Biografia

O Passado Ecoa No Futuro

Jarre e a Harpa Laser
Jarre e a Harpa Laser

Em Julho de 91, Jarre dá uma pequena entrevista em uma rádio francesa, “Skyrock”, como parte de sua campanha, “Salve o futuro”.

Em 25 de Julho, Jarre anuncia oficialmente o Concerto do Eclipse no México, que seria cancelado alguns dias depois devido a vários problemas (entre eles, a de que o navio que transportaria o palco da Europa para o México afundou no meio do Oceano Atlântico).

A Disques Dreyfus lança uma caixa especial, “Laser years” da obra de Jarre. Lança ainda o disco “Images”, uma coletânea contendo algumas versões novas mais três faixas inéditas.

O filme “Palawan, The Last Refuge”, de Jacques Cousteau, é transmitido na França. Recebe o Palmares Vídeo Europe award 1991, prêmio dado pelo vídeo “Extrais de Concerts”, uma coletânea dos Concertos da China, Houston, Lyon, Londres e La Defense.

O Recordista Volta A Atacar

Une alarme qui swingue
Une alarme qui swingue

Em fevereiro de 1992, parte da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Albertsville na França foi criada por Jarre. E em 21 de março de 92, a revista Madame Figaro, escolhe Jarre como editor do dia.

Um show em prol das crianças abandonadas no Palais de Congress em Paris é cancelado, mas Jarre dá uma pequena performance com efeitos de laser.

Em Julho, o Guinness Book anuncia novo recorde de publico quebrado por Jarre durante o Concerto de La Defense, dois milhões de pessoas. Em quatro de Julho de 92, recebe o prêmio Golden Europe ’92.

Em 25 de Setembro de 92, Jarre organiza o “Swatch the World”, em Zermatt, Suíça, para comemorar as 100 milhões de cópias vendidas do Relógio Swatch no mundo inteiro. Isto foi uma pequena apresentação para um grupo de pessoas da Swatch. Ele compôs uma música especialmente para o evento, “Une alarme qui swingue”, uma faixa pré-Chronologie 4 e 5. Este seria apenas o início de um longo relacionamento entre Jarre e a Swatch, que convida o artista a desenhar alguns modelos.

Também em 92, Jarre faz uma apresentação no Hotel “Lost City” em Sun City, África do Sul, na qual todos os 15 mil tíquetes do evento foram todos vendidos em duas semanas.

O Embaixador

Jarre, embaixador da Unesco pela Tolerância
Jarre, embaixador da Unesco pela Tolerância

Em 1993, Jarre lança o disco “Chronologie”, e com o patrocínio da Swatch, organiza sua primeira turnê em várias cidades européias com shows realizados em grandes estádios. A turnê foi orçada em 20 milhões de dólares. O clipe de Chronologie 4 foi filmado no Rio de Janeiro.

A UNESCO convida Jarre para ser o Embaixador da Tolerância e Juventude.

Durante o ano de 1994, Jarre retorna a China, mais precisamente a cidade de Hong-Kong, para um concerto de inauguração do novo estádio da Cidade. No show, Jarre usa artistas gráficos locais, artistas de rua, bailarinos, a Hong Kong Opera Society e uma tradicional orquestra chinesa, fazendo deste show algo memorável. O Concerto de Hong Kong foi lançado em um CD duplo na França, mas o concerto no Líbano é cancelado.

Jarre é indicado como Chevalier da Legião da Honra.

O Ano da tolerância

Teclado circular
Teclado circular

Em 1995, a UNESCO e Jarre tentam organizar uma nova turnê, que passaria pelas principais cidades do mundo. Infelizmente isto não corre e então a UNESCO convida Jarre a realizar mais um Mega concerto em Paris, o “Concert pour la Tolerance”. Desta vez ele transformou a Torre Eiffell em um show que levou mais de 1,5 milhões de pessoas ao evento. Este show marca a abertura do Ano da Tolerância na qual ele é o Embaixador Mundial.

Muitas bandas como o Orb, Orbital e Prodigy apontam Jarre como o “Padrinho do Movimento Tecno”, por sua influência na música eletrônica a vários anos. Jarre cria a partir de Chronologie, vários trabalhos voltados nesta área, convidando vários artistas, DJ’s europeus para compor seus singles.

Em 1995, Jarre lança um álbum apenas de remixes, “JARREMIX”, com participação de vários DJ’s e bandas Techno como Sunscreem e Gatt Decor. O Concerto de Dusseldoph, na Alemanha é cancelado em cima da hora.

