Biografia

Concertos Virtuais

Em 28 de maio, Jean-Michel Jarre deixou o cargo de presidente da CISAC após sete anos como a voz da comunidade CISAC em todo o mundo.

A era da Realidade Virtual

Para a versão de 2020 da Fête de la Musique, Jean-Michel Jarre, através de um avatar, se apresentou ao vivo em um mundo especialmente projetado em Realidade Virtual, transmitido simultaneamente em tempo real, por plataformas digitais de 3D & 2D. Na vanguarda das novas tecnologias, seu projeto Alone Together, realizado com a empresa francesa VRrOOm, foi um show sem precedentes de Realidade Virtual, contando inclusive com avatares de fãs que participaram através da sala da VRrOOm. Tocando de seu estúdio, ele apareceu aos olhos dos espectadores representado pelo seu avatar, em um universo imaginário, gratuito e acessível aos quatro cantos do globo em smartphones e tablets. Jarre foi o primeiro artista do planeta a realizar um concerto virtual ao vivo, assistido por aproximadamente 197.000 pessoas no Facebook e 130.000 no YouTube.

O selo Signature da Radio France, lança o 10° volume da sua série de CDs Radiophonie. A exemplo do que aconteceu com o Volume 9, todas as faixas são da composição Hexagone de Jean-Michel Jarre para o canal franceinfo. Desta vez, são 285 faixas reunidas num box-set de 4 CDs, sendo que o CD 1 é idêntico ao Volume 9.

Sempre em busca de avanços tecnológicos, Jean-Michel Jarre realizou a sua segunda performance em Realidade Virtual na Catedral de Notre-Dame. Fechada desde o incêndio de 2019 e um dos principais símbolos de Paris, a catedral foi digitalizada para a comemoração do Réveillon de 2021. Patrocinado pela UNESCO, o show imersivo foi batizado Welcome To The Other Side, e teve como objetivo, convidar o mundo inteiro para celebrar o Ano Novo, em um momento em que as manifestações culturais no planeta estão suspensas por causa da pandemia do Covid-19. O concerto serviu também para homenagear a catedral que está, assim como todos nós, enfraquecida devido ao incêndio. Um álbum ao vivo foi lançado digitalmente em todas as plataformas de streaming logo após o concerto, nos primeiros minutos de 2021. Em setembro, Jarre lançou a versão física do concerto em 3 formatos: vinil, CD & Blu-Ray (acompanhado de MasterclassMaking of e um código de acesso para o áudio binaural do evento).

Amazônia

Jarre e Sebastião Salgado

Jean-Michel Jarre compôs e gravou uma partitura de 52 minutos para a Exposição Amazônia, do premiado fotógrafo e cineasta brasileiro Sebastião Salgado. Inicialmente programada para ser inaugurada em 7 de abril na Philharmonie de Paris, a abertura da Exposição teve que ser adiada para 20 de maio, devido à pandemia do Covid-19. Após passar pela capital francesa, a Exposição iniciou uma turnê que incluiu Roma, Londres, São Paulo, Manchester, Rio de Janeiro e outras capitais. ‘Amazônia’ é uma exposição imersiva com foco na Amazônia brasileira, com mais de 200 fotografias e outros meios de comunicação de Salgado. Ele viajou pela região durante seis anos, capturando a floresta, os rios, as montanhas e as pessoas que vivem lá, e a maior parte do trabalho será vista publicamente pela primeira vez. No centro da exposição, está um convite para ver, ouvir e pensar sobre o futuro da biodiversidade e o lugar dos seres humanos no mundo vivo. A criação sonora de Jean-Michel Jarre é um mundo sinfônico que envolve os visitantes da exposição aos sons da floresta. O álbum “Amazônia” foi lançado, com um código de acesso para as versões em som 5.1 e áudio binaural, para uma experiência sonora verdadeiramente envolvente.

Em 21 de junho, por ocasião da 40ª edição da Fête de la Musique, Jean-Michel Jarre foi condecorado com a insígnia de Commandeur (Comandante) da Légion d’Honneur pelo Presidente Emmanuel Macron. Logo após, realizou um mini-concerto no pátio do Palais de l’Élysée para cerca de 300 convidados, simbolizando o regresso de dias felizes, após os longos e difíceis meses da pandemia do Covid, especialmente para milhares de artistas que desejavam regressar aos palcos.

