OXYGENE TOUR

Pela segunda vez em sua carreira, Jean-Michel Jarre saiu para uma grande turnê pela Europa. Mas dessa vez, o conceito foi muito diferente de sua turnê Europe in Concert de 1993, já que os shows foram realizados em ambientes fechados. O músico francês já havia se apresentado de forma indoor durante sua mini turnê pela China em 1981.

A turnê foi para promover o álbum Oxygène 7-13, uma sequência de seu clássico álbum Oxygène, lançado em 1976. Jarre fez 36 shows em 16 países, tocando várias faixas dos dois álbuns. Pela primeira vez, os fãs ouviram “Oxygène 6” ao vivo e Jarre voltou a tocar “Oxygène 2” e “Oxygène 5”, executadas pela última vez no concerto de Houston em 1986. Com exceção de “Oxygène 9”, todas as faixas do álbum Oxygène 7-13 entraram para o tracklist, com Jarre tocando “Oxygène 7” na harpa laser na abertura do show. Foi também durante essa turnê que Jarre apresentou o Theremin, um dos instrumentos eletrônicos mais antigos do mundo, inventado pelo russo Léon Theremin, em 1917. Desde então, Jarre passou a tocar o instrumento com frequência em seus concertos.

Na Le Tribe, Jarre dispensou o guitarrista Patrick Rondat que só voltaria em 2001 para os concertos de Akropolis. O baixista Guy Delacroix também deixou o grupo e foi substituído pelo alemão Christopher Papendieck.

Jarre mudou de visual várias vezes durante a turnê. Começou com o cabelo normal, depois amarrou, pintou de vermelho e na parte francesa da turnê, apareceu com o cabelo curto.

Prevista inicialmente para ser mundial, a primeira parte da turnê ficou concentrada no norte e leste da Europa entre o início do mês de maio e o final de junho. Após uma pausa para a realização de um grande concerto para comemorar os 850 anos de Moscou, a turnê retornou com sete concertos na França em outubro, após uma série de datas canceladas.

O primeiro show foi na cidade francesa de Toulon em 3 de maio e, como sempre acontece, serviu de teste para que toda a equipe se ajustasse para os próximos shows. No geral, Jarre conseguiu tocar sua música de uma maneira nova, mais autêntica, mais espontânea, deixando mais espaço para improvisações e interagindo com o público de uma maneira mais forte. O resultado foi calorosamente recebido pelos fãs europeus.

Datas:

1ª PARTE:

03/05/1997 – Le Zénith – Toulon (França)

07/05/1997 – Valbyhallen – Copenhage (Dinamarca)

09/05/1997 – The Globe – Stockholm (Suécia)

10/05/1997 – Spektrum – Oslo (Noruega)

11/05/1997 – Scandinavium – Gothenburg (Suécia)

13/05/1997 – Messehalle – Leipzig (Alemanha)

14/05/1997 – Deutschlandhalle – Berlim (Alemanha)

16/05/1997 – Sportshalle – Hamburgo (Alemanha)

18/05/1997 – Schleyerhalle – Stuttgart (Alemanha)

20/05/1997 – AG Hallenstadion – Zürich (Suíça)

22/05/1997 – Stadthalle – Viena (Áustria)

23/05/1997 – Olympiahalle – Munique (Alemanha)

24/05/1997 – Arena – Oberhausen (Alemanha)

25/05/1997 – Festhalle – Frankfurt (Alemanha)

27/05/1997 – Arena – Geneva (Suíça)

30/05/1997 – Ahoy – Rotterdam (Holanda)

31/05/1997 – Vorst Nationaal (Bruxelas, Bélgica)

04/06/1997 – SECC – Glasgow (Escócia)

06/06/1997 – NEC – Birmingham (Inglaterra)

07/06/1997 – Nynex Arena – Manchester (Inglaterra)

08 e 09/06/1997 – Wembley Arena – Londres (Inglaterra)

12/06/1997 – Valbyhallen – Copenhage (Dinamarca)

14/06/1997 – Spektrum – Oslo (Noruega)

17/06/1997 – Hartwall Arena – Helsinki (Finlândia)

21/06/1997 – Spodek Arena – Katowice (Polônia)

22/06/1997 – Sportshalle – Praga (República Tcheca)

24/06/1997 – Sportshalle – Budapeste (Hungria)

26/06/1997 – Forum Arena – Milão (Itália)

2ª PARTE:

11/10/1997 – Palais des Sports – Grenoble (França)

14/10/1997 – Hall Rhenus – Strasbourg (França)

15/10/1997 – Galaxie – Amnéville (França)

16/10/1997 – Le Zénith – Paris (França)

17/10/1997 – Zénith de Lille – Lille (França)

18/10/1997 – Zénith de Caen (Caen, França)

20/10/1997 – Zénith d’Orléans – Orléans (França)

Tracklist:

  1. Oxygène 7
  2. Oxygène 2
  3. Chronologie 6
  4. Équinoxe 7
  5. Oxygène 6
  6. Magnetic Fields 1
  7. Oxygène 10
  8. Oxygène 4
  9. Oxygène 11
  10. Souvenir of China
  11. Magnetic Fields 2
  12. Oxygène 5
  13. Oxygène 8
  14. Revolutions
  15. Oxygène 12
  16. Équinoxe 4
  17. Oxygène 13
  • No primeiro concerto, as cinco primeiras músicas foram: Oxygène 7, Oxygène 2, Équinoxe 7, Oxygène 6 e Chronologie 6. O restante do tracklist permaneceu o mesmo.
  • O tracklist acima refere-se a quase todos os shows da primeira parte da turnê até o primeiro concerto de Londres no dia 8 de junho. A partir do segundo concerto de Londres, em 9 de junho, “Oxygène 2” passou a ser executada entre “Souvenir of China” e “Magnetic Fields 2”.
  • Em Caen, a harpa laser não funcionou. Jarre manteve a esperança de que o problema seria resolvido durante o show e prometeu tocar “Oxygène 7” mais tarde. Mas o problema não foi solucionado a tempo e “Oxygène 7 não foi executada.

Le Tribe: Dominique Perrier, Francis Rimbert, Christopher Papendieck, Laurent Faucheux e Dominique Mahut

Fotos (clique nas imagens para ampliar):