O Retorno de Oxygene

Moscou
Moscou

Em 1997, Jarre após cancelar seu contrato mundial com a Polygram assina um novo acordo, desta vez com a SONY MUSIC para lançar novos projetos.

Ainda no mesmo ano, depois de três anos sem gravar em estúdio Jarre lança seu álbum “Oxygene 7-13”, voltando suas origens eletrônicas ao mesclar instrumentos novos com os antigos.

Lança-se em uma turnê pelas principais cidades européias, a “Oxygene Indoor Tour”, que abrange mais cidades que a “Europe in Concert” de 93. Jarre desta vez passa a tocar em ginásios para um público menor ao contrário da Europe In Concert, que ocorria em grandes estádios. Jarre também realiza um grande concerto em Moscou, Rússia, para comemorar os 850 anos da cidade.

Lança no mesmo ano seu site oficial na internet, que vem sofrendo modificações ao longo dos próximos anos.

Jarre e a Copa do Mundo

Jarre na Apple expo 98
Jarre na Apple expo 98

No ano de 1998, Jarre cria uma nova versão de Rendez-Vous 4 para ser a musica tema da Copa do Mundo de Futebol na França. Este projeto, chamado de Rendez-Vous ’98, conta com a participação dos ingleses do “Apollo 440” que remixam a faixa. Também, junto com o artista japonês Tetsuya “T.K.” Komuro, lança o single “Together Now” como parte de um link entre as Copas da França (1998) e do Japão (2002). Tanto “Rendez-Vous’98”, quanto “Together Now”, estão presentes no álbum oficial da Copa da França, “Allez! Ola! Ole!” (1998).

Outro esperado projeto de Jarre para o ano de 1998, foi o álbum especial “Odyssey Through O2” com vários remixes do álbum Oxygene 7-13, trazendo ainda um programa multimídia que permite o usuário manipular imagens criando uma paisagem sonora para cada faixa do álbum, o Jarkaos.

Jarre ainda foi escolhido em 1998 como o “Representante dos Músicos Europeus”.

Em 14 de Julho de 98, para celebrar o final da Copa do Mundo da França, ele reuniu pela primeira vez vários grupos de Raps, DJs e outros representantes da cena Techno como o Apollo 440 e o próprio T.K. , para um grande show no “Campo de Marte”, em Paris: a “Rendez-Vous’98 – Electronic Night” .

Outro evento de grande importância em 98, foi a “Paris-APPLE-EXPO/98”, um evento patrocinado pela empresa Apple Computers, para o lançamento do computador iMac. Este evento contou com a presença de Emilie Jarre, sua filha, como dançarina. O show, uma mistura entre a OxyTour/97 com a Electronic Night, contou com uma apresentação multimídia 3D.

No final de 98, T.K., lançou no Japão uma caixa especial contendo um CD com musicas suas, mais um vídeo, um photobook e um CD com a apresentação do Concerto da “Electronic Night”.

Outro grande lançamento foi o vídeo “Oxygene in Moscow” que acompanha o documentário da vida de Jarre, “Making the Steamroller fly”.

Ainda neste ano, no mês de outubro a revista “Paris March” realiza um bate-papo via Internet entre Jarre e seus fãs (o primeiro na vida do artista).

Doze sonhos do sol

Egito 2000
Egito 2000

No final de 1998, Jarre é comissionado pelo Governo Egípcio para criar uma ópera-multimídia durante a passagem de ano de 1999 para 2000, nas Pirâmides do Egito. Jarre então, se isola um pouco durante o ano de 1999 para criação do “Twelve Dreams of The Sun”, um show de 12 horas, durante a qual vários artistas egípcios ou não celebram a virada do milênio.

Ao mesmo tempo prepara seu novo álbum que sofre alguns atrasos e tem seu lançamento adiado para o ano 2000.

Como representante dos músicos europeus, Jarre consegue juntar assinaturas de vários artistas e entrega uma petição no Parlamento Europeu em Bruxelas contra a pirataria na Internet e uma nova lei de direitos autorais para o mercado on-line de música.

Finalmente em 31 de Dezembro de 1999, Jarre consegue montar o show “Twelve Dreams of the Sun” aos pés das Grandes Pirâmides do Egito (uma das 7 maravilhas do mundo antigo e a única que ainda existe). Durante este show de 12 horas dividido em várias partes, Jarre toca em 2 Concertos, o primeiro durante a virada para o ano 2000 com quase 2 horas de show e o outro ao amanhecer, para uma pequena apresentação para celebrar a entrada do Sol no novo ano e encerrar o concerto. Jarre teve problemas com as projeções nas Pirâmides, que devido à neblina acabam sendo canceladas.

Um comentário em “Biografia

Fechado para comentários.