VÍDEO: JARRE FALA SOBRE A TRILHA SONORA DE SUA VIDA

No dia 08 de Dezembro de 2012, foi ao ar na França e na Alemanha o programa “La Minute Tracks – Spéciale : The soundtracks of our lives” , para o canal Arte.TV, na qual o músico francês Jean Michel Jarre foi entrevistado sobre sua carreira. No vídeo, Jarre fala sobre diferentes assuntos como a harpa laser, como as músicas de Chet Baker e Ray Charles influenciaram sua vida, o seu relacionamento com o pai. O artista mostrou o seu estúdio em Bourgival e apresentou sua trilha sonora favorita de sua vida que inclui grandes surpresas :

Polka dots and moonbeams (around a pug-nosed dream)” – Chet Baker Quartet (Riverside)
“Chariots of Fire” – Vangelis (Emi)
“Equinoxe Part 4” – Jean-Michel Jarre (Polydor)
“Let’s get lost” – Chet Baker (Pacific Jazz)
“Georgia on my mind” – Ray Charles (Atlantic)
“Hells Bells” – AC / DC (ATCO RECORDS)
“Oxygene 2” – Jean-Michel Jarre (Dreyfus)
Oxygene 4 Jean-Michel Jarre (Dreyfus)
“Magnetic fields 1” – Jean-Michel Jarre (Dreyfus)
“Oxygène (Part II)” – Jean-Michel Jarre (Dreyfus)

Durante o programa, Jarre mostrou sua coleção de vinis e escolheu alguns deles para tocar na vitrola e comentar:

Sobre “Chariots of Fire”, Jarre falou que a música trás uma emoção dupla, já que foi feita por um colega eletrônico, Vangelis, na qual ele tem bastante respeito e porque une a música eletrônica com a acústica, já que Vangelis faz uso de sintetizadores e piano. Segundo o artista, “- Há muita coisa boa lá”.

Sobre “AC/DC”, ele disse: “- Eu não costumo falar muito sobre isto, mas eu sou fã de Hard Rock ! O Hard Rock sempre me influenciou. Eu acho que se Vivaldi nascesse na década de 50 ou 60 anos, faria parte do Metallica. Além disso, AC/DC é uma banda que eu gosto muito no palco. Assim, a banda deve tocar muito mais do que isso, mas aqui ela é limitada pela técnica.”

Também podemos ver a trilha sonora de “Tron – Uma odisséia eletrônica” (1982), composta por Wendy Carlo, entre os vinis.

Agradecimentos pelo vídeo : Kanta Devi (Thanks)

Marcos Paulo

Fã Clube criado em 1997 nos primórdios da internet no Brasil. Buscamos sempre a realização de ao menos uma apresentação do Maestro Jean Michel Jarre em nosso país.