considerado uma dos mais influentes das décadas de 1960 e 1970. Townshend é o principal compositor do Who, tendo escrito mais de cem canções espalhadas pelos onze álbuns de estúdio do grupo, incluindo trabalhos conceituais e óperas rock como Tommy e Quadrophenia. Embora reconhecido primeiramente como guitarrista, é também cantor e multiinstrumentista, tendo gravado com instrumentos como banjo, acordeão, sintetizador, piano, teclado, baixo e bateria, tanto em seus projetos solo e trabalhos do Who quanto em participações em álbuns de outros artistas. Foi um dos primeiros artistas a usar sintetizadores em um disco de rock, ao usar um ARP 2500 na introdução da música “Baba O’Riley”, para o álbum “Who’s Next” (1971).