CANNES 2019 – JARRE E GONG LI ESBANJAM SIMPATIA NO FESTIVAL

O casal artístico Jean Michel Jarre (70 anos) e sua esposa Gong Li (53 anos) adoram um jet set e sabem tirar isto de letra. O casal foi convidado para a 72ª edição do Festival anual de Cinema de Cannes realizada entre os dias 14 a 25 de maio de 2019. Jarre já é veterano do festival, já que foi em uma de suas primeiras aparições em meados dos anos 70, que conheceu a sua ex-esposa, a atriz britânica Charlotte Rampling. Já a atriz Gong Li, também vem visitando o festival a vários anos, já que como atriz, recebeu um  troféu por um filme que realizou em 2004 , “Eros” . Ela também já fez parte do Juri da 50° Edição do Festival em 1997.

Jarre e Gong Li no Grand Hyatt Cannes Hôtel Martinez

Ele chegaram por volta do dia 15/05, já provocando muito frizon por parte de paparazzis de plantão no Aeroporto Internacional de Cannes. Ficaram hospedados no Grand Hyatt Cannes Hôtel Martinez, onde a imprensa também não costuma dar tréguas.

Em 17/05, eles atravessaram o famoso Tapete Vermelho do Festival para exibição do filme  “Pain And Glory (Dolor Y Gloria/Douleur Et Gloire)“, cercados pela imprensa mundial, que não queria perder nenhum ângulo do casal e de todos que atravessavam.

Jarre e Li no Tapete Vermelho de Cannes.

Vídeo

No dia 18 de maio, o casal foi fazer uma visita ao stand “Voyage To The Moon” criado pela amiga Laurie Anderson (colaboradora de longa data em vários trabalhos de Jarre, como Zoolook, Metamorphoses e Electronica) e o diretor chinês  Hsin-Chien Huang, uma instalação em VR 3D, que simula um mundo lunar. Esta instalação foi criada para prestar homenagem ao 50 º  aniversário da primeira missão tripulada à Lua em 1969, mas o ponto de partida por trás da arte de realidade virtual imersiva “Voyage To The Moon” é realmente uma história sobre um pintor chinês antigo que passou sua vida inteira fazendo uma elaborada pintura vertical de paisagem de uma montanha íngreme com uma estrada sinuosa, pinheiros pontiagudos, cabanas de peregrinos, pescadores e o mar usando unicamente uma escova de texugo de cabelo. Quando terminou, ele entrou nela e… desapareceu. A artista multidisciplinar norte-americana vencedora do Grammy, e cineasta Laurie Anderson, que co-criou o longa de 15 minutos com o novo artista de mídia taiwanês, Hsin-Chien Huang, explica: “A forma como estamos usando essa tecnologia permite que você seja livre e essa é a maior coisa sobre Realidade Virtual que eu amo: é que você não é apresentado a uma obra de arte como ela não pode mudar, mas você entrar nela, voa sobre ela, você se torna parte ela. É isso que queremos que as pessoas façam. Queremos que eles entrem em obras de arte e passem por elas e vejam o que podem ver. Eu tenho um objetivo secreto, que é que as pessoas se sintam livres e não estejam presas em suas mentes. ”

Jarre e Li usando a experiência VR

E foi isto que Jarre e Gong Li fizeram quando foram visitar “Voyage To The Moon”. Após a exibição, ele descreveu nas redes sociais: “Vá onde você olha! Impressionante instalação de VR por Laurie Anderson e Hsin-Chien Huang.Voando livre através dos sonhos, espaço e imaginação .. Incrível.”

https://www.instagram.com/p/BxnmVUXIyCa/

Vídeo:

No  domingo, 19 de maio, foi a vez do Kering Group organizar seu evento tradicional “Women in Motion” para premiar e homenagear as figuras femininas influentes do mundo do cinema. Depois de Jane Fonda em 2015, Geena Davis e Susan Sarandon em 2016, Isabelle Huppert em 2017 e Patty Jenkins em 2018, portanto, a atriz chinesa Gong Li era sagrada, recebendo seu prêmio de François-Henri Pinault, CEO da Kering, com o Jarre, na platéia aplaudindo a companheira.

Jarre e Li na premiação “Women in Motion”
Gong Li recebe seu prêmio “Women in Motion” no Festival de Cannes

Vídeo:

Entre outros convidados a cerimônia também estavam Julie Gayet, Eva Longoria, Salma Hayek, Charlotte Gainsbourg, Andie MacDowell, Gad Elmaleh, Charlotte Casiraghi e Dimitri Rassam além do icone do cinema francês  Alain Delon e filha Anouchka.

Atriz mexicana Salma Hayek com o casal Jarre.

Durante esta cerimônia, a atriz mexicana Salma Hayek, fez questão de cumprimentar a amiga Gong Li e Alain Delon, também veio até a mesa do casal, para dar um abraço em Jarre, na qual são amigos a vários anos, lembrando que em sua primeira trilha sonora que gerou um álbum exclusivo, foi para um filme de Delon, “Les Granges Brulées” (1973).

Alain Delon vai pessoalmente cumprimentar Jarre e Gong Li

Vídeo:

E olha que a festa acabou em …rítimo de samba, com uma escola de samba brasileira se apresentando perto da mesa do casal, o que deixou Jarre, meio sem jeito, mas a Gong Li e sua amiga Salma Hayek, bastante animadas.

Fonte: https://www.telestar.fr/people/cannes-2019-gong-li-et-jean-michel-jarre-sur-les-marches-429379

Jean Michel Jarre Oficial

Um comentário em “CANNES 2019 – JARRE E GONG LI ESBANJAM SIMPATIA NO FESTIVAL

  • 25 de junho de 2019 em 18:30
    Permalink

    Mdssss até escola de samba! O br só não domina o mundo pq n quer kkkkkk

Fechado para comentários.