Jarre entra no Metaverso

Em novembro, Jarre anunciou uma parceria com a empresa do bilionário russo Mikhail Prokhorov Sensorium Corporation, para construir um Metaverso digital intitulado “Sensorium Galaxy”. Como co-criador de um mundo intitulado Motion, Jarre fará engenharia de som neste mundo virtual dedicado à atenção plena, ajudando a construir um ambiente sonoro envolvente que transmite uma sensação de presença por meio de sons e visuais altamente envolventes. Jean-Michel também apresentará concertos exclusivos em Realidade virtual, apresentando seu trabalho mais recente, além de suas clássicas composições.

“Oxymore” no Hyper Weekend Festival

Cinco anos após o falecimento do pioneiro da arte acusmática Pierre Henry (1917-2017), Jean-Michel Jarre prestou uma forte homenagem ao músico com seis apresentações intituladas Oxymore durante o Hyper Weekend Festival na Maison de la Radio et de la Musique em Paris, nos dias 21, 22 e 23 de janeiro de 2022. “Oxymore” foi dividido em 11 movimentos, uma alusão ao primeiro trabalho de música concreta de Pierre Schaeffer e Pierre Henry, “Symphonie pour un homme seul”, que foi dividida em 22 movimentos. A fim de corresponder exatamente às condições restritas de concertos causadas pela pandemia do Coronavírus, cada apresentação foi limitada a 200 pessoas. Os concertos foram transmitidos ao vivo no VRChat em “Oxyville”, uma cidade virtual projetado pelo artista russo Pavel Pavlyukov e produzido pela VRrOOm. O último concerto foi transmitido pela rádio France Musique. No dia 11 de fevereiro, é lançado o CD “Radiophonie Vol. 12”, com mais uma série de jingles compostos por Jean-Michel para a franceinfo.

Parceria com a Renault

Nomeado Embaixador do projeto France 2030, que é uma série de investimentos aos grandes desafios do nosso tempo, através de um plano maciço para apoiar as transições de setores de ecologia, excelência, automotivo, aeronáutica e espaço. Em maio de 2022, Jarre iniciou uma colaboração de três anos com a fabricante de veículos Renault. O artista juntou-se à equipe de design da empresa para moldar a assinatura sonora do novo conceito de carro, o “Scénic Vision”, seguindo a ideia de “cuidar dos recursos” com uma abordagem “menos é mais”, com apenas um alto-falante em cada porta e um sistema de bolha sonora em cada encosto de cabeça. Uma assinatura sonora será audível em diversos elementos: desde a sequência de entrada a todo o sistema de alta-fidelidade no interior (como componentes, localização e algoritmos), passando ainda pelo som emitido pelo veículo quando se desloca a velocidades inferiores a 30 km/h para alertar pedestres e outros utilizadores da via. Outro conceito que será desenvolvido pelas duas partes é o do “Sonic Road”, proporcionando aos passageiros a trilha sonora ideal que se baseia tanto nas preferências musicais do motorista, quanto nas informações contextuais, como lugares, paisagens, clima ou até mesmo a hora do dia. Em 21 de julho, foi anunciada a compra de todo o catálogo musical de Jean-Michel Jarre, pela empresa internacional de música BMG Rights Management.

Concertos Oxymore

Observando “Oxymore”

A homenagem ao Pierre Henry em janeiro, acabou se transformando em seu 22º álbum de estúdio. Lançado em outubro, “Oxymore” é o primeiro lançamento comercial que utiliza sons nos formatos multicanal e binaural (3D espacial), com Jarre não apenas produzindo, mas também compondo, gravando e mixando em áudio 360°, nos estúdios da Radio France. É também uma homenagem às raízes francesas da música eletrônica que teve uma grande influência na produção musical do gênero ao longo dos anos. Pierre Henry foi uma figura icônica da música eletrônica e clássica, e uma das influências de Jarre no GRM. Desde sua morte em 2017, a viúva de Henry forneceu a Jarre sons originais que deveriam ser usados ​​no projeto Electronica, e que foram aproveitados na gravação deste que, segundo Jarre, é seu mais ambicioso e inovador projeto. O músico francês também lançou a “Oxyville”, uma cidade em Realidade Virtual, que irá fornecer um palco digital para ele apresentar o álbum ao vivo e, no futuro, convidar outros artistas para fazer parte, além de realizar Masterclasses e outros eventos no modo virtual.

