RAPIDO & RASTEIRO – DEZ 2019

EXPOSIÇÃO SOBRE MÚSICA ELETRÔNICA IRÁ PARA LONDRES EM 2020

Expo Electronic – Em Londres 2020

Depois do Philharmonie de Paris na França e no Parco della Bissuola de Veneza na Itália, será a vez da capital do Império Britânico, Londres, ser palco a exposição ” Electronic “, no Design Museum. A mostra, que recebera visitas entre os dias 1º de abril e 26 de julho de 2020, também pretende destacar a história das cenas de música eletrônica nas cidades com fortes conexões com esta cultura, como Detroit, Chicago, Paris, Berlim e Londres.

A expo reune trabalhos de Kraftwerk, Jeff Mills, Ellen Allien entre outros. O músico francês Jean Michel Jarre, montou uma réplica do seu estúdio com direito as seus famosos sintetizadores vintages e até uma harpa laser.

A trilha sonora da mostra tem curadoria de Laurent Garnier, gráficos de Peter Saville e fotografias de Andreas Gursky.

https://thequietus.com/articles/27432-design-museum-electronic-music-exhibition

JARRE PARTICIPA DE DOCUMENTÁRIO SOBRE O ESTILISTA PIERRE CARDIN

O músico francês Jean Michel Jarre, é uma de várias celebridades que participam do documentário sobre a vida e obra  do famoso estilista francês Pierre Cardin, “HOUSE OF CARDIN”, dirigido por P David Ebersole & Todd Hughes. O documentário teve uma premiere mundial no  Venice Film Festival 2109 (na qual Jarre também participou). Entre outros famosos que também participam estão Pierre Cardin, Naomi Campbell, Sharon Stone, Jenny Shimizu, Guo Pei, Philppe Starck, Amy Fine Collins, Alice Coope e  Jean Paul Gaultier.

https://www.youtube.com/watch?v=mDJ7uBQoV90

Fonte: Pierre Cardin

JARRE FAZ PATICIPAÇÃO EM DOCUMENTÁRIO PARA O CINEMA DA BANDA GORILLAZ

A banda Gorillaz anunciou em novembro que  um novo filme-documentário: “Gorillaz: Reject False Icons“, produzido e dirigido por  Denholm Hewlett e  Warner, “será exibido em cinemas do mundo inteiro num evento de apenas uma noite, em 16 de dezembro de 2019”.  O filme, que foca a vida no estúdio com a banda e seus colaboradores, entre as várias personalidades entrevistas está o músico francês Jean Michel Jarre, que emprestou o estúdio para banda e gravou três músicas para o álbum do Gorillaz, “Humanz. Entre os nomes confirmados que também fazem participação neste documentário estão Noel Gallagher, Graham Coxon, Vince Staples, entre muitos outros.

Os ingressos vão começar a estar disponíveis a partir do dia 27/11. Inicialmente fora dos planos, o Brasil felizmente acabou entrando no esquema, e terá sessões do novo documentário do Gorillaz, Gorillaz: Reject False Icons (“rejeite falsos ícones”) em algumas cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Recife e Fortaleza.

No Brasil, Reject False Icons vai rolar em algumas salas do UCI Cinemas, às 20h. Você pode consultar mais detalhes de cada sessão divulgada até este momento (é possível que novas salas entrem no roteiro) no site do UCI ou no Ingresso.com.

Fonte: Gorillaz.

ADIVINHA A FÃ QUE JARRE GANHOU QUANDO FEZ A HISTÓRICA TURNÊ NA CHINA !?!

Jarre e Gong Li flagrados em Saint Tropez.

Gong Li revela: ela gosta mesmo é do Michael Jackson. E ela ouviu o show do Jarre no rádio em 1981. Ela se equivocou ao dizer que foi na Cidade Proibida. São revelações feita em uma entrevista recente na China:

A música parece ter sempre desempenhado um grande papel em sua vida. Você se casou com um músico no início deste ano: o compositor francês Jean-Michel Jarre. De que músicos contemporâneos você gosta?

Eu sempre gostei de cantar. Quando eu era jovem, antes de ir para a faculdade, Jean-Michel Jarre veio à China para se apresentar na Cidade Proibida e lembrei-me de ouvi-lo no rádio. Não tínhamos muitas TVs na época. Eu gostava de música e canto porque naquela época eu não sabia o que mais eu poderia fazer. Então, mais tarde, decidi tentar ser atriz. Agora eu realmente gosto de ouvir Michael Jackson, porque era isso que eu ouvia quando era mais jovem.

Fonte: Imprensa Chinesa