JARRE LANÇA “EōN” – APP MUSICAL QUE CRIA UM ‘ÁLBUM INFINITO’

Para grande surpresa de seus fãs em volta do Mundo, um projeto que Jean Michel Jarre vinha trabalhando em segredo a algum tempo, relacionado a Inteligência Artificial (A.I.), foi finalmente revelado ao público: “EōN” . As primeiras pistas começaram a aparecer em outubro de 2019, quando 4 novas músicas compostas e executadas por Jarre, foram registradas no SACEM (orgão francês responsável pelo registro e controle dos direitos musicais), com os nomes de  “EON SNAPSHOT 1” até “EON SNAPSHOT 4”. A maioria dos fãs apostaram que seria algo a ver com um álbum novo. O desenvolvimento em segredo foi realizado junto ao Laboratório de Ciências da Computação da Sony, lideradas pelo pesquisador Alexis André, em junho passado, Jarre havia visitado o laboratório da Sony em Tóquio, no Japão, para trabalhar na máquina A.I. Flow Machine, que desenvolve algorítimos musicais .

O projeto foi finalmente revelado em 07/11, quando o Apps Stores (antigo  iTunes), loja virtual da Apple, disponibilizou o app ” EōN” (lê-se yann) para downloads em aparelhos Apple como iPads, Ipods ou iMacs.

https://apps.apple.com/app/eC58Dn-by-jean-michel-jarre/id1477959945

Segundo a descrição oficial disponível no site oficial do artista :

EōN – que leva o nome do deus grego do tempo e da eternidade – usa um algoritmo para criar música a partir de um banco de batidas, melodias e acordes compostos especificamente por Jarre para o projeto, resultando em “uma experiência musical nunca repetitiva e completamente única para todo usuário, toda vez ”. O algoritmo foi desenvolvido por Alexis Zbik e Vianney Apreleff, da empresa francesa de tecnologia musical BLEASS, que definiu as regras do aplicativo com a direção artística de Jean Michel Jarre.

Chamei esse projeto de EōN, pois ele define melhor exatamente o que é – uma criação musical e visual infinita”, diz Jarre. “Pessoalmente, sinto realmente que EōN é um dos meus projetos criativos mais emocionantes desde a minha estréia com Oxygene. EōN é uma obra de arte orgânica sem fim, nunca repetitiva, que viverá e crescerá para sempre no singular no continuum espaço-tempo de todos, na ponta do dedo. ”

O uso do aplicativo é simples: basta abri-lo e isto  começará automaticamente a reproduzir uma faixa gerada por algoritmos. Funciona como uma mistura infinita de DJs, com faixas se misturando perfeitamente a novos motivos, e na hora em que ouvi, não notará nenhuma repetição. No entanto, é importante observar que este não é um aplicativo baseado em humor que fornece música com base no tipo de som que você deseja ouvir – no estado atual, é basicamente um álbum infito de Jean Michel-Jarre. “É como um álbum infinito“, diz ele. “Cada vez que você toca, isso gera algo especial para você.

O aplicativo, atualmente disponível apenas para dispositivos iOS, funciona offline e apresenta recursos visuais generosos do pesquisador da Sony Computer Science Laboratories, Alexis André. Custa US $ 8,99 / € 9,99 / £ 8,99 e será “atualizado regularmente” com novos recursos. Chegará a outras plataformas, incluindo Android, “em um futuro próximo”.

O álbum é construído a partir de sete horas de material que o prolífico músico compôs, executou e gravou em seu estúdio.

Em um futuro próximo, Jarre quer usar o Eon em turnê, permitindo que ele “responda e improvise o que o aplicativo oferece” em tempo real.

Preço na Apple Store nacional: R$ 35,50

A HISTÓRIA POR TRÁS DE EōN

«EON» é um Deus grego antigo associado ao Tempo e à Eternidade.

O “tempo” representado pelo EON é infinito e ilimitado no sentido de “eras” e “para sempre”.

Em cosmologia, geologia ou astronomia, a EON é frequentemente usado em referência a um período de um bilhão de anos …

Chamei esse projeto de EŌN, pois melhor define exatamente o que é – uma criação musical e visual infinita, que oferece a cada indivíduo uma experiência única em seu suporte principal como um aplicativo: em cada dispositivo e em cada lançamento do aplicativo EŌN, você ouvirá e verá uma orquestração única e em constante evolução da música e do visual. EŌN é uma obra de arte orgânica sem fim, nunca repetitiva, que viverá e crescerá para sempre no singular e continuum espaço-tempo de todos, na ponta do dedo.

Pessoalmente, sinto realmente que EŌN é provavelmente um dos meus projetos criativos mais emocionantes desde a Oxygene. Eu sempre quis criar uma música específica para cada ouvinte e que pudesse evoluir constantemente. Aqui está. EŌN é concebido e composto para a sua própria eternidade!

Eu tinha uma idéia muito clara dos visuais orgânicos e vivos que queria acompanhar minha criação musical e tive muita sorte de ter passado algum tempo em Tóquio no Sony Computer Science Laboratories, Inc. (Sony CSL), onde encontrei Alexis André e seus colegas em um mundo visual singular. A Sony CSL com Alexis concebeu e desenvolveu um algoritmo que gera o fluxo interminável de gráficos em constante evolução, na qual a música nunca termina, nem é  repetitivas.

O algoritmo e o mecanismo de áudio que orquestram a música do EŌN App foram projetados por Alexis Zbik e Vianney Apreleff do BLEASS depois que definimos as regras do sistema juntos.

Jean Michel Jarre

Fonte: Jean Michel Jarre / Apple Stores / BBC / Agencias de noticias Internacionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.