Nos dias 23, 24 e 25 de outubro, Jarre realizou uma série de concertos no Palais Brongniart, em Paris, para convidados e fãs vencedores de concursos. Jarre tocou “Oxymore” ao vivo com tecnologia de áudio espacial, em um ambiente imersivo, convidando o público para dentro da música. Um dos concertos foi transmitido ao vivo nas redes sociais do músico, e também pelo VRChat, na “Oxyville”. Em janeiro de 2023, Jean-Michel realizou mais cinco concertos. Os dois primeiros aconteceram no dia 14 no IRCAM, celebrando a reabertura do “Espaço de Projeção, sob o título “(more) Oxymore”. Os outros três, foram realizados no MIDEM+23, em Cannes, nos dias 19 e 20.

No final de janeiro, durante uma feira realizada em Barcelona, Jarre lançou em parceria com a empresa “Coda Audio”, o SPACE BY CODA, um sistema de áudio imersivo de alta qualidade, que integra iluminação ambiente e tratamento acústico avançado dentro de uma tela de projetor 4K ou de uma obra de arte. Uma solução de sistema audiovisual elegante e unificado para transformar qualquer ambiente com um áudio discreto e poderoso. No dia 3 de novembro, Jarre lança “Oxymoreworks”, um álbum com faixas remixadas do Oxymore. O ano de 2023 termina com um concerto realizado no dia de Natal, para comemorar os 400 anos do Palácio de Versalhes. O evento foi realizado na Galeria dos Espelhos para cerca de 600 fãs e foi marcado pelo retorno de clássicos do repertório de Jean-Michel Jarre, como Oxygene, Equinoxe e Industrial Revolution.

Bratislava: a volta dos megaconcertos

O ano de 2024 começa com Jarre inaugurando uma cúpula sonora na cidade francesa de Le Mans. Construída para fazer parte de um festival, a cúpula é a primeira do mundo dedicada ao som imersivo 3D, com 350 m² e capacidade para um público de 600 pessoas. Em seu interior, Jarre realizou um Masteclass e uma audição do álbum Oxymore no dia 20 de janeiro. Cinco dias depois, o tecladista francês esteve no MIDEM+24, onde participou da cerimônia de impressão das mãos para o lendário “Chemin des Étoiles” (Caminho das Estrelas) de Cannes. Mais tarde, realizou outro Masterclass, onde falou sobre Inteligência Artifical e produção musical. No dia 23 de fevereiro, Jarre lançou nas plataformas de streaming, o álbum digital ao vivo Versailles 400, com a íntegra da gravação do concerto realizado no Palácio de Versalhes em 25 de dezembro de 2023. A versão do diretor do filme do concerto, também foi publicada no YouTube e na plataforma 6play na França.

No dia 12 de maio, Jarre realizou um espetacular concerto para a abertura da sétima edição do Festival STARMUS em Bratislava, capital da Eslováquia. Tendo como cenário a icônica Ponte SNP e o edifício “Aupark Tower”, Jarre teve como convidado especial o guitarrista da banda Quenn, Brian May. Eles tocaram para um público de 100.000 pessoas que assistiram a um dos mais espetaculares concertos de Jean-Michel Jarre dos anos 2000, com um impressionante palco futurístico, lasers, balé com 400 drones e fogos de artifício.

Vida familiar

Jarre com a atriz Charlotte Rampling
Jarre com a atriz Gong Li

Jean Michel Jarre foi casado com a atriz britânica CHARLOTE RAMPLING (Orca, Geordano Bruno, Coração Satânico) entre 1978 e 1997. Tem três filhos – Barnaby Southcombe (do primeiro casamento de Charlote), Emilie Jarre (do primeiro casamento de Jarre) e David Jarre (nascido da união dos dois) – e quatro netos: Madeleine, William, Roman e Gabriel. Atualmente Jarre está casado com a atriz chinesa GONG LI (Adeus Minha Concubina, Operação Xangai, A Maldição da Flor Dourada).

Views